PREFEITURA DE UNA É DENUNCIADA NO IBAMA

Por Luiz Lima

Endereço Eletrônico: [email protected]
Contato: (073) 9956-2813
(tem notícia – faça contato)

A Prefeitura Municipal de Una (cidade localizada no Sul da Bahia), foi denunciada junto ao IBAMA, pela Fazenda Agro Industrial Ghilaine/Esmeralda, localizada na Rodovia Uma/Canavieiras km 0, pertencente a família de procedência Belga Vandenscrick, por ter destruído cerca de 5 mil metros quadrados de Mata Atlântica dentro da fazenda e sem nenhuma autorização oficial.
Segundo o Inventariante da Fazenda Pierre Vandenscrick, o objetivo do desmatamento feito com Trator, era pegar sem nenhuma autorização, cascalho existente no local. Pierre afirmou que apesar do desmatamento, não houve tempo para a retirada do material, e caso isso tivesse acontecido, caberia também, uma queixa de roubo na Delegacia de Polícia.
Contudo, segundo o inventariante, o departamento Jurídico da Fazenda já está providenciando uma ação de indenização por danos materiais, pois até a cerca do local foi arrancada.
Essa não é a primeira ação arbitrária que a Prefeitura Municipal de Una comete. Recentemente, segundo o presidente do Sindicato dos Produtores Rurais que fica localizado na Av. Getúlio Vargas, (ao lado da CEPLAC), um veículo tipo camioneta branca com dois funcionários, foi pega retirando área do Sindicato e foi apreendida dentro da área Federal até a chegada da Polícia que intermediou o caso, sendo que o responsável da Prefeitura presente se comprometeu a devolver a área, coisa que, segundo o presidente, nunca aconteceu.
O responsável da Fazenda Gilaine/Esmeralda afirmou que a denúncia foi feita tanto na sede do IBAMA da vizinha cidade de Ilhéus, quanto na Sede do Ministério do Meio Ambiente em Salvador (capital do Estado), para evitar qualquer tipo de tráfego de influência. Pierre ainda afirmou que foram distribuídas cópias da denúncia para o IMA (Instituto de Meio Ambiente do Estado da Bahia), Ministério Público e DERBA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *