APLB – CARTA À COMUNIDADE UNENSE

Una, 05 de Maio de 2011
\n
Abaixo está descrito o texto em seu conteúdo real, cada vírgula e formatação de texto, da carta que o sindicato dos professores e os professores estão distribuindo nas ruas para mostrar a comunidade unense que a causa deles é válida. Segue abaixo:
\n
No dia 24 de Fevereiro de 2011, o Governo Federal, atráves do MEC, reajustou em 15,84% o PISO SALARIAL DO PROFESSOR que corresponde a R$ 1.187,97, retroativo a 1º de Janeiro de 2011.
No entanto até a presente data, o Prefeito Dejair Birschner resiste em cumprir a Lei do Piso, alegando a falta de recursos.

\n
Não faltam recursos, de Janeiro a Abril de 2011 o valor do FUNDEB aumentou em 28,6% (isso foi mostrado aqui no meu blog), atingindo o valor de R$4.016.837,82 (quatro milhões e dezesseis mil e oitocentos e trinta e sete reais e oitenta e dois centavos). Como podem perceber a alegação não procede.

\n
Portanto informamos aos pais, estudantes e comunidade em geral, a situação em que nos encontramos e que continuaremos usando as formas que temos legalmente para garantir nossos direitos a salário digno, com paralisação por tempo indeterminado.

\n
É inaceitável que, nós que “carregamos a educação nas costas”, não sejamos respeitados quando a questão é salário. Por isso, pedimos a toda a comunidade que analise a situação e nos dê o seu apoio, porque a nossa luta é justa.

\n
APLB – SINDICATO DOS TRABALHADORES EM EDUCAÇÃO DO ESTADO DA BAHIA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *