Amigo de Bolsonaro é promovido na Petrobras

“Capitão Victor” antes ganhava R$ 15 mil, agora com o amigo presidente passou a ganhar R$ 50 mil. Ele é administrador e está na estatal há dez anos

Há mais de uma década trabalhando na Petrobras, Capitão Victor, amigo íntimo de Bolsonaro há 30 anos, nunca teve uma função gratificada significativa. Ele passou em um concurso da Petrobras há cerca de 10 anos e atualmente, é lotado em Curitiba.

Ontem pela tarde a Petrobras  comunicou  por meio de uma videoconferência, que o novo gerente de Inteligência e Segurança Corporativa da estatal será Carlos Victor Guerra Nagem, o popular Capitão Victor, já citado acima.

Victor pediu duas vezes, “licença para promoção de campanha eleitoral” (confiram aqui).  Nas eleições de 2016, o amigo de Bolsonaro se candidatou a vereador em Curitiba pelo PSC, então partido de Bolsonaro, que fez campanha para ele (veja aqui um vídeo), na época o Capitão recebeu 1.129 votos e não se elegeu.

Na eleição de 2018 o rapaz pediu novamente um afastamento da estatal, ele tentou uma vaga para deputado estadual — também pelo PSC e igualmente com o apoio do amigo então presidenciável. Dessa vez a derrota foi ainda maior e Victor obteve apenas 583 votos e, de novo, não foi eleito.

Porém sua vida mudou mesmo com Bolsonaro no Planalto. Foi aí que Victor conseguiu o grande salto da carreira na Petrobras pois passou de um salário atual em torno de R$15 mil reais, passará a ganhar mais de R$50 mil reais por mês e comandará uma das mais importantes gerências da estatal.

 

Com informações do O Antagonista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *