Una: Começou a campanha de multi-vacinação de crianças e a vacinação anti rábica de cães e gatos

 \r\n

Por Di Rusciolelli – Informações da Secretaria de Saúde de Una

\r\n

A secretaria de saúde de Una já começou com a multi-vacinação de crianças de 0 a 14 anos. Pais e mães devem levar seus filhos para as unidades de saúde e conferir se está faltando alguma vacina nos pequenos. Mantendo assim as crianças e adolescentes imunizados contra as principais doenças que afligem pessoas dessas idades. Ao todo o calendário básico de vacinas são 16 vacinas.

\r\n

A multi-vacinação começou no último dia 11 e irá se estender até o dia 22 desse mês. Os pais ou responsáveis devem se dirigir com as crianças até a unidade de saúde de seu bairro ou distrito. Todas as unidades de saúde do centro, bairros e distritos estão realizando a vacinação. O horário de funcionamento das unidades dos bairros e distritos é de 8hs até às 16hs. E o horário de funcionamento do Centro de Saúde é das 8hs até às 17hs. Além disso a equipe volante de vacinação está percorrendo a zona rural para atender todo o município.

\r\n\r\n\r\n \r\n\r\nNão esqueçam também dos seus animais de estimação\r\n

Também é muito importante que os moradores de Una que criam cães e gatos fiquem atentos com a vacinação desses animais. A campanha de vacinação anti rábica começou dia 01/09 e vai até 16 de outubro. Cães e gatos devem ser vacinados contra a raiva a partir dos 3 meses de idade. Vale lembrar que a doença é transmitida por um vírus que se alastra pelo sistema nervoso central de animais domésticos ou selvagens, podendo atingir o homem. Por isso se faz necessário a vacinação.

\r\n

Na sede da cidade há um posto fixo funcionando de segunda a sexta, no horário das 08hs até às 12hs e de 13:30 às 16hs. O ponto fixo fica localizado no prédio do antigo CMAFA, pela entrada de baixo, na Rua Alice Fuchs. Além disso, as equipes de vacinação estão indo na zona rural realizar as vacinas. Segundo a secretaria de saúde há uma meta de 80% de vacinação. E na cidade existem 3265 cães e 716 gatos.

\r\n

A raiva não tem cura

\r\n

\r\nA raiva é transmitida para o homem pela saliva, mordida ou lambedura do animal doente, principalmente se tiver algum tipo de ferida na pele. Os principais sintomas da doença no animal são a falta de apetite, alterações de comportamento e agressividade. A recomendação é de que, caso o animal apresente qualquer sintoma, o dono procure um veterinário imediatamente.\r\nA imunização é importante para evitar que o animal morra, uma vez que a raiva não tem cura.

\r\n

Em agosto do ano passado a cidade de Una identificou um caso de raiva. Um jumento agrediu várias pessoas e teve que ser sacrificado. Uma mulher foi mordida pelo animal, porém para a sorte dela, no momento a secretaria de saúde tinha o soro e ela foi prontamente atendida.

\r\n 


Comentários fechados.