PREFEITO DEJAIR FAZ ANIVERSÁRIO. PARABÉNS PREFEITO!!!

HOJE EU DE BOBEIRA PASSANDO PELA PREFEITURA A TRABALHO, NOTEI UMA CERTA AGITAÇÃO, E QUAL NÃO FOI MINHA SURPRESA QUANDO ESCUTEI OS PARABÉNS E DESCOBRI QUE ERA O ANIVERSÁRIO DO HOMEM. E POR FALAR NESSA VISITA A PREFEITURA, QUE CAOS ESTÁ A MESMA HEIN??? DIGO AGORA O ESTADO FÍSICO DO PRÉDIO, TENHO UMAS FOTINHAS QUE COLOCAREI EM OUTRO DETERMINADO MOMENTO.

MEUS MAIS SINCEROS PARABÉNS A “PESSOA” DEJAIR, QUE ESSA DATA SE REPITA POR MUITOS ANOS. E QUE DEUS SEMPRE ABENÇÔE A VIDA DO SENHOR E DE SUA FAMILIA. SENHOR DEJAIR, ESTOU SENDO SINCERO MESMO, NÃO PENSE(M) QUE O SIMPLES FATO DE TER UM BLOG, CUJO O QUAL ESTÁ FAZENDO OPOSIÇÃO FERRENHA AO “PREFEITO” E SUA DESASTROSA ADMINISTRAÇÃO, NÃO QUER DIZER QUE DEIXE DE REZAR E DESEJAR O MELHOR POSSIVEL PARA SUA “PESSOA”.

SIM GENTE, UMA COISA É A “PESSOA DEJAIR” E A OUTRA É O “PREFEITO DEJAIR”. A PRIMEIRA EU TORÇO PARA QUE SEJA FELIZ E QUE VIVA MUITO, JÁ O OUTRO EU QUERO QUE POLITICAMENTE SUMA, DESAPAREÇA DESSA CIDADE.

PARABÉNS SENHOR DEJAIR, DURMA BEM, POIS O SENHOR ESTÁ CONTIGO.

PARABÉNS SENHOR PREFEITO DEJAIR. COMO VOCÊ CONSEGUE DURMIR SABENDO QUE VÁRIAS FÁMILIAS SOFREM COM ESSA PÉSSIMA ADMINISTRAÇÃO E PERSEGUIÇÃO?

PARABÉNS SENHOR DEJAIR, QUE SUA VIDA SEMPRE PRÓSPERE E O SENHOR POSSA SER FELIZ.

PARABÉNS SENHOR PREFEITO DEJAIR, MAS COMO VOCÊ QUER E PRETENDE AINDA NO TEMPO QUE LHE RESTA, FAZER COM QUE NOSSA CIDADE PRÓSPERE?? DESSE JEITO??? O SENHOR COMO UM BOM GESTOR (NO PASSADO, PRIMEIRO MANDATO) ACHA QUE É ESSE O CAMINHO?

PARABÉNS SENHOR DEJAIR, QUE SUA FÁMILIA E O SENHOR POSSAM SEMPRE TER SÁUDE E PAZ.

PARABÉNS SENHOR PREFEITO, MAS E AS FÁMILIAS QUE NÃO TEM A PAZ POR QUE NÃO TEM UMA CASA DIGNA PARA MORAR? E AS FÁMILIAS QUE NÃO TEM A PAZ POR QUE LHE FALTARAM O ATENDIMENTO NOS POSTOS DE SAÚDE? (MAS TENHO QUE DÁ O BRAÇO A TORCER O SENHOR FEZ MUITO PELA SAÚDE DE UNA RESGATANDO A SANTA CASA, POR MOTIVOS PRÓPRIOS OU NÃO AJUDOU MUITO)

ENFIM, PESSOA E PREFEITO, ESPERO QUE MINHAS MENSAGENS E COBRANÇAS NÃO SEJAM LEVADAS PARA O ESQUECIMENTO OU SEJAM ENCARADAS COM MALDADE, POIS NÃO É ESSE MEU INTUITO, ESPERO SINCERAMENTE SENHOR DEJAIR PREFEITO, QUE O SENHOR AS ESCUTE, E PENSE BEM SE É ASSIM QUE SE GOVERNA.
OLHEMOS PARA O POVO, OLHEMOS PARA O BEM DO POVO, OLHEMOS PARA O BEM ESTAR DO POVO, POIS É O POVO, PREFEITO E PESSOA DEJAIR QUE IRÁ SEMPRE TRAZER A PAZ E A PROSPERIDADE QUE TANTO LHE DESEJO, MAS TAMBÉM SERÁ ELE O POVO, QUE PODE LHE TIRAR ISSO..

PENSE BEM!!!


O QUE É ISSO AQUI?? É TENTANDO MOSTRAR O QUE???

ONTEM PELA NOITE RECEBI ESSE EMAIL QUE PODE SER VISTO AÍ NO PRINT, SINCERAMENTE ACESSOR  , SE É QUE REALMENTE VOCÊ É ISSO, PRA MIM, E PARA TODO O PT DA CIDADE DE UNA, ESSA ALIANÇA NUNCA ACONTECERIA, E DEUS QUERIA Ñ IRÁ ACONTECER, LUTAMOS TANTO PARA BATER ESSE FILHO DO CARLISMO E AGORA ESTAREMOS JUNTOS??? Ñ EU DI RUSCIOLELLI E ACHO QUE POSSO FALAR PELO PT DE UNA…
NÃO A CESAR BORGES!!!

CONTÉUDO DO EMAIL – APARENTEMENTE FOI O PRÓPRIO OU UM DE SEUS ACESSORES (OU SIMPLESTEMTE UM ZÉ MANÉ Q DEFENDE O SENADOR) QUE ESCREVEU

Uma nova política na Bahia César Borges – Senador (PR-BA)

Segunda-Feira, 29 de Março de 2010

cesarborges@senador.gov.br

A história e a literatura são repletas de exemplos de que sempre foi mais fácil alimentar o antagonismo e a desconfiança que abrir o diálogo e a cooperação. Diante disto, muitos se perguntam, de que vale dialogar e reduzir as distâncias? Alguém responderá: o inimigo nos mantém unido. Defenderão identidade, cultura, pureza ideológica. Dirão que água e óleo não se misturam! Eles não se importam se a intolerância vai dividir e enfraquecer a sociedade, drenando energia que poderia ser canalizada para a luta pelo desenvolvimento comum.
Diante dessas dificuldades, por que então um governador e um senador que estão em margens opostas do rio deveriam arriscar suas posições políticas confortáveis para dialogar entre si? Não posso falar pelo governador Jaques Wagner, mas, de minha parte, acredito, francamente, que todo diálogo leva à maturidade e sabedoria. A cooperação entre as forças políticas pode ajudar a Bahia a ser mais forte no plano nacional, enquanto instiga debate franco e transparente, sem que ninguém seja subjugado ou tenha que abdicar da história pessoal. Esta é a nova política que defendo para a Bahia.
Os frutos desse diálogo, que se faz à luz do sol, ajudaram muito nosso Estado. Conjuntamente, atuamos no Senado e no governo federal para garantir o trecho baiano da Ferrovia Oeste-Leste, que esteve ameaçado por uma emenda parlamentar de Minas Gerais. Também foi trabalho comum trazer para a Bahia recursos de recuperação de estradas, através de um ministério comandado pelo meu partido, o PR. Outro exemplo é a renovação dos benefícios da Ford, um esforço do governador junto ao presidente Lula que relatei no Senado, aprovada agora.
Foi uma cooperação responsável e republicana. Isto não quer dizer que vá ocorrer uma aliança política para as eleições de 2010. Estamos analisando o convite do governador, mas há outros fatores que precisam ser levados em conta e é isto que estou fazendo: dialogando com todas as forças, para que o PR não seja caudatário de nenhum partido, mas seja um parceiro, porque tem sua própria contribuição a dar aos projetos que estão em debate, fruto da experiência de seus membros. Por isto, converso também com o PMDB do ministro Geddel Vieira Lima, sem esquecer meus antigos companheiros, porque política não se faz com exclusão ou isolamento.
Entretanto, agora que se aproxima a eleição, querem interditar o diálogo e nos fazer reféns do passado. Aprendi com o senador Antonio Carlos Magalhães que a Bahia vem em primeiro lugar e que os baianos exigem isto; com Luís Eduardo, que o diálogo pode reduzir as diferenças políticas. O próprio Luís Eduardo buscou uma ampla coalizão para governar a Bahia, projeto que Deus não quis que ele concluísse e que me coube tentar implementar. Os três candidatos a governador também querem ampliar suas alianças, porque sabem que a tarefa de governar a Bahia exige parcerias.
Esta semana, assisti ao filme Invictus, que conta um episódio inspirador na vida de Nelson Mandela. Eleito para presidir a África do Sul, ele arriscou o prestígio para unir o país em torno da seleção de rúgbi, identificada com o antigo regime. Mandela poderia ter recuado, mas superou a desconfiança dos brancos e negros, e hoje temos uma democracia multirracial na África. Foi uma união simbólica que deu suporte à conciliação do país. Mandela explicou aos companheiros: “Se eu não posso mudar diante de uma nova circunstância, como posso querer que os outros mudem?” Modestamente, me associo ao líder sul-africano.
Quando deixei meu antigo partido e me filiei ao PR, em 2007, disse que não queria ser prisioneiro do ressentimento. “Meu partido é a Bahia”, afirmei. Compreendi que fui eleito para uma realidade que mudou, e que não era correto tentar refazer a decisão do eleitor, salvo no momento próprio, que é agora, na eleição. Desse modo, ouvindo Geddel, Paulo Souto, Wagner, com respeito e atenção, vamos encontrar afinidade com a melhor agenda para os baianos. Um novo modo de fazer política toma forma na Bahia, mesmo sob combate dos radicais; independente de quem o PR vir a apoiar, a política baiana já não é mais a mesma.

EU SEI SUA NOVA POLITICA!! CLARO Q ISSO NADA MAIS É SABER SE POSICIONAR DO LADO DOS VENCEDORES E DAS PESSOAS E GOVERNANTES QUE VEM MUDANDO A HISTORIA DO PAÍS E DO ESTADO.. ADMITA MULEKE** TU TÁ É QUERENDO FICAR DO LADO DO GOVERNO Q TEM AO TODO 96% DE APROVAÇÃO E SEM DÚVIDA O MELHOR PRESIDENTE DO BRASIL… E DE UMA POLITICA DE ESTADO QU ESTÁ TRANSFORMANDO COMPLETAMENTE A VIDA DOS BAIANOS..


DEJAIR LUTA PARA IMPEDIR FUTURA CANDIDATURA DE ZÉ PRETINHO

Por: Luiz Lima

Não deis aos cães as coisas santas,

nem deiteis aos porcos as vossas pérolas;

para que não as pisem e, voltando-se,

vos despedacem.

MATEUS 7 cap. 6

Esse foi o grande erro cometido pelo ex-prefeito da cidade de Una (Zé Pretinho), quando ofertou o atual prefeito Dejair Birschner e candidato

Eleito nas eleições passada, seu grupo político e, facilitou ao máximo a eleição do capixaba, com a mera e, (para alguns), a burra intenção de se vingar de Davi Cerqueira, vice-prefeito que o denunciou na Justiça e acabou por tomar o mandato.

Como na profecia de Cristo que diz para não se fazer e narrada na Bíblia Sagrada por Mateus (citada acima), Zé pretinho não lançou um candidato do seu grupo, o que permitiu que a maioria desse grupo apoiasse a Dejair. Ou seja, deu o seu precioso grupo político aos outros. Além disso, com a intenção de se vingar de Davi Cerqueira, Zé Pretinho deitou seu apoio (pérolas) para que Dejair pisasse.

O resultado disso é a concretização da profecia de Cristo. Agora, Dejair luta com unhas e dentes para que a Câmara de Vereadores reprove as contas de Zé Pretinho, o que o impossibilitaria de se candidatar em 2012.

Como nem a Cristo Zé Pretinho ouviu conselhos, terá que se rebolar com articulações políticas para aprovar suas contas e continuar no grande crescimento político em que está, e tendo seu maior cabo eleitoral o próprio Dejair com sua administração desastrosa e burra.

Já a população unense, desacostumada a renovações, torce para que o ex-prefeito tenha aprendido com as lições e decepções que passou no seu governo relâmpago, e venha com mais humildade e ouvindo conselhos.

Até então, parece que “tudo continua como antes, no Quartel de Abrantes”, pois, pelo andar da carruagem, o que está se vendo nas reuniões e articulações é Zé Pretinho trazendo para perto de si um monte de “mala sem alça” que, além de não terem voto e nem o respeito dos eleitores, só fazem tumultuar uma administração séria.

Outro dia, uma voz amiga e especialista em política e campanhas políticas gritou, “ Zé deixa as malas sem alça para Dejair carregar”. Mas parece que Zé Pretinho mais uma vez não ouviu, ou não quer ouvir ninguém. O grande risco disso será se uma outra voz de liderança se levantar no município. Vai haver uma grande debanada.

Com tudo isso, se continuar na teimosia de não querer ouvir conselhos, Zé Pretinho pode perder a grande chance de promover uma verdadeira revolução na política local e na qualidade das administrações que se passaram no município.


PREFEITURA INSISTE NA CONSTRUÇÃO DE UM TREVO SEM PROJETO E SEM AS LICENÇAS AMBIENTAIS

Por Luiz Lima

A Prefeitura municipal de Una continua insistindo na construção de um trevo entre as Rodovias Una/Canavieiras e Una/Santa Luzia sem a apresentação de nenhum projeto ou as licenças ambientais e até mesmo autorização do DERBA (Departamento de Estrada e Rodagem do Estado da Bahia).

O problema, segundo informações, é que o prefeito precisa arranjar um lob que o defenda de um processo aberto no Ministério Público, no início do mandato, através de uma denúncia impetrada pelo jornalista Luiz Lima, acusando o prefeito de usar o maquinário público para beneficiar um empreendimento de um Posto de Combustível que está sendo instalado no local, em troca de R$ 60 mil.

O processo se encontra bastante avançado e as conseqüências podem levar a perda do mandato. Por essa razão, o prefeito ainda insiste na construção do tal trevo inventado.


DÁ SÉRIE: “CAUSOS NORDESTINOS” – FUXICARIA DA SEMANA

DE PREFEITO A LARANJA POR R$ 30 MIL

Por Luiz Lima

– Ô ôme! Ôce sabia que tem um prefeitinho de um Arraia aí chegado a um leite ninho, que alugou a Prefeitura para a ex-exposa, o genro e Filha deitar e rolar com o dinheiro público?

– O caba vai receber R$ 30 mil e mais salário para ficar bem longe deles, só assinando a papelada.

– É memo cumpadi? E o que ele vai fazer da vida ôme?

– Ora cumpadi! Estão dizendo que o dito-cujo, depois que tomou cartão vermeio da muié e fios, resolveu assumir de vez a xodó que tem.

– É cumpadi ! Bem que podia baixar um caboco valentão daqueles no caba, pra vê se ele colocava essa turma pra correr da Prefeitura, né cumpadi?

– Sei não viu ôme. Êta arraialzinho chegado a vampiro oce!

– Se fosse só vampiro cumpadi a coisa tava bam. O pior são essas ratazanas que estão afundando o Arraia.

– Que nada cumpadi! Esse ôme vai sair pior do que entrou, pois já perdeu a famia, o carrão, a fazendona, o respeito do povo, e pode acabar no chilindró.

FIM

Obs: Essa é uma história de ficção, e qualquer aparência com a realidade é mera coincidência.


SUBSERVIÊNCIA E CONTRADIÇÕES ESTÃO MARCANDO A PÉSSIMA PRESIDÊNCIA DA CÂMARA DE VEREADORES DE UNA

POR LUIZ LIMA:

Logo de assumiu o mandato de presidência com o total apoio do prefeito Dejair Birschner (que tem sua administração classificada de desastrosa), a vereadora Nara Muniz tratou de empregar muitos irmãos de sua igreja, além do marido é claro, nas tetas da Câmara. Para tanto, a presidente aprovou em seções de portas fechadas suas emendas que possibilitaram a criação de vários cargos disponibilizados para irmãos de religião. Muitos passaram até a comentar pelas ruas se o que estava acontecendo na Câmara eram seções políticos ou cultos evangélicos, numa mera gozação a atitude da presidente de se cercar de assessores irmãos da igreja, quando, no correto, seria que a Casa do Povo abrisse concurso público para ocupar os cargos criados.

Com uma receita beirando os R$ 100 mil, a presidente fechou as portas da Câmara para o povão, com uma administração “ruim e pão-dura”. Além disso, Nara Muniz regeu sua orquestra apenas conforme os interesses do prefeito, que até passou a usar a tribuna legislativa como palanque político, quando discursava quase em todas as seções.

“Sem Expressão”. Essa é a exclamação que circula na boca do povo quando se fala da Câmara de Vereadores da cidade.

Para piorar as coisas, Nara Muniz decretou o fim dos cargos de assessores para os demais vereadores, que estão fulo da vida com a presidente. Muitos dizem que a ação da presidente, é mais uma orientação do atrapalhado prefeito, com o objetivo de apertar o bolso dos vereadores, forçando-os a irem comer em sua mão, e votarem a favor da reprovação das contas de Zé Pretinho.

Só que, o que aconteceu, foi colocar os vereadores em cheque, porque se forem comer na mão do prefeito, vai ficar provado uma denúncia desse jornalista anos atrás, quando disse que os vereadores usavam a remuneração dos assessores (R$ 1,5 mil) em benefício próprio. O jornalista não quis levar o caso para justiça, mais possui até hoje, uma declaração gravada de um assessor de anos atrás, conhecido como Vitor que diz que ganhava salário mínimo. Então se entende que o restante ia para o bolso de alguém. Se não forem comer na mão do prefeito, a presidente ficará desmoralizada politicamente de estar administrando a Câmara em favor dos interesses do atual prefeito. Durmam com um barulho desses.


LULA, PERSONALIDADE DO SÉCULO XXI

Impossível imaginar que aquele Lula que se viu envolvido pelo seu partido no escândalo do mensalão, em 2005, e dele se livrou arrastando algumas sequelas, pudesse dar tamanha volta por cima para acabar se transformando em uma figura mundial “com charme e liderança”, de modo a se reunir, neste dezembro que se finda, três referências como jamais aconteceu na vida pública do país. Depois de receber duas vezes a homenagem de “Homem do Ano” pelo jornal francês Le Monde e pelo Espanhol El País, Luiz Inácio está, agora, entre as 50 maiores personalidades da primeira década do século XXI, em uma seleta lista organizada “para o bem e para o mal” pelo londrino Financial Times. Está na relação do bem, assim com Gerorge W. Bush se igualou ao líder do Al Qaeda, o terrorista Bin Laden. O presidente brasileiro é, assim, um homem planetário e haverá de se lembrar do ano de 2009 para sempre, quando ultrapassou as dificuldades de uma crise econômica mundial e saiu inteiro dela, sem problemas mais acentuados para o Brasil, além de assumir uma destacada posição na galeria dos líderes do mundo. O jornal londrino divulgou hoje a sua relação e admite que, perdurando o desempenho que está tendo, o Brasil será, até 2020, a quinta potência econômica do globo.
http://www.bahianoticias.com.br/noticias/2009/12/29/noticia.html

Lula e Dilma lançam PAC 2 na segunda-feira (29)

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a ministra Dilma Rousseff lançam na segunda-feira (29), em Brasília, a segunda etapa do Programa de Aceleração do Crescimento, o PAC 2.

Segundo antecipado pelo ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, o programa deverá prever investimentos de R$ 1 trilhão, com destaque para as áreas de transportes, mobilidade urbana, habitação e saneamento.

Os investimentos do PAC 1, lançado em 2007, são de R$ 635 bilhões.


ÉXTRA!! EXTRA!! SURGE UM NOVO NOME NO CENÁRIO LOCAL: DI RUSCIOLELLI, isso eu mesmo.

Esquecendo as eleições de 2010

Já foi decidido, depois de muito pensar, discutir com meus acessores, fritar os neorônios,

ficou claro o interesse e a certeza, SOU PRÉ-CANDIDATO a PREFEITO DE UNA EM 2012.

Proclamo toda a população para essa reflexão e apoio, principalmente o jovem, tá na hora gente!!

Vamos mudar, vamos acabar com essa alternância de poder de grupos irresponsáveis, que só

pensam no bem deles mesmos e no “dos deles”. Temos que mudar isso.

Porque vamos continuar deixando esse povo aí no poder e os “outros” querendo voltar???

Porque não vamos fazer oposição? É medo??

Vamos continuar vendo essa gente aí desfilando os CARRÕES?? (que nós compramos para eles)

Queremos mesmo isso? Ver sempre a troca de poderes deles?? Um passa 4 anos (ou oito ñ sabemos)

na miséria*** e o outro sugando****, para depois o que sugava ser o miserável e o miserento ser o sugador???

Queremos mesmo esse povo aí esbanjando o dinheiro da gente, viajando, indo em resorts, fazendo extripulias e extravagâncias com o dinheiro da gente???

Tá certo isso povo de Una??

Porque não acreditar no que digo?? Será que sou um doido sem planejamento e fundamento?? Mas se sempre estamos colocando os com “planejamento” e dá a merda que dá. A cidade atrasada, o comércio fálido, o povo triste, o povo perseguido….

Temos como planejar sim, temos como mostrar a cara sim.

Vamos fazer diferente gente, vamos nos unir de uma vez por todas, vamos fazer mais pra quem mais precisa.

Vamos atrair investimentos, criar empregos, trazer condições para que o povo de nossa cidade sinta orgulho de viver nela e dizer sem medo que é UNENSE. Só a mudança de poder faz com que isso aconteça, os de sempre são sempre os de sempre. São sempre os mesmos que acham que são os donos e sabichões.
Irei mudar isso, tenho certeza!! Vamos juntos mudar isso!! Tá na hora da junventude!!
Me lanço hoje como pré-candidato, em sério, a partir de agora tem um novo nome: DI RUSCIOLELLI

Está lançada também aqui uma enquete..

MUDA UNA, AGORA SIM, MUDA PRA VALER, É A VEZ DO JOVEM NO PODER!!!

***claro que ao dizer miséria, o sentido literal da palavara foi entendido.

****claro também que não estou aqui afirmando que a palavra SUGADOR seja a mesma coisa que LADRÃO, simplesmente você está no poder sem fazer nada, recebendo o alto salário e as mordomias, já faz do sujeito um sugador.

Meu nome é ADRIANO RUSCIOLELLI DA SILVA, e eu sou PRÉ-CANDIDATO a prefeito de UNA!!


César Borges: “Wagner me convidou para chapa do Senado” – ISSO ME ENVERGONHA, ME DEIXA TRISTE

O senador e ex-governador César Borges (PR), fiel aliado de Antonio Carlos Magalhães ao longo de décadas na Bahia, recebeu o convite do governador Jaques Wagner (PT) para integrar sua chapa do Senado nas eleições 2010. O acordo, inicialmente alvo de resistência no PT e partidos à esquerda foi assimilado. No dia 22, PT, PSB, PCdoB e PDT se reuniram e apoiaram a decisão do governador por uma “chapa competitiva”

O problema, e a falta de acerto até agora, está na composição das coligações para deputados federais e estaduais que incluam o PR, partido que Borges preside no Estado.

– O governador nos procurou, conversamos, mas as negociações ainda estão em andamento, não houve um fechamento formal – garante César Borges, que confirma convite de Wagner para disputar uma das vagas para senador:

– O governador convidou, manifestou o desejo da minha presença na chapa…

A composição das duas candidaturas da base governista ao Senado e da vice de Wagner pode atrair também os aliados Lídice da Matta (PSB), deputada federal e ex-prefeita de Salvador, e Otto Alencar (PP), ex-governador com trajetória vinculada a ACM.

– Nós já conversamos sobre tudo isso, mas faltam os acertos para as proporcionais e, principalmente, falta uma palavra final, formal, o anúncio por parte do governador – sintetiza o senador César Borges.
Resta uma incógnita: E Waldir Pires, que se dispõe a ser candidato ao Senado pelo PT e ir à Convenção se o partido quiser?
Quem quiser acompanhar a entrevista completa ao senador (vamos a baixaria que é o PT querendo esse cara de junto). Muito mal governador, muito mal PT… vacilamos aí, total
segue o link

http://terramagazine.terra.com.br/interna/0,,OI4335957-EI6578,00-Cesar+Borges+Wagner+me+convidou+para+chapa+do+Senado.html