28 de Agosto de 2011 – Dia em que parte da história de Una foi ao chão, mais uma vez.

Postagem, fotos e vídeos: Di Rusciolelli
Assim como no primeiro mês de mandato da atual gestão “Nova Visão, Novo Tempo”, mais um símbolo da nossa cidade foi ao chão, na época foi a Palmeira Imperial que ficava em frente a prefeitura. E hoje os famosos pés de eugênia, árvores de mais de 50 anos, com certeza parte da nossa história. Algumas pessoas que passavam pelo local comentaram isso, algumas outras davam risada. Mas a verdade é que ninguém, mas ninguém mesmo está muito feliz por isso ter acontecido.
Os “donos da cidade”, mais uma vez, agem de forma arbitrária, como se a cidade fosse o quintal da casa deles, que está cheio de mato e precisa ser capinado. A quem diga que eles tinha autorização do IBAMA. Também tem quem diz que não, eles não tinham essa autorização. E também tem os que dizem que por não se tratarem de árvores protegidas por lei, poderiam ser derrubadas ao bel prazer dos mandatários da cidade.
Essa é a penúltima vez que vi o último pé de eugênia

\

Essa é a última foto de um dos pés de eugênia de pé. Segundos depois dessa foto,  aquele trator a derrubou.

 

Fato é que as árvores já não existem mais. Hoje, pela manhã, estive presente, vi e filmei  o último dos pés de “jambo” para uns, ou de “jambre” para outros, cair, e confesso, escutei os gemidos da pobre árvore.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *