Calendário Bolsa Família 2019

Saibam o dia de pagamento através do calendário do Bolsa Família – Programa do Governo Federal que beneficia 14 milhões de famílias

Calendário do Bolsa Família de 2019. Beneficiários do Programa Bolsa Família podem consultar as datas de 2019 em que o pagamento estará disponível para saque. Para saber o dia em que o valor será creditado, a família cadastrada no programa deve consultar o último dígito do Número de Identificação Social (NIS) impresso no cartão magnético vinculado à sua conta bancária do titular.

Depois de identificá-lo, deve consultar o calendário do programa, que indica, mês a mês, as datas em que a família poderá sacar o dinheiro. Os beneficiários que possuem o cartão com final 1, por exemplo, poderão efetuar a operação no primeiro dia de pagamento – 18 de janeiro -, enquanto aqueles com o final 2 poderão resgatar o recurso a partir do segundo dia do cronograma – 21 de janeiro – e assim por diante.

Segundo as regras do programa, os beneficiários têm até 90 dias para sacar a quantia a que têm direito. O benefício é pago de forma gradual nos dez últimos dias úteis de cada mês. Por isso, o primeiro período de lançamentos do programa será de 18 a 31 de janeiro. De acordo com o Ministério do Desenvolvimento Social, somente em dezembro R$ 2,6 bilhões foram repassados para mais de 14,1 milhões de famílias em todo o país.

O Bolsa Família é um programa de transferência direta de renda para as famílias inseridas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), contemplando famílias em situação de pobreza ou extrema pobreza. Para participar, é necessário que as famílias comprovem renda mensal por pessoa de até R$ 89. Famílias com renda familiar mensal de até R$ 178 por pessoa e que sejam compostas por gestantes, crianças ou adolescentes também podem se candidatar.

Quem atender aos critério de renda e tiver interesse em se inscrever no Bolsa Família deve procurar seu representante local, na prefeitura da cidade onde reside, para se registrar no CadÚnico. Caso tenha dúvidas ou queira mais informações sobre o programa, é possível buscar atendimento pelo telefone 0800 707 2003, serviço oferecido pelo ministério.

CALENDÁRIO BOLSA FAMÍLIA

Quem pode participar do PBF?

O público alvo do programa é constituída por famílias em situação de pobreza ou extrema pobreza.

As famílias extremamente pobres são aquelas que têm renda mensal de até R$ 89,00 por pessoa. As famílias pobres são aquelas que têm renda mensal entre R$ 89,01 e R$ 178,00 por pessoa. As famílias pobres participam do programa, desde que tenham em sua composição gestantes e crianças ou adolescentes entre 0 e 17 anos.

Só pode receber o benefício, as famílias que estejam cadastradas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal, com seus dados atualizados há menos de 2 anos.

Cadastro Único e Bolsa Família em Una

O Cadastro Único para Programas Sociais reúne informações socioeconômicas das famílias brasileiras de baixa renda. Hoje em Una, estamos com o total de 5.502 famílias inscritas no Cadastro Único. O número total de pessoas cadastradas no CAD é de 13.613. Número como referência o mês de novembro de novembro de 2018. No que tange a atualização cadastral, o município está com o índice em 0,88%, com um total de 4.853 famílias com o cadastro atualizado. As famílias no CAD estão divididas:

3.830 com renda per capita familiar de até R$ 89,00;
256 com renda per capita familiar entre R$ 89,01 e R$ 178,00;
653 com renda per capita familiar entre R$ 178,01 e meio salário mínimo;
763 com renda per capita acima de meio salário mínimo.

Dentro do CAD, está o programa de transferência de renda do mundo, o Programa Bolsa Família (PBF). Em dezembro de 2018 o PBF  atendeu as famílias que recebem benefícios com valor médio de R$ 197,64 e o valor total transferido pelo governo federal em benefícios às famílias atendidas alcançou R$ 718.036,00 no mês. Sobre os benefícios pagos, atualmente em Una, 3.435 famílias recebem o benefício básico. O total de famílias que recebem o benefício variável é de 3.846. O Benefício Variável Jovem alcança 630 famílias. O Benefício Variável Nutriz atinge 62 famílias e o Benefício Gestação atinge, no momento, 82 famílias. Já o benefício de superação da extrema pobreza alcança a quantidade de 2.102 famílias.

Ainda temos famílias tradicionais cadastradas no CAD. São elas:

Famílias Indígenas 27 cadastradas no CAD, dessas, 14 estão dentro do perfil do recebimento do PBF.

Família cigana 1.

Famílias extrativistas 23 cadastradas no CAD, dessas, 20 estão dentro do perfil do recebimento do PBF.

Famílias de Agricultores Familiares 203 cadastradas no CAD, dessas, 151 estão dentro do perfil do recebimento do PBF.

Famílias Assentadas da Reforma Agrária 28 cadastradas no CAD, dessas, 22 estão dentro do perfil do recebimento do PBF.

Famílias beneficiárias do Programa Nacional de Crédito Fundiário 1 família.

Família Acampadas 18 cadastradas no CAD, dessas, 16 estão dentro do perfil do recebimento do PBF.

Ainda temos uma família com preso no sistema carcerário. 1 Família em situação de rua. E 4  famílias catadoras de material reciclável.

Em relação às condicionalidades, o acompanhamento da frequência escolar, com base no último bimestre de 2018, atingiu o percentual de 93,0%, para crianças e adolescentes entre 6 e 15 anos, o que equivale a 2.113 alunos acompanhados em relação ao público no perfil equivalente a 2.458. Para os jovens entre 16 e 17 anos, o percentual atingido foi de 76,7%, resultando em 411 jovens acompanhados de um total de 536.

Entenda os tipos de benefícios que são pagos no PBF

Benefício Básico

Concedido às famílias em situação de extrema pobreza (com renda mensal de até R$ 89,00 por pessoa). O auxílio é de R$ 89,00 mensais.

Benefício Variável

Destinado às famílias em situação de pobreza ou extrema pobreza que tenham em sua composição gestantes, nutrizes (mães que amamentam), crianças e adolescentes de 0 a 15 anos. O valor de cada benefício é de R$ 41,00 e cada família pode acumular até 5 benefícios por mês, chegando a R$ 205,00.

  • Benefício Variável de 0 a 15 anos:

    Destinado às famílias que tenham em sua composição, crianças e adolescentes de 0 a 15 anos de idade. O valor do benefício é de R$ 41,00.

  • Benefício Variável à Gestante:

    Destinado às famílias que tenham em sua composição gestante. Podem ser pagas até nove parcelas consecutivas a contar da data do início do pagamento do benefício, desde que a gestação tenha sido identificada até o nono mês. O valor do benefício é de R$ 41,00.

  • Benefício Variável Nutriz:

    Destinado às famílias que tenham em sua composição crianças com idade entre 0 e 6 meses. Podem ser pagas até seis parcelas mensais consecutivas a contar da data do início do pagamento do benefício, desde que a criança tenha sido identificada no Cadastro Único até o sexto mês de vida. O valor do benefício é de R$ 41,00

Benefício Variável Jovem:

Destinado às famílias em situação de pobreza ou extrema pobreza e que tenham em sua composição adolescentes entre 16 e 17 anos. O valor do benefício é de R$ 48,00 por mês e cada família pode acumular até dois benefícios, ou seja, R$ 96,00.

Benefício para Superação da Extrema Pobreza:

Destinado às famílias em situação de extrema pobreza. Cada família pode receber um benefício por mês. O valor do benefício varia em razão do cálculo realizado a partir da renda por pessoa da família e do benefício já recebido no Programa Bolsa Família.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *