OFICICIAIS ADMINISTRATIVOS DE UNA CONTINUAM COM SEUS SALÁRIOS REDUZIDOS

O Sindicato dos Servidores Públicos da cidade de Una (Sul da Bahia) clama pelo que estão vivendo os 76 (setenta e seis) servidores, situação desagradável que vem comprometendo diariamente o sustento da base dos respectivos familiares. A diretoria do Sindicato tem efetivamente se colocado em uma posição de diálogo junto a Administração Municipal para acabar com o sofrimento de todos, cumprindo o seu papel de defender os interesses de toda categoria, reconhecendo que o gestor municipal concedeu no mês de Dezembro/2009 aos demais servidores os reajustes esperados, mas deixou sem solução aprazível os Auxiliares e Oficiais Administrativos. Após esperar três meses, o Sindicato foi obrigado a iniciar uma ação judicial no dia 30 de março de 2010, para tentar conseguir o reajuste salarial que a classe espera já há doze anos.
O Presidente José Carlos F. Ferreira (Zé Linguiça) foto, ouvindo as reclamações diariamente dos servidores por sofrerem constrangimentos dos seus credores e fornecedores, vem tornando público através de denuncia nos jornais a toda comunidade e região que os Auxiliares e Oficiais Administrativos, ainda continuam recebendo os seus salários reduzidos, os Auxiliares recebiam em torno de R$ 942,00 e foi reduzido para o salário mínimo e os Oficiais que recebia em torno de R$ 2.043,00 e foi reduzido para R$ 700,00. É lamentamentável, por que a maioria deles tinha contraído empréstimos e com a ação do gestor municipal de fazer questão de reduzir os salários, em Fevereiro/2009, de todos os servidores.
O Sindicato também enviou um ofício nº 013/10 em 25 de Maio/2010 a Câmara de Vereadores, reivindicando apoio na solução do problema, e com uma posição exemplar o vereador Romualdo C. do Nascimento fez um pronunciamento no grande expediente reconhecendo que esses servidores realmente foram excluídos, em apoio ao seu pronunciamento o vereador Nilton Nogueira da Silva pediu à parte e proferiu palavras de apoio reforçando e abrilhantando ainda mais os pedidos ao Sr. Prefeito Dejair Birschnner que no momento se adentrava no plenário da Câmara ficando apenas na escuta das palavras, todavia, e numa demonstração de tristeza pelos servidores os demais vereadores e vereadoras presente na sessão não fizeram nenhum pronunciamento, reconhecendo o papel do sindicato.
A Administração Municipal reconhece claramente o problema em questão dos Auxiliares e Oficiais Administrativos, tanto o Prefeito, quanto o Secretário de Finanças e a Secretária de Saúde já comentaram várias vezes com alguns servidores e servidoras o intuito de se reunirem e finalmente sanar essa pendência. Mas os servidores estão cansados de esperar mês a mês e nada acontece. Os servidores estão sentindo-se humilhados, não tem mais confiança, e confessam que se não fosse o Sindicato, certamente todas as categorias estariam prejudicadas.
Veja também no Jornal Tabu – Redução de salário pode ser resolvida em breve em Una

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *