Prefeitura de Mucuri contratou empresa de dedetização por R$ 3 MI

Prefeitura de Mucuri contratou empresa de dedetização em contrato suspeito por R$ 3 MI.

\r\n

Prefeitura de Mucuri contratou empresa
Prefeito se elegeu de maneira avassaladora pregando transparência e mudança nos hábitos políticos
\r\n

A prefeitura de Mucuri contratou uma empresa para dedetizar as ruas da cidade de maneira fraudulenta. É o que afirma o site Zero Hora Documentos obtidos pelo site Zero Hora, dão conta dos autos do pregão presencial para registro de preço nº 063/2017.

\r\n

A empresa irá prestar serviços de dedetização, desratização, descupinização e desalojamento de pombos e morcegos nas áreas internas e externas no município. A licitação ocorreu na sala da comissão permanente de licitação, na sede da prefeitura no dia 25 de julho de 2017 às 11:30 da manhã.

\r\n

Porém, o que chama atenção na empresa que a prefeitura de Mucuri contratou, segundo o site, a mais cara do país nesse segmento, é que ela está registrada no nome de um micro empreendedor individual.

\r\n

O site Zero Hora ainda afirma que além do valor milionário da licitação, no certame licitatório, foram utilizados documentos falsos. Além disso, as regras do edital foram modificadas. Mas outra coisa que chama bastante atenção, é o fato de que o MEI, pouco tempo antes da licitação alterou o “CNAE” (Cadastro Nacional de Atividade Econômica).

\r\n

Segundo as regras vigentes no país, um MEI, tem que ter, por lei, um faturamento bruto estimado em apenas R$ 60.000,00 (sessenta mil reais). Mas, o vencedor da licitação, ganha uma disputa, onde irá lucrar por ano, o valor de R$ 3.247.000,00 (três milhões e duzentos e quarenta e sete mil reais).

\r\n\r\n

UTILIZAÇÃO DE DOCUMENTOS FALSOS PARA FRAUDAR A LICITAÇÃO

\r\n

\r\n\r\n\r\n

Prefeitura de Mucuri contratou empresa
Documento obtido pelo site Zero Hora
\r\n

O site Zero Hora ainda disse que ao contrário do que reza a lei de licitações, no momento da realização da cotação, foi informado quantidade inferior à demandada na licitação. Sendo assim, as empresas efetuaram cotação abaixo da suposta necessidade da prefeitura de Mucuri, o que é vedado.

\r\n

Mas o pior ainda veio depois, a reportagem do Zero Hora entrou em contato com as empresas participantes do processo licitatório,  e descobriu um “mar” de fraudes e crimes contra à administração pública.

\r\n

A equipe do site esteve na cidade Itamaraju, e conversaram com a responsável pela empresa DEDETIZADORA MAX. Assim que o documento foi mostrado para a Sra. Marcelle, ela foi enfática em afirmar que “trata-se de uma falsificação grosseira. Nunca fornecemos nenhum tipo de cotação para a Prefeitura de Mucuri. Eu vou processar eles. Isso é crime!”.

\r\n

Após isso, eles se dirigiram até a cidade de Teixeira de Freitas, à sede da micro empresa, AILTON GONÇALVES SOARES, nome fantasia AG DEDETIZADORA. Trata-se de um micro  empreendedor individual – MEI. E lá, quem atendeu foi a esposa do dono da empresa, a Sra. Edileuza, que disse que o marido montou a empresa em 2016. Na época ele trabalhava como funcionário para a empresa D LIMP DESINSETIZADORA LTDA. Porém, pouco tempo depois foi demitido e, desde então nunca utilizou a empresa.  Assim como a outra senhora, assim que a reportagem do Zero Hora mostrou a cópia do documento utilizado na licitação, a Sra. Edilzeuza afirmou categoricamente: “essa não é a assinatura do meu marido. Isso é uma falsificação”. Por telefone, até o dono da empresa negou participação no certame.

\r\n

Por fim, o site Zero Hora esteve na sede da empresa D LIMP DESINSETIZADORA LTDA. Lá, eles foram atendidos pela Sra. Glice que é a proprietária da empresa. Ela disse que costuma participar de licitações, mas que quem cuida dessa parte é seu filho. Mas, assim como os outros, quando a equipe do site mostrou o documento oficial com sua assinatura, a senhora Glice disse: “É falso. Essa assinatura não é a minha. Anda erraram meu nome ao assinar, pois, assinaram ‘Gleice’. E na verdade é ‘Glice’. Tenho 13 anos que trabalho com essa empresa. Sou nascida e criada na cidade. Sou honesta, não aceito coisa errada em meu nome”.

\r\n

O site Zero Hora não disse na postagem se algum órgão do governo se manifestou. Fato é que a prefeitura de Mucuri contratou  empresa de maneira suspeita.

\r\n

O site Zero Hora segue com mais detalhes do que, ele mesmo, chamou de maior esquema de fraude que a cidade de Mucuri já viveu. Veja mais sobre a Prefeitura de Mucuri contratou empresa, clicando aqui: https://zerohoranews.com.br/politica/319-fraude-prefeito-de-mucuri-contrata-empresa-de-dedetizacao-por-mais-de-3-milhoes-de-reais.html


Comentários fechados.