SINDICATO REALIZARÁ GRANDE SEMINÁRIO DE AGRICULTURA FAMILIAR

POR: LUIZ LIMA

O Sindicato dos Produtores Ruais de Una estará realizando o 1º Seminário da Agricultura Familiar no município, dias 21 e 22 de março, com as temáticas ¨sócio-econômico do pequeno produtor¨ e ¨formento na produção¨, com a participação de mais de 300 produtores de toda a região. Segundo o presidente do Sindicato, o Seminário tem como objetivo a melhoria da qualidade de vida do pequeno produtor em seu habitat, e o aumento da produtividade dos diversos cultivos realizados pelos produtores. O evento oferecerá diversas dinamicas, a exemplo de debates, discurssões sobre os temas técnicos fandamentais para o aumento da qualidade de vida do produtor e sua produção. Na oportunidade, estarão presentes o presidente da Federação de Agricultura do Estado da Bahia, presidente do Conselho do SEBRAE, Superintendente do SENAR (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural), deputados e outras autoridades relacionadas ao tema. O evento conta com o apoio de diversas instituições do Estado, da Biobrax, Banco do Nordeste, Banco do Brasil, MDA, EBDA, INCRA e outras instituições.


PRODUTORES DE UNA TEM FINANCIAMENTO PARA O CULTIVO DO DENDÊ

POR: LUIZ LIMA

Os Produtores Rurais de Una já podem contar com o financiamento para o cultivo do Dendê oferecido pelo Banco do Nordeste e com a garantia de mercado em contrato pela Biobrax, empresa de beneficiamento do biodisel que vem se instalando no município. Segundo informações do agente do Banco Nordeste e da gerencia da Biobrax, o produtor interessado poderá adquirir o financiamento através do PRONAF com carência de 5 (cinco) anos, e ter todo o apoio e assistência técnica da Biobrax que vem lutando para locar milhares de mudas para a região através do MDA (Ministério do Desenvolvimento Agrário). O Financiamento atingi sifras superior a R$ 6 mil por hectare, onde o produtor começa à produzir com 2 (dois) anos, podendo ainda consorciar a cultura do dendê com outras, gerando mais produtividade. Os interessados devem procurar o Banco do Nordeste sempre as terças-feiras, no Sindicato dos Produtores Rurais de Una que, segundo o seu presidente, vem dando total apoio à projetos que identifiquem a melhoria da qualidade de vida dos produtores e o desenvolvimento do agro-negócio.


DEJAIR BIRSCHNER TIRA CONSULTÓRIO ODONTOLÓLICO DOS PRODUTORES RURAIS

POR: LUIZ LIMA**

O prefeito da cidade de Una Dejair Birscnhner, num ato de pura perseguição política (segundo o presidente do Sindicato da classe Ricardo Mujaes Meira), não revalidou o credenciamento do SUS para o Consultório Odontológico existente na sede do Sindicato Rural de Una, e que servia não só aos produtores, mas também, a toda a população do município. Segundo Ricardo, o Sindicato Rural de Una possui esse credenciamento a mais de 30 anos, mas, sua renovação anual depende da indicação da Secretaria Municipal de Saúde, cuja secretária e nada mais, nada menos que a filha do próprio prefeito. Ricardo acredita que à não renovação do credenciamento do SUS, é uma retaliação do prefeito, em função do Sindicato vim se mantendo com uma postura independente e sem conchavos politiqueiros que visam apenas os interesses próprios, desprezando os da população de um modo geral. ¨Não sentamos na mesma mesa com pessoas que utilizam da política para fins pessoais ou de sua família. Somos contra nepotismo, enriquecimento ilícito, pedofilia, abuso de poder, racismo, estelionato ou qualquer outra prática imoral que venha de encontro aos interesses da população. Por essa razão, não somos vistos com bons olhos pela atual administração pública municipal que se encontra respondendo diversos processos de alguns desses crimes citados, ocasionando nessa perseguição política¨, concluiu o presidente. O presidente afirmou que não só os produtores foram prejudicados com essa atitude ¨irresponsável¨ da atual administração, mas também, toda a população, tendo em vista que o atendimento odontológico era expansivo para todos gratuitamente atendendo cerca de 40 pessoas/mês. Ricardo afirmou que essa perseguição não irá ficar barato para o atual prefeito, pois já acionou o seu departamento jurídico para requerer providência junto a Justiça Federal. Até então, o prefeito Dejair Birschner não se manifestou sobre o caso.

** O JORNALISTA LUIS LIMA, É UM REPORTER CONCEITUADO, TENDO ATUADO EM JORNAIS REGIONAIS DE PESO, EM DESTAQUE PARA JORNAIS QUE CIRCULAM AQUI NA NOSSA CIDADE. QUALQUER INFORMAÇÃO AQUI PUBLICADA É DE EXCLUSIVIDADE E RESPONSABILIDADE DO AUTOR.

MAS CLARO QUE QUEM A PUBLICA QUER OBTER RESPOSTAS


Transparência Brasil, Fiscalização Una. Temos que conhecer e cobrar sempre

Por Adriano Rusciolelli

Seguindo a réplica daquele comercial que está passando na televisão, onde diz mais ou menos assim:

NARRADOR DIZ: FULANO sabe tudo sobre rios.
FULANO DIZ: O rio tal desemboca lá no rio tal e sai na lagoa tal..
NARRADOR PERGUNTA: E o dinheiro público????
FULANO RIR, FAZ CARA DE TONTO E DIZ: Ahhhh nessa você me pegou seu danado!!!!

Então pessoal, segue aqui um print do Portal da Transparência, e um recado pra gente sempre está de olho. Pois para cobrar precisamos nos informar e saber.

até para quem quiser conferir mais detalhadamente:




Temos que lembrar que esses valores são valores Repassados pelo Governo Federal até o dia em que eu pesquisei. Atualizações estão sempre ocorrendo, devemos ficar de olho e saber o que está acontecendo!!!


NASCE O MAIS NOVO BLOG DE UNA


Agora sim, um blog sem comprometimentos, tão pouco receios e com total transparência, afim de mostrar fatos e acontecimentos dessa cidade extraordinária que é Una.

“A 18 de setembro de 1809, a Fazenda São José (antiga sesmaria), concedida a Maria Clementina Henriqueta pela rainha de Portugal Dona Maria, foi arrematada por Manoel de Souza. Começou, daí, a chegada de colonos alemães, austríacos e poloneses, formando-se, assim, com o nome de Una, posteriormente tragada pelo mar. Seus habitantes foram, então, obrigados a mudarem-se para um local mais seguro, distante quatro milhas, ao qual denominaram novamente de Una.
“A 21 de julho de 1890, esse povoado foi elevado à categoria de distrito do município de Canavieiras e Freguesia de Santo Antonio da Barra.

“Em 2 de agosto de 1890, houve o primeiro desmembramento do município de Canavieiras, com a criação do município de Una, sediado no local denominado Pedras (hoje povoado do mesmo nome). Por ter o desmembramento ocorrido sem a devida delimitação de terras do novo município, houve uma reanexação.“A lei estadual número 1.326 de 23 de agosto de 1923, proclamou a supressão e a transferência da sede do distrito para o povoado de Cachoerinha e somente a 2 de agosto do ano seguinte, a lei estadual número 1.718 restaurou o município com sede na Vila de Cachoeirinha.

“A 1º de janeiro de 1939, a Vila Cachoeirinha foi elevada à categoria de cidade, com a denominação de Una, cuja composição administrativa é constituída de três distritos: o da sede (cidade de Una), o de Arataca e o de Itatingui (ex-Pratas).

“Atualmente Una conta também com um núcleo Colônia (PIC-Una) e alguns outros povoados como, Pedras, Comandatuba, Oiteiro, Vila Brasil, Vila São João e Vila Jequié”. Hoje, Arataca está emancipado, incorporando os povoados de Itatingui e Anuri.

(Texto extraído da publicação em três volumes, CIDADES DO CACAU, da CEPLAC, Ilhéus, Bahia, 1982)