Lula causa comoção no programa do Ratinho e diz: “Só saiu de novo a presidência se a Dilma não quiser sair, não posso deixar um tucano voltar.”

\nUna, 01 de Junho de 2012
\nPostagem Retirada do site: Jornal do Brasil e Vejo Una.com
\n

\n

\n

\nPela primeira vez desde que se curou do câncer da laringe, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva concedeu entrevista em um programa de TV. Em aproximadamente uma hora de entrevista e deixando o programa em segundo lugar na audiência, um Lula rouco falou sobre a sua doença, sobre o governo Dilma, sobre a gestão de Fernando Haddad frente ao Ministério da Educação, sobre a candidatura de Haddad em São Paulo e rapidamente falou sobre o episódio Gilmar Mendes. O ápice do programa aconteceu quando Ratinho perguntou sobre a sua intenção em voltar ao governo. ‘A única possibilidade de voltar ao governo seria se a Dilma não quisesse se reeleger. Não posso deixar que um tucano volte a governar’, disse o ex-presidente muito aplaudido. ‘José Serra você se ferrou’, emendou Ratinho.

\n

\n

\n

\n

\n

\nConvidado do Programa do Ratinho, no SBT, Lula mencionou, rapidamente, a polêmica em que foi envolvido após declaração do ministro do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes, que afirmou a uma revista que Lula teria feito pressão para um julgamento parcial do escândalo do mensalão. 

\n

\n

\n

\n”Quem inventou esta história vai ter que acreditar nela. O tempo se encarrega de acomodar as coisas”, disse.

\n

\n

\n

\n

\n

\n

\n

\n

O ex-presidente Lula ontem no programa do Ratinho

\n

\nQuestionado sobre os problemas na saúde pública pelo apresentador, o ex-metalúrgico os atribuiu ao fim da CPMF. Lula lamentou que a bancada de oposição ao seu governo no Congresso Nacional tenha retirado o imposto sobre operações financeiras, que ficou conhecido como “imposto do cheque”, e servia para financiar a Saúde. O ex-presidente disse que os parlamentares lhe “tiraram R$ 40 bilhões” por “vingança”. “Me tiraram a CPMF, que é um imposto de rico, por vingança. Achavam que estavam me atacando, mas estavam atacando o povo brasileiro”, disse Lula.

\n

\n

\n

\nEm tom descontraído, o programa teve afagos constantes entre Lula e Carlos Massa, conhecido como Ratinho. “Sempre fui admirador dele, desde 1982. Vamos trabalhar em televisão”, brincou Ratinho. “Muita gente estranha por que (conceder a primeira entrevista) no Ratinho e eu digo: ‘porque já comi rabada na casa do Ratinho e porque ele comeu rabada na granja do Torto’. Somos amigos. Amizade não tem preço”, disse Lula. 

\n

\n

\n

\nAntes da chegada do ex-presidente, Ratinho afirmou que ele não passaria por perguntas constrangedoras. “O presidente é convidado deste programa, ele não é mais presidente, não tem que ser cobrado por nada”, disse.

\n

\n

\n

\nLula foi acompanhado por aliados, como o prefeito de São Bernardo do Campo, Luiz Marinho (PT), e pelo ex-ministro da Educação e pré-candidato do PT à prefeitura de São Paulo, Fernando Haddad. “Eu achava que era o momento de apresentar uma coisa nova para a cidade”, disse o ex-presidente, perguntado sobre por que havia escolhido Haddad para a campanha.

\n

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *