UNA: 8ª Conferência Municipal de Assistência Social marcou etapa de discussões na cidade

\r\n

\r\n

Por Di Rusciolelli

\r\n

Fotos: Jairo Soares

\r\n

Com a finalidade de avaliar a política da assistência social e deliberar diretrizes para aperfeiçoar, implementar e consolidar o

\r\n\r\n\r\n

Palestrante Eduardo
\r\n

Sistema Único de Assistência Social (Suas), foi realizado nesta quinta-feira, a 8ª Conferência Municipal de Assistência Social de Una, com o tema Garantias de Direitos no Fortalecimento do Suas.

\r\n

O evento foi promovido pelo Conselho Municipal de Assistência Social (CMAS) e pela Secretaria de Desenvolvimento Social e se deu no plenário da Câmara de Vereadores da cidade.

\r\n

Foram discutidas propostas para elaborar políticas públicas de assistência social que possam melhorar o atendimento a população como um todo. E essas conferências acontecem. a nível federal, a cada dois anos e tem o objetivo de analisar e avaliar, localmente, as diretrizes para a gestão e financiamento do SUAS, bem como discutir e propor melhorias no sistema para qualificar essas políticas públicas.

\r\n\r\n\r\n

A secretária de Desenvolvimento Social de Una – Jaqueline Barone e a presidente do Conselho Municipal de Assistência Social – Santinha da Silva Batista
\r\n

\r\nO regimento interno da Conferência Municipal  foi lido e após a cerimônia de abertura que contou com secretários de governo, houve uma palestra ministrada pelo coordenador da proteção social especial  na secretaria de assistência social de Ibicarai, que é formado em Serviço Social, Eduardo João de Araújo Santos. Após a explanação do palestrante o público foi dividido em quatro eixos para o debate e desenvolvimento de propostas de políticas públicas. As sugestões serão encaminhadas à Conferência Estadual. Também foram definidos duas delegadas, sendo uma agente governamental e a outra não governamentais, para representar Una na etapa estadual, programada para outubro. A assistente social Rosibel Santos Pinto e a presidente da Associação do Maruim, Edileusa Santos Silva foram as delegadas eleitas.

\r\n

A secretária de desenvolvimento social, Jaqueline Barone,  foi uma das secretárias presentes ao evento e participou ativamente dos debates e acrescentando ideias para fortalecer as políticas sociais do município. Jaque, como é mais conhecida na cidade, disse ao site Atitude em Una que essa é uma das formas da prefeitura consultar a sociedade para traçar diretrizes de governo que possam mudar a vida das pessoas, “é desse jeito que conseguiremos montar um grupo coeso no trabalho prazeroso de servir a comunidade”, finalizou a secretária.

\r\n

A 8°Conferência Municipal de Assistência Social foi considerada um sucesso e reuniu diversos segmentos da sociedade para discutir as ações sociais da cidade, com isso, se pode lutar para reduzir as desigualdades e o abismo social em que vivem milhares de pessoas na cidade.

\r\n

\r\n

Mais fotos abaixo:

\r\n

\r\n


Una: Prefeitura adere ao “Julho Amarelo” e irá realizar testes gratuitos de hepatite

\r\n

\r\n

O mês de julho é o mês de combate às hepatites virais. Pensando nisso a Prefeitura de Una, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, aderiu à campanha “Julho Amarelo”, que marca o mês de luta contra as doenças.

\r\n

Hepatite é termo que significa inflamação do fígado. A hepatite pode acometer pessoas de ambos os sexos e de todas as idades e etnias. Existem várias causas para inflamação do fígado, o que significa dizer que existem vários tipos de hepatite.

\r\n

Milhões de pessoas no Brasil são portadoras dos vírus B ou C e não sabem. Elas correm o risco de as doenças tornarem-se crônicas e causarem danos mais graves ao fígado como cirrose e câncer. Por isso, é importante ir ao médico regularmente e fazer os exames de rotina que detectam a hepatite.

\r\n

Pensando na importância da prevenção dessa doença, a prefeitura irá realizar testes para detecção dessas doenças. Os exames poderão ser realizados, gratuitamente, nas unidades de saúde e no Hospital Municipal Frei Silvério.

\r\n

\r\n

Dia Mundial

\r\n

\r\nO Dia Mundial da Luta Contra as Hepatites Virais é comemorado em 28 de julho. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), estima-se que existam 400 milhões de pessoas infectadas pelos vírus B e C em todo o planeta. O número é dez vezes maior que o de indivíduos contaminados pelo HIV.

\r\n

No Brasil, segundo o Ministério da Saúde, milhões de brasileiros são portadores do vírus B e C sem ter conhecimento. Além do risco da doença evoluir e causar danos irreversíveis ao fígado, como cirrose e câncer, os infectados também podem transmitir a enfermidade para outras pessoas.


Prefeitura irá realizar a Conferência Municipal de Assistência Social

\r\n

A 8ª Conferência Municipal de Assistência Social de Una acontecerá na próxima quinta-feira (6), no plenário da Câmara de Vereadores da cidade.

\r\n

O tema da conferência deste ano é ‘Garantia no Fortalecimento do Sistema Único de Assistência Social (Suas)’. A abertura oficial do evento está marcada para ocorrer pela manhã a partir das 8h.

\r\n

Palestras temáticas, trabalhos em grupo para a elaboração de propostas e a eleição de delegados para a representação do município na conferência estadual. A 8ª Conferência Municipal de Assistência Social é aberta ao público.

\r\n \r\n\r\n 


ITABUNA: Vereadores insatisfeitos com prefeito

Retirado do Ipolítica

\r\n

\r\n\r\n\r\n

Lua de mel entre legislativo e executivo pode está chegando ao fim
\r\n

Os vereadores de Itabuna devem se reunir na próxima semana para definir qual posicionamento irão adotar em relação ao executivo municipal. Segundo informações, a maioria dos vereadores está insatisfeita e já perderam a paciência com o tratamento que tem sido dado, tanto pelo prefeito Fernando Gomes, quanto pelos seus secretários em relação a pedidos de providências e respostas a requerimentos.

\r\n

Ontem, 29, no primeiro dia do “Forró do Povo”, pode se observar que apenas três edis estavam no camarote oficial, Alex da Oficina (PTN), Chicão (PTB) e Robinho (PP), líder do governo. No entanto, a maioria foi vista na pipoca, no meio da multidão.

\r\n

Segundo apurou o Ipolítica, já existem três pedidos de instalação de CEI – Comissão Especial de Inquérito adiantadas para serem votadas nos próximos dias.


Coopalm realiza palestra em Una para mostrar a importância do cooperativismo

Retirado do site Una News

\r\n\r\n\r\n

Com o microfone o vereador Tita de Davi
\r\n

Preocupado com os produtores de palmitos do município de Una, com o objetivo em garantir que a matéria-prima do Palmito chegue à indústria com qualidade e possibilite a esses agricultores melhor remuneração na sua produção, o vereador “Tita de Davi” decidiu convidar a Cooperativa dos Produtores de Palmito do Baixo Sul da Bahia (Coopalm) para realizar uma palestra mostrando a importância do produtor  ser cooperado para ter uma produção de qualidade e fortalecimento no mercado consumidor.

\r\n

Os agricultores aproveitaram a oportunidade, fizeram várias perguntas e questionamentos sobre o benéfico de serem cooperados, obtendo respostas positivas através do presidente da Coopalm.

\r\n

 “Isso é fruto de uma luta no qual fui em busca dessa cooperativa na cidade de Ituberá juntamente com meu irmão Dvilson Cerqueira, para trazer algo que pudesse realmente valorizar o pequeno produtor de palmito da nossa região” ressaltou o vereador

\r\n

“Depois de ouvir o presidente da coopalm e sua comitiva, sair da reunião otimista, eles nos trouxeram boas notícias, e nos garantiu que a cooperativa irá funcionar aqui em nossa cidade a partir de agora” disse o vereador

\r\n

“Na próxima terça-feira dia quatro de julho, estarei saindo de Una às oito horas da manhã com dois ônibus de pequenos produtores de palmitos da nossa cidade pra conhecer as instalações da cooperativa que fica na cidade de Ituberá” finalizou o vereador

\r\n

Segundo o vereador Tita, o projeto é que a Coopalm se instale no distrito Colônia, pra que o produto saia já beneficiado e embalado, com isso haverá geração de empregos e renda aos unenses.

\r\n

Na oportunidade, vários agricultores assinaram o contrato e tornaram-se cooperados na COOPALM.  A reunião aconteceu nesta terça-feira (27) na unidade escolar da região da Fortaleza, zona rural do município de Una.

\r\n

\r\n

Coopalm

\r\n

Criada em 2004, a Cooperativa dos Produtores de Palmito do Baixo Sul da Bahia (Coopalm) orienta técnica e financeiramente agricultores familiares que cultivam palmito de pupunha, matéria-prima do Palmito Cultiverde. Sua prioridade é promover a inclusão social, por meio da geração de trabalho e renda, a partir do apoio às Unidades- Família cooperadas, sem perder o foco na conservação ambiental.

\r\n

Em permanente interação com a Coopalm está ainda a Casa Familiar Rural de Igrapiúna (CFR-I). Com base na Pedagogia da Alternância – em que os jovens passam uma semana em período integral, com aulas na sala e no campo, e duas na propriedade de sua família, a CFR-I oferece educação profissional e estimula a permanência no campo e na agricultura familiar, contribuindo para a formação de novos cooperados.

\r\n

 Conheça a Coopalm: Clique aqui


Sac Móvel estará em Una nos dias 11 e 12 de julho

Enviado pela ASCOM da PMU

\r\n

\r\n

\r\n

\r\n

\r\n

\r\nCarteira de identidade, CPF, antecedentes criminais, recadastramento de pensionistas do Estado são alguns dos serviços oferecidos pelo Sac Móvel. A carreta de serviços estará em Una nos dias 11 e 12 de julho, em frente à sede da Prefeitura. A iniciativa é uma parceria sa Prefeitura de Una, por meio da Decretaria de Governo, Administração e Planejamento, com o Governo do Estado.\r\n\r\nO SAC Móvel funciona das 8 às 18 horas com oferta de serviços como Emissão de Carteira de Identidade; Cadastro de Pessoa Física; Recadastramento de Pensionistas do Estado; Emissão de Antecedentes Criminais e Registro de críticas, denúncias, elogios, orientações, reclamações, solicitações e sugestões sobre os serviços públicos prestados pelo Governo do Estado.\r\n\r\n\r\nCOMO TIRAR SEUS DOCUMENTOS\r\n\r\n- CARTEIRA DE IDENTIDADE:\r\n1ª VIA:\r\n\r\nCertidão de Nascimento, original ou cópia autenticada por tabelião.\r\n\r\n2ª VIA, MUDANÇA DE ESTADO CIVIL OU CORREÇÃO ORTOGRÁFICA:\r\n\r\nSolteiro(a) – Certidão de Nascimento original ou cópia autenticada por Tabelião.\r\nCasado(a) – Certidão de Casamento original ou cópia autenticada por Tabelião\r\nViúvo(a) – Certidão de Casamento e Certidão de Óbito originais ou cópias autenticadas por tabelião.\r\nSeparado(a) ou Divorciado(a) – Certidão de Casamento averbada com sentença do Juiz.\r\n\r\nATENÇÃO: Não serão aceitas Certidões contendo rasuras, manchas, borrões, emendas ou perfurações.\r\n\r\n\r\nFOTO: Para qualquer caso, apresentar 02 fotos 3×4 iguais, em preto e branco ou coloridas com FUNDO BRANCO OU CINZA.\r\n\r\nNÃO SERÃO ACEITAS FOTOS: sorrindo, com cabelos cobrindo o rosto(franja, mecha);\r\nHOMENS COM BRINCOS, BLUSAS DE ALÇA OU CAMISETA, FARDA (militar, escolar, etc.).\r\n\r\nCASOS ESPECIAIS: Naturalizados, Português com igualdade de direitos, Filhos de brasileiros nascidos no Exterior, Adoção, Reconhecimento de paternidade e Casamento posterior ao nascimento dos filhos.\r\n\r\n\r\n CERTIFICADO DE ANTECEDENTES CRIMINAIS:\r\n- Carteira de Identidade\r\n\r\n\r\n CEPREV:\r\n- Recadastramento e Orientações sobre Benefícios para Pensão\r\n- Carteira de Identidade e CPF (xerox e original)\r\n- Comprovante de residência (xerox e original)\r\n- Último contracheque do pensionista (xerox e original)\r\n- Extrato da conta corrente Bradesco do pensionista.\r\n\r\n\r\nTARIFAS COBRADAS PELA SSP NA EMISSÃO DE CARTEIRA DE IDENTIDADE:\r\n\r\nTIPO DE SERVIÇO VALOR\r\n1º via isento\r\n2ª via\r\nR$ 35,20\r\n3ª via\r\nMudança de Estado Civil\r\nRetificação de Assentamento\r\n\r\nMais informações www.sac.gov.ba.br.


Prefeitura de Una realiza recadastramento do Programa Bolsa Família

A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social de Uma reiniciou nesta segunda-feira (26) o recadastramento 2017 do programa Bolsa Família. Todas as famílias beneficiadas estão convocadas e devem estar atentas ao Calendário Operacional do Recadastramento 2017. Ao todo já foram atendidas mais de 400 pessoas de bairros e localidades como Comandatuba, Outeiro, Pedras e Bairro Novo.\r\n\r\nO recadastramento do programa Bolsa família é um procedimento essencial para os beneficiários do Programa Social que queiram continuar recebendo o benefício. A meta municipal é que atualizar 80% dos seus cadastros para que a cidade possa ser atendida com os diversos benefícios sociais do governo federal.\r\n\r\nO prazo de recadastramento segue até outubro e a equipe municipal que coordena o programa Bolsa Família se deslocará até os distritos e vilarejos da cidade para atendimento aos beneficiários. Para assegurar agilidade e eficácia no atendimento, é necessário que os beneficiários respeitem os dias e locais de recadastramento estabelecidos no cronograma.\r\n\r\nConfira o calendário completo:\r\n\r\nJunho\r\n\r\n26 a 30 – Marcel Ganem\r\n\r\nJulho\r\n\r\n5 a 7 – Serra do Padeiro\r\n12 a 21 – Colônia e região\r\n27 – Vila São João e região\r\n\r\nAgosto\r\n\r\n7 a 11 – Urbis e Santa Rita\r\n16 a 22 – Sucupira\r\n25 a 31 – Vila Brasil e região\r\n\r\nSetembro\r\n\r\n1 a 6 – Vila Brasil e região\r\n13 – Cariua e região\r\n15 – Casas Populares do Estádio\r\n\r\nOutubro (todo o mês exceto feriados e finais de semana)\r\n\r\nCentro, demais localidades não atendidas e beneficiários que ainda não tenham sido atendidos.\r\n\r\n \r\n\r\nConfiram o cartaz oficial do recadastramento 2017:\r\n\r\n \r\n\r\n


UNA: Arraiá da Escola São José esquenta vésperas de São João – Crianças arrecadam mais de uma tonelada de alimentos

Parte dos alimentos arrecadados pelas crianças – Foto: Di Rusciolelli
\r\n

Aconteceu na noite de ontem (22) a quinta edição do Arraiá da Escola São José. Como tradição, todos os anos a escolinha realiza eventos para encerrar o primeiro semestre com um arraiá no meio da rua em frente a sede da escola. Pelo quarto ano consecutivo, uma disputa sadia, interna, entre os alunos anima o arraiá e as crianças junto com a ajuda de alguns pais conseguiram arrecadar alimentos. Em forma de gincana, a Escola São José dividiu semanas antes do evento, suas turmas para que os alunos pudessem arrecadar alimentos na cidade, e o casal de estudantes que conseguisse arrecadar mais alimentos seria consagrado como o Reizinho do Milho e a Rainha do Milho.  Ao todo, segundo a diretora da escola, Jadna Alves, ou como é popularmente conhecida na cidade como Tia Jadna, disse ao site Atitude em Una, foram arrecadados exatos 1141 quilos de alimentos. Os alimentos serão doados para famílias carentes da cidade e instituições filantrópicas que ajudam os mais necessitados.

\r\n

\r\n

Apesar de toda a comoção com o ato solidário e com a forte chuva que caiu na noite de ontem, como todos os anos, tudo terminou em uma linda festa junina com apresentações de peças, quadrilhas e muita alegria por parte da criançada.Tia Jadna fez questão de agradecer a cada um que participou e ajudou com a missão de enfeitar o arraiá e agradeceu o empenho e apoio de seus funcionários, bem como os pais e mães que colaboraram com a festa.

\r\n

Todos os anos é a mesma coisa, a gente brinca, briga e se descabela para poder oferecer para nossa comunidade uma linda festa e passarmos o bem maior que conseguimos com isso tudo, bons ensinamentos e exemplos para nossos alunos, que com certeza, todo ano, entram no clima e se solidarizam com o próximo“, afirmou Tia Jadna, emocionada ao nosso site.

\r\n

Vejam fotos e vídeo do Arraiá da Escola São José:

\r\n

Galeria 1

\r\n

\r\n

Galeria 2

\r\n

\r\n

Vídeo:

\r\n


Arraiá da Colônia – São João de Una 2017 já deixou saudades – Evento animou fim de semana na cidade

Cartaz oficial de agradecimento retirado da página do facebook da Prefeitura de Una
\r\n

Por Di Rusciolelli

\r\n\r\n\r\n

A segurança na saúde também foi pensada – Stand da Saúde foi montado no pátio do Colégio Municipal Cândido Romero
\r\n

Já considerado por muitos como o melhor São João de todos os tempos da cidade de Una, o Arraiá da Colônia desse ano terminou na noite de ontem deixando todos com saudades. Ao menos é o que se pôde ver nos comentários na cidade e nas redes sociais dos unenses.

\r\n

Durante os três dias de festa o forró reuniu milhares de pessoas no maior Distrito da cidade, a Colônia. Segundo organizadores e a polícia militar, no primeiro dia de festa, (16) (revejam aqui), passaram pelo arraial montado pela equipe da Secretaria de Turismo, Esporte, Lazer e Cultura-SETUR, um total de três mil pessoas, e já no sábado (17), o público surpreendeu ainda mais, e cálculos dão conta de 4500 foliões que arrastaram o pé ao som de Xote Atrivido, Forrozão&Léo Fera, Raio da Silibrina e Stampa do Forró. No domingo (18) nem os organizadores e nem a PM registraram os presentes. Ontem a banda que fechou o Arraiá da Colônia foi a Sizalponto 7.

\r\n

Hoje pelas ruas da cidade o comentário era geral de que o  São João antecipado da Colônia, marcou história, por vários motivos, desde a organização do evento, quando todos os detalhes foram pensados e preparados pela equipe da SETUR em parceria com outros setores da prefeitura municipal de Una, que através do prefeito Tiago de Dejair e seu Vice Nildo, bem como todos os demais secretários envolvidos, não mediram esforços para levar até a comunidade uma festa segura e alegre, pela segurança, pelas atrações que animaram a festa.

\r\n

\r\n

\r\n\r\n\r\n

Léo Fera da banda Forrozão
\r\n

\r\n

\r\n\r\n\r\n

Banda Xote Atrivido
\r\n

\r\n\r\n\r\n

Banda Raio da Silibrina
\r\n

\r\n

Com um forte esquema de segurança montado, que envolveu a participação da Polícia Militar, Polícia Civil, PETO – Grupo especial da Polícia Militar, Guarda Civil Municipal, os folões puderam se sentir a vontade no circuito, que pela primeira vez, teve o seu local de origem mudado. E, até isso, a mudança, que no começo gerava incerteza por parte de alguns resistentes à ideia, não se restou dúvida do quão melhor foi a festa ter mudado para o local que foi realizada. Com saídas bem fechadas e a rua cercada, existia apenas um local para entrada e outro para a saída, onde os participantes da

\r\n\r\n\r\n

Foto retirada da rede social do prefeito
\r\n

festa eram revistados e estavam sempre com os olhares atentos da Guarda.

\r\n

Além disso, o que reafirma o sucesso da festa foi a sensação de quem esteve presente no evento, quando no olhar, comentários, sorrisos, fotos e vídeos de cada um, se via a alegria do resgate de uma boa festa junina. Outra coisa que chamou atenção foi a família poder ficar a vontade dentro do arraial.

\r\n

O prefeito de Una, Tiago, agradeceu em seu facebook a cada sorriso que a ele lhe foi proferido durante a festa. Ele que esteve presente nos três dias, no meio do povo, rodando local a local, conversando com todos, sendo elogiado e até cobrado diversos serviços, mas que não se refutou em está ali ao lado, dançando e se divertindo com sua família, amigos e o povo em geral. Ainda em seu facebook, o prefeito disse que transbordou de emoção, pois para ele, o fato de poder resgatar as tradições festivas da cidade, faz melhorar a autoestima do povo unense. Ele ainda agradeceu ao empenho das forças de segurança e a dedicação da equipe de seu governo. “Sei o quanto cada ação da nossa gestão é importante para cada unense, por isso, agradeço a oportunidade de poder transformar a qualidade de vida da nossa população por meio do nosso trabalho. Aproveito para agradecer também a população de todo município, em especial do distrito de Colônia, que nos ajudou a fazer o melhor arraiá de todos os tempos”, disse o prefeito em seu facebook.

\r\n

Mais fotos em galeria – Fotos: Jairo Soares – Retirado da página da Prefeitura de Una

\r\n

Galeria 1

\r\n

\r\n

Galeria 2

\r\n

\r\n

\r\n

Galeria 3

\r\n

\r\n


ITABUNA, UMA CIDADE VIOLENTA: O QUE FAZER?

Texto retirado do site Ipolítica – Por Roberto José da Silva*

\r\n

\r\n

A história da formação dos arranjos espaciais da humanidade e de suas territorialidades é recheada de relatos dos mais diversos tipos de violência do homem contra o homem, normalmente em guerras travadas, desde o período em que o homem passou a habitar em cavernas e as batalhas por espaços evoluíram também juntamente com a humanidade. Na história contemporânea vivenciaram-se diversas guerras cujos objetivos foram à expansão das fronteiras territoriais. A atualidade traz consigo conflitos, das mais diversas origens, principalmente nas grandes regiões metropolitanas, que vem ceifando mais vidas que nas guerras declaradas.

\r\n

A violência criminal e o medo combinam-se levando a processos de mudanças dos espaços das cidades ditando bairros e/ou áreas serão valorizados, pelo quesito segurança, ainda que seja uma falsa sensação, porque a violência é dinâmica, assumindo características diferenciadas em cada espaço. Nos centros ou bairros de classes média a média alta toma vulto a criminalidade contra o patrimônio enquanto nas áreas periféricas se destaca o crime violento contra a pessoa , assim como em áreas rurais têm-se outro tipo de criminalidade, normalmente contra a pessoa, cuja motivação percentualmente é bem diferente que no espaço urbano. Dessa forma, em razão do medo generalizado de ser vitimizado pela criminalidade violenta, surgem espaços valorizados e desvalorizados com os seus enclaves fortificados dos mais variados tipos.

\r\n

Nesse contexto, recentemente foi publicado o ATLAS DA VIOLENCIA 2017, organizado pelo IPEA e FBSP (Fórum Brasileiro de Segurança Pública), que no primeiro momento traz uma análise a respeito da evolução dos homicídios nas regiões e Unidades Federativas entre 2005 e 2015 e na segunda seção, a evolução da taxa de homicídio por município, quando apresentamos a lista das taxas de homicídio em 2015 das localidades com mais de 100 mil habitantes, assim nesse ultimo prisma verificamos que Itabuna, não figura entre as 30 cidades mais violentas do Brasil, note-se que são dados relativos a 2015, que de fato foi um ano menos violento nesse quesito de crimes letais intencionais contra a vida (CLIV), contudo voltou a crescer os índices em 2016 e 2017 verifica-se também um viés de crescimento.

\r\n

Há de fato o que comemorar, pois as políticas de prevenção primárias foram implementadas durante o governo Vane, principalmente políticas relacionadas a inclusão sociocultural com a FICC e Secretárias afins, tais como a CASA DAS ARTES e VIVARTE, além de melhorias na iluminação publica e mobilidade urbana, assim, é preciso mais: manutenção e ampliação desses programas, além da geração de emprego e renda.

\r\n

Para além dessas ações é preciso estabelecer uma Agenda Municipal de Segurança Cidadã, a qual deve propor a implementar de uma estruturação da atuação municipal na prevenção da violência, considerada a vocação principal do município no que tange à segurança pública. Tal estruturação é feita a partir da sistematização de eixos prioritários: Estabelecimento de estruturas de gestão, financiamento, monitoramento e avaliação da Agenda Municipal de Segurança Cidadã; Produção e coleta de dados e informações para diagnóstico, monitoramento e avaliação; Fortalecimento dos fatores de proteção e redução dos fatores de risco de grupos populacionais, áreas geográficas e comportamentos mais suscetíveis à violência; Orientação das ações da Guarda Municipal para a mediação de conflitos e resolução de problemas.

\r\n

Por fim, as Políticas de Prevenção primária a violência, de competência da Gestão Municipal, devem ser articuladas e complementadas com ações mais eficientes de Segurança Pública, não devendo esquecer do problema relacionado ao Presidio Regional de Itabuna, assunto a ser tratado num próximo artigo.

\r\n

*Geógrafo, Mestre em Geografia com ênfase em criminologia de ambientes e Policial Civil