Atenção surto de Dengue em Una, vamos agir?

\n
\n

\nUna, 26 de Março de 2013

\n

\nPostagem Di Rusciolelli

\n

\n

\n

\nO Blog Atitude em Una esteve ontem pela manhã na\nSecretaria de Saúde de Una conversando com as responsáveis pela área da\nVigilância Epidemiológica da secretaria. Elas passaram algumas informações para\nnosso Blog, baseadas em números, do estado atual da epidemia de Dengue\nque vem enfrentando nossa cidade.

\n

\n

\n

\nSegundo elas, Una tem hoje 311 casos de Dengue\nnotificados, sendo que desses apenas 56 foram confirmados, 3 são suspeitas de\ndengue hemorrágica e desses 3, um caso foi confirmado. As funcionárias também\ninformaram que as pessoas que estão com suspeita de dengue, devem de imediato\nprocurar a unidade de saúde, pois segundo elas todos os profissionais estão\norientados para cuidar dos casos de maneira mais breve possível.

\n

\n

\n

\nA chefa da Vigilância Epidemiológica, a\nenfermeira Juliana disse que a prefeitura está tentando fazer a parte dela,\nsomente esse ano já foram realizados mutirões nos bairros, onde foram\nencontrados diversos focos do mosquito e realizado a limpeza de alguns pontos.  A enfermeira disse que a população deve se\nconscientizar, pois a dengue está dentro das casas dos moradores, e que os\ndonos dos imóveis tem o dever de se proteger e proteger aos outros. Pois não\nadianta de nada um fazer sua parte e o outro não fazer.

\n

\n

\n

\nOutro fato que chamou a atenção dos profissionais\nnos mutirões foi o descaso como muitas pessoas estão tratando a questão da\ndengue. Uma funcionária relatou que em uma casa, (pasmem) o morador não\nacreditava que um mosquito pequeno fosse causar aquela doença e na outra, o\nproprietário do imóvel ao lhe ser entregue os papéis com as prevenções ele\nsimplesmente jogou no chão e disse que não acredita mais nessas coisas.

\n

\n

\n

\nO Blog Atitude em Una manteve contato com a\nSecretária de Saúde de Una, a professora e psicóloga Marúcia Bahia e a mesma\ndisse que o grande problema foi à falta de cumprimento de metas pelo governo anterior, que não seguiu as\ndeterminações do Ministério da Saúde para o combate à dengue no município.

\n

\n

\n

\nHoje pelo dia, a prefeitura colocou um carro na\nrua informando aos moradores que nos primeiros sintomas de dengue, corram\nimediatamente ao posto médico de seus respectivos bairros. O carro de som\ntambém está falando dos cuidados que as pessoas devem ter.

\n

\n

\n

\nÉ do conhecimento do Blog Atitude em Una, que\nalguns terrenos abandonados na cidade vêm sendo principais focos da dengue na\ncidade, e quando questionamos isso a enfermeira Juliana a mesma disse que a\nSecretaria de obras cuida de alguns casos específicos, porém cabem aos donos\ndos imóveis o cuidado e o zelo pela limpeza dos locais.

\n

\n

\n

\nTambém é do nosso conhecimento que em alguns\ncasos, não houve o pronto atendimento no Hospital Municipal Frei Silvério,\nconforme informou acima uma das funcionárias da secretaria de saúde, pois houve\ncerta demora no atendimento e alguns pacientes preferiram ir à clinicas\nparticulares.

\n

\n

\n

\nA verdade é que para acabar com a dengue deve ser\nrealizada uma parceria entre o poder público municipal e a população, e cabe a\npopulação nesse caso, a maior responsabilidade, pois a prevenção começa em\ncasa. Não adianta de nada a prefeitura está imbuída em resolver os problemas,\ncolocar os agentes de saúde nas ruas, eles realizarem seu trabalho com\nmaestria, se dentro das casas os moradores não tomarem cuidado com o perigo que\nos cerca.

\n

\n

\n

\nSUGESTÃO DO BLOG ATITUDE EM UNA

\n

\n

\n

\nInvestigando na internet algumas\nideias para ajudar no combate a dengue, encontramos uma tese de doutorado de\numa cientista paulista, a bióloga Alessandra Laranja, do Instituto de\nBiociências da UNESP, ela descobriu que a borra de café produz um efeito que\nbloqueia a postura e desenvolvimento do AEDES AEGYPTI, o mosquito que transmite\na doença.

\n

\n

\n

\nSegundo a pesquisadora o processo\né extremamente simples: O mosquito pode ser combatido colocando-se borra de\ncafé nos pratinhos de coleta de água dos vasos, nos pratos dos xaxins, dentro\ndas folhas das bromélias e o café que é produzido todos os dias, em\npraticamente todas as casas, a custo ZERO.

\n

\n

\n

\nO único trabalho é o de colocar\nnas plantas, e jogar sobre o solo do jardim e quintal. Os especialistas em\nsaúde pública, entre elas médicos sanitaristas estão saudando a descoberta de\nAlessandra, uma vez que, além da ameaça da dengue tipo 3,possível de acontecer\ndevido às fortes tempestades de final de ano, ainda surge outra ameaça\nproveniente do exterior: a dengue tipo 4.

\n

\n

\n

\n

\n

\nAinda, segundo a bióloga, 500 microgramas\nde cafeína  por mililitro de água\nbloqueia  o desenvolvimento  da larva no segundo, de seus quatro\nestágios  e reduz o tempo de vida dos mosquitos adultos. Em seu estudo ela demonstrou que a cafeína da borra de\ncafé altera as enzimas ESTERASES responsáveis por processos fisiológicos\nfundamentais com o metabolismo hormonal.

\n

\n

\n

\nCOMENTÁRIOS DI RUSCIOLELLI

\n

\n

\n

\nBom, se funciona ou não, não\ntestamos. Cabe realizar os testes. Portanto ainda fica a velha dica, prevenção\nem casa e consciência de cada um deve fazer sua parte é o melhor remédio para\nresolver esse problema.

\n

\n

\n

\n

\n

\n

\n

\n

\n
\n

\n

\n

\n

\n

\n

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *