Dejair toma porrada no TCM mais uma vez.

O prefeito de Una, no sul da Bahia, Dejair Birshner (PP), perdeu mais uma batalha jurídica e está a um passo de perder os direitos políticos durante oito anos. Nesta quarta (18), o Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) voltou a condenar o político e os conselheiros mantiveram o parecer que rejeita as prestações de contas do gestor relativas ao exercício de 2010.

A Corte já havia rejeitado as finanças de Dejair, mas o prefeito entrou com um recurso pedindo reconsideração. Só que foi em vão. Ele não conseguiu descaracterizar todos os elementos que comprovaram as irregularidades em sua gestão e o conselheiro Francisco de Souza Andrade Netto, relator do processo, bateu o martelo pela reprovação. O TCM manteve ainda duas multas contra o pepista, uma no valor de R$ 42 mil e outra de R$ 5 mil.

E não é só isso. Depois dessa derrota, o prefeito estará mais uma vez no banco dos réus ainda nesta semana, só que agora por um delito ainda mais grave que pode culminar até na prisão do político, de acordo com a acusação do Ministério Público. Está previsto para esta quinta-feira (19), o julgamento sobre o processo de estupro e corrupção de menores. Segundo a denúncia do MP, Dejair abusou sexualmente de três garotas em 2008, mas um jogo de empurra veio adiando o resultado do processo. Na época, o caso ganhou projeção em toda imprensa baiana.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *