STF condena ex-senador Azeredo (PSDB) há 20 anos de xilindró

Imagem da internet - Tucano vai ver o sol nascer quadrado
Imagem da internet – Tucano vai ver o sol nascer quadrado

O ex-senador e  ex-deputado federal Eduardo Azeredo (PSDB) foi condenado, em primeira instância, há 20 anos e 10 meses de prisão, em regime fechado, pelos crimes de peculato   – que é o desvio de bens praticado contra a administração pública por servidor público – e pelo menos, seis crimes de lavagem de dinheiro. A sentença foi proferida nesta quarta-feira (16) pela juíza da 9ª Vara Criminal de Belo Horizonte, Melissa Pinheiro Costa Lage. Da decisão cabe recurso e ele pode recorrer em liberdade.

Azeredo foi condenado por crimes cometidos durante a campanha eleitoral pela sua reeleição ao governo de Minas Gerais, em 1998. Processo conhecido como o Mensalão Tucano.

Cabe recurso da decisão.


Comentários fechados.