Hoje são nossos jovens que precisam de Independência. Mais morte na Colônia.

 Una, 07 de Setembro de 2011
\n
\n
Caros amigos e amigas do Atitude em Una,
As postagens abaixo não são minhas, as retirei do Blog Colônia na Mídia. Até por que diante de uma barbaridade dessa, e de mais uma vez nossa juventude se perder por nada, fico até sem palavras para pensar e dizer alguma coisa. A verdade é que esse crime aconteceu no domingo, eu já sabia dele, não postei por que não tinha informações do acontecimento, como tampouco as tenho direito. Não fui a Colônia saber dos fatos, primeiro por que não tenho tempo, e segundo não gosto de ficar falando muito sobre esses assuntos aqui no Blog, principalmente quando se tem imagens fortes como as que vocês irão ver abaixo.
\n
Aviso desde logo, que as imagens abaixo são fortes.
\n
Quanto as postagens retiradas do Blog Colônia na Mídia, eu retirei algumas coisas para não ficar maior ainda. O moderador do referido Blog fez três postagens sobre esse assunto, uma logo no dia do acontecimento fátidico e duas nos dias que se seguiram. Em uma delas uma morador que prefere não se identificar, se autodenomina como Martin Luther King e dá um depoimento interessante sobre a situação da Colônia e de nossa cidade em geral.
\n

\n
POSTAGEM 1 – Retirada do Blog Colônia na Mídia
Segundo essa postagem, estava ocorrendo um Torneio de Futebol em Colônia, no dia 04/09, no domingo passado. Evento esse em que todos se divertiam. Derrepente em um galpão acontecia uma discussão que acabou em tiros e facadas. Dois jovens foram brutalmente esfaqueados, um que foi identificado pelos familiares, chegou recentemente em Colônia infelizmente não resistiu e morreu no local, o outro é foi o jovem Jabinho que foi transferido urgentemente para Ilhéus com diversas facadas pelo corpo. 
Ainda, segundo o Blog Colônia na Mídia, os jovens foram brutalmente esfaqueados em frente ao posto de policiamento de Colônia. O amigo blogueiro se revolta e diz: “Quando eu falo que nós estamos jogados as mínguas e as moscas, tem gente que fica com raivinha. Cadê o policiamento de Colônia Senhor Prefeito será que você não vê que vai morrer mais gente aqui?”
Ele continua e diz: Gente o que me deixou mais revoltado foi à falta de sensibilidade dessas pessoas que se dizem políticos de Una. Segundo ele o corpo do rapaz ficou no local do crime de 14h30min do domingo a tarde, até as 10h30min, doa segunda, dia seguinte. O Pai do rapaz ficou a noite toda no local do crime na chuva, esperando o recolhimento do corpo do filho. 
Postagem 2 – A carta de um morador que preferiu não se identificar. Dessa não tirei e não acrescentei nada.
\n

\n

Carta de morador indignado! 
\n
Convocação/indignação! 
\n
Prezados amigos, leitores e comunidade geral de Colônia, Una e interessados em um Mundo de paz, fraternidade e dignidade. 
\n
O que me assusta não são as ações e os gritos das pessoas más, mas a indiferença e o silêncio das pessoas boas. 
\n
Martin Luther King, em luta pela violência contra os negros nos EUA 
\n
Fiquei perplexo no último domingo 04/09, quando passeava em “minha querida terra” Colônia de Una por volta das 14 h da tarde e uma multidão de pessoas dirigia-se para a praça da liberdade de Colônia por causa de uma noticia assustadora: Dois jovens teriam sido esfaqueados, levando-os até a morte por outros jovens naquele momento. Essa praça que traz um nome tão forte liberdade: crianças brincam, pessoas passeiam e agora crimes acontecem em plena luz do dia.  
Fiquei escarnecido, perplexo, indignado, assustado e revoltado por tamanha barbárie. Por ver nossa querida Colônia, local que há poucos anos era visto como tranqüilo e ideal para se viver em paz. Local também com grande potencial humano, agrícola, cultural e econômico e acima de tudo lugar pra viver em paz, pois as maiorias das pessoas se conhecem e se respeitavam como uma verdadeira família unida. Porem nos últimos anos estamos assistindo uma serie de atos violentos que podem muito bem serem titulados como: “a barbárie contemporânea” pergunto: Quantas pessoas ainda terão que morrer para que a sociedade civil organizada tome atitude frente a essas atrocidades?  
É isso que mais me assusta: o silêncio e a indiferença das pessoas boas e autoridades competentes diante de tanta violência. Não podemos assistir a isso de braços cruzados e apenas reclamar das autoridades sem tomar atitudes frente a isso. Precisamos verificar as causas, o processo como isso ocorre e perceber as conseqüências dessa falta de organização social. Essas causas têm origem na falta de estrutura da sociedade geral: primeiro a família que não consegue passar os princípios e valores éticos de vida e amor ao próximo, a escola falha por falta de estrutura e despreparada para essa geração e a influencia dos meus de comunicação que mostram uma cultura de violência e o Estado que não consegue cumprir a lei, ficando uma sensação de impunidade e insegurança, o que incentiva os crimes e barbaridade. Além disso, o mundo das drogas que buscam nossos jovens na porta das escolas, potencializando os jovens à barbárie ou crimes dessa natureza. Segundo psicólogos esse tipo de crime gera esta tos social ao criminoso como em outras épocas da humanidade. 
Pergunto novamente: como resolver isso? Quais as principais atitudes a serem tomadas? 
\n
Pensamos sempre em culpados, cruzamos os braços, dizemos que não e da nossa conta. Quando calamos, estamos consentindo e esperando que outros tomem atitude por nos. Pois se nos unirmos podemos sim fazer algo pra resolver. Porém se sonhamos só são apenas sonhos, mas se sonhamos juntos vira realidades e é isso o primeiro passo: querer, unir e agir, ter atitude planejada, pois não podemos achar que a violência e o crime são normais, assim teremos instituídos entre-nos a barbárie. 
\n
Não podemos é ver nossos jovens se destruindo dessa forma, pois nossos filhos, sobrinhos, netos e amigo estão crescendo neste lugar e o futuro deles está ameaçado e devemos zelar por esse futuro! 
\n
“Primeiro exigir com ações radicais a SEGURANÇA QUE É UM DIREITO CONSTITUCIONAL DE TOSOS OS CIDADÃOS” 
\n
Art. 144. A segurança pública, dever do Estado, direito e responsabilidade de todos, é exercida para a preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio, através dos seguintes órgãos: 
\n
I – polícia federal; II – polícia rodoviária federal; III – polícia ferroviária federal; IV – polícias civis; V – polícias militares e corpos de bombeiros militares. 
\n
Olhem o conceito de segurança! 
\n
SEGURANÇA PÚBLICA é um conjunto de procedimentos, dispositivos e medidas de precaução, para assegurar à população estarem livres do perigo de danos e riscos eventuais à vida e ao patrimônio. É um conjunto de procedimentos políticos e jurídicos destinados a garantir a ordem pública na convivência pacífica de homens em sociedade. 
\n
Segundo é preciso repensar a estrutura de nossas famílias, nossas escolas e nossa sociedade: filhos criados sem limites, sem pai ou sem mãe, sem emprego, sem lazer, sem renda, sem escola preparada, sem cursos profissionalizantes, enfim sem dignidade pra todos. Assim são rapidamente atraídos para o mundo das drogas, violência e criminalidade. 
\n
Assim, a mudança deve ser estrutural, ou seja, mudar essa estrutura social, o que é muito possível, pois nosso país vem crescendo muito na economia mundial e precisa rever essas questões sociais pra continuar crescendo e nos devemos reivindicar essas mudanças também em nosso município. 
\n
Porem existe outras formas preventivas que podemos tomar: na família, por exemplo, observar todos os passos dos filhos, desde a infância vendo com quem anda o que está aprendendo nas ruas, escola, televisão e etc. Orientar e impor limites, pois em casa somos as autoridades e devemos cumprir com nossos deveres. Sendo sempre um referencia para nossos e um exemplo para eles. 
\n
Em terceiro e último temos que mobilizar a sociedade com varias atitudes: parar escolas, fechar estradas, convocar imprensa até que os até que as reivindicações sejam resolvidas, pois algumas coisas dependem de pessoas que estão longe daqui, como governo do estado, com filhos protegidos enquanto os nossos não. Pois não podemos aceitar isso de braços cruzados 
\n
Outro exemplo é cadê os programas sociais que incentive nossos jovens a ao bem, como os esportes e cultura (cadê nossas praças e quadras de esporte?) cursos e atividades que integrem todos os jovens e principalmente as crianças, pois alguns estão desde cedo usando drogas e portando armas. 
\n
Diante dessa situação: 
\n
Convocamos toda a população: instituições em geral (igrejas, associações, comerciantes, fazendas e etc.) a participar de uma campanha contra a violência e a favor da paz em Colôniaidéia e seu apoio, participe de abaixo assinados, reivindicões e etc. 
\n
Pois a união faz a força! E todos juntos podemos resolver esses problemas e viver num local onde reine o amor ao próximo e a prosperidade da paz! 
\n
O que me assusta não é a violência de poucos, mas a omissão de muitos. Temos aprendido a voar como os pássaros, a nadar como os peixes, mas não aprendemos a sensível arte de viver como irmãos. 
\n
\n
\n
De um morador indignado!
\n
\n
\n

\n

\n

Moradores consternados e preocupados com a violência no pacato Distrito da Coloônia de Una.
\n
\nPOSTAGEM 3 – POESIA
\n
Essa poesia achei interessante para mostrar aos jovens que tem acesso ao Blog Atitude em Una, e servir como um alerta, para que os mesmos não comentam os mesmos erros de se envolverem com drogas e brigas. Não estou aqui dizendo que o que morreu, ou o que esfaqueou e o outro que foi esfaqueado, são usuários de drogas. Mas tudo indica que sim. E se são, infelizmente cometram essa tremenda burrada na vida deles. Não use drogas juventude.

JOVEM SEM RUMO: CADÊ SEU FUTURO?

Jovem: futuro da sociedade
\nVocê que se refugia nos bares
\nSe esconde atrás das garrafas
\nE da fumaça do seu cigarro
\nCadê seu futuro? 
\nVocê que curte sexo, drogas e rock’roll 
\nCadê seu futuro?
\nVocê perdido no mundo das drogas
\nViolência, criminalidade,
\nMarginalidade, prostituição
\nInjustiça social,
\nSofrendo a injustiça,
\nCadê seu futuro? 
\nVocê que mora na rua, debaixo do viaduto 
\nCadê seu futuro?
\nVocê que busca o primeiro emprego
\nE as portas se fecham diante de ti,
\nVocê que é trabalhador
\nQue não é valorizado
\nCadê seu futuro?
\nLevante Jovem, você está vivo! 
\nConstrua o alicerce, a base de seu futuro 
\nAjude a quem precisa de ajuda 
\nRenuncie a esta vida de morte 
\nNão cruze os braços 
\nAlguém morreu de Braços abertos por amor a você!
\nLevante Jovem, ânimo!
\nPara que ao fim da jornada
\nNão se pergunte
\nCadê seu futuro?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *