PEDREIRO DESAFIA RODRIGO MAIA

Pedreiro destrói o presidente da câmara e convida ele a bater concreto em troca de sua aposentadoria

Todo mundo se lembra do epísodio em que o presidente da câmara, Rodrigo Maia do DEM-RJ, afirmou que “todo mundo consegue trabalhar até os 80 anos”. Porém, trabalhadores do Brasil que estão preocupados com rumos da nova reforma, odiaram a forma que o presidente da câmara  fez as colocações.

Um pedreiro ainda não identificado, publicou nas redes sociais um vídeo em que desafia o presidente da câmara, Rodrigo Maia a trabalhar por 30 dias na obra. No vídeo, o pedreiro convida Maia a trabalhar um mês ao seu lado. “Se você passar 30 dias trabalhando aqui, eu abro mão da aposentadoria. Ele disse que um homem pode trabalhar até os 80 anos, então vem passar 30 dias comigo, comendo marmita e batendo concreto. Se você conseguir, eu trabalho até morrer sem me aposentar“, afirma no vídeo, enquanto mistura a massa de cimento, areia e pedras. O rapaz se diz bastante indignado e que o presidente não representa o trabalhador. Ele ainda disse que caso Maia faça isso, ele trabalha até morrer sem se aposentar.

Vejam o vídeo:

O vídeo está ganhando as redes sociais e mostra a sinceridade de um homem que está muito revoltado com a fala do segundo homem na fila de sucessão presidencial.

Reforma da previdência 2019 foi entregue ontem no congresso

reforma da previdência 2019 foi proposta ontem pelo governo Bolsonaro. O texto prevê mudança na idade mínima que irá afetar diversos setores da população. O governo federal deixou claro que essa é a principal prioridade nos próximos dias a ser discutido em Brasília. Interlocutores do governo ainda dizem que a reforma deverá passar pelo crivo da câmara ainda em julho desse ano.

O presidente Jair Bolsonaro disse que essa reforma visa garantir o equilíbrio  das contas públicas para os próximos anos e  também garantirá que as próximas gerações possam ter direito ao recebimento de sua contribuição durante jornada laboral, no momento em que deixar de trabalhar. Na semana passada o governo federal já tinha anunciado que iria propor uma idade mínima para aposentadoria que seria de 65 anos para homem e 62 anos para mulheres.

Segundo o ministro da economia, Paulo Guedes, com essa reforma o governo espera arrecadar R$ 1 trilhão. Ainda, segundo Guedes, um valor abaixo disso, irá comprometer um futuro sistema de capitalização, que será proposto mais adiante.

Tramitação da reforma da previdência

Inicialmente, a proposta é submetida à análise na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara, o que, segundo Rodrigo Maia, já foi feito hoje. Após essa fase, será discutida e votada em uma comissão especial da Casa, antes de seguir para o plenário.
Por se tratar de uma proposta de emenda à constituição (PEC), o novo projeto precisa de 308 votos na câmara para ser aprovado e dar seguimento e ir até o senado. Se aprovado nas duas casas, o texto segue para a sanção do presidente e quem começar a trabalhar a partir de hoje, deverá entrar nas regras a partir da transição.
Hoje em dia, para se aposentar com idade mínima, não é preciso que as mulheres tenham 60 anos e os homens 65.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *