Viatura da Polícia Militar em Una – Verdadeira vergonha

Viatura parada em frente ao batalhão - Dia de chuva e a janela do motorista não pode nem fechar
Viatura parada em frente ao batalhão – Dia de chuva e a janela do motorista não pode nem fechar – Foto: Di Rusciolelli – 25/06/2016
Durepoxi - novo meio para manter o parachoque do carro da PM em Una
Durepoxi – novo meio para manter o para-choque do carro da PM em Una – Foto: Di Rusciolelli – 25/06/2016

O batalhão da polícia militar de Una está abandonado, o governador Rui Costa vive em seu facebook anunciando entregas de novas viaturas, e alguns sites até noticiaram entregas de mais de 55 viaturas na região sul do estado, Outros, anunciaram em maio, a entrega de mais de 118 viaturas para toda a Bahia. Porém, em Una, nada acontece. A própria Secretaria de Comunicação do Governo da Bahia – SECOM, divulgou em seu site, no último dia 17, essa entrega de viaturas para a região de Ilhéus e Itabuna (revejam aqui)

No dia 16 de Maio, a cidade de Camaçari ganhou quatro novas viaturas. A maioria dos veículos entregues pelo governo do estado estão sendo em formatos tipo caminhonetes e minivans, e são parte da renovação da frota da Polícia Militar baiana.

Vale lembrar que no começo desse ano, nosso site cobrou uma mudança da frota de veículos que atendem as guarnições de policiais do nosso estado, na época,  divulgamos a foto da antiga camionete Ranger (que foi embora de vez para a sucata) com a bandeja que segura o eixo do pneu estava rompida. O que, na época, ocasionou que os policiais estavam fazendo a ronda a pé. Além de que, colocava a vida dos nobres funcionários públicos em risco. (revejam aqui essa notícia)

 

Interior da viatura antiga, que está em serviço na cidade de Una - Ganha um prêmio quem acertar o que é aquela sacola no câmbio da marcha - Foto: Di Rusciolelli - 25/06/2016
Interior da viatura antiga, que está em serviço na cidade de Una – Ganha um prêmio quem acertar o que é aquela sacola no câmbio da marcha – Foto: Di Rusciolelli – 25/06/2016

 

Foto: Di Rusciolelli - 25/06/2016
Foto: Di Rusciolelli – 25/06/2016

 

Governador entregando viaturas novas em Ibiassucê
Governador entregando viaturas novas em Ibiassucê – E Una governador? – Foto Divulgação SECOM Bahia

Em janeiro/2016, nosso site recebeu informações da falta de condições dos PMs em Una, e de lá para cá, pouca coisa mudou, na verdade, segundo alguns policiais, a situação só piora, pois hoje, os profissionais estão sendo tachados como os responsáveis pela destruição dos carros. Com a onda de violência, assaltos, homicídios na cidade, os policiais ficam impedidos de realizar o trabalho, tanto para o bem da população como para sua segurança, pois o atual carro da PM em Una, é uma Parati antiga que não tem condição de entrar na maioria das ruas com difícil acesso da cidade e muito menos se dirigir para os distritos, devido as estradas. Ainda segundo um popular da cidade, alguns dias atrás, os policiais estavam em uma diligência no bairro Sucupira, quando a Parati antiga, parou e não teve quem fizesse a mesma sair do lugar, tiveram que chamar um mecânico para rebocar o velho carro.

 

Sobre a viatura de Una, o mais engraçado é que além da mesma está sendo fixada com durepoxi, o vidro do motorista não fecha, pois está quebrado há meses. Hoje, dia 25, o jornalista Di Rusciolelli estava passando em frente ao batalhão, no exato momento em que chovia, e filmou o vídeo que está abaixo, Como a casa que abriga a corporação, a garagem também não tem proteção para o carro, tanto faz se fica fora ou dentro da casa.

Viaturas entregues pelo governo da Bahia
Viaturas entregues pelo governo da Bahia – Foto Divulgação SECOM Bahia

Viaturas que foram entregadas na cidade vizinha a Una, a cidade de Ilhéus
Viaturas que foram entregadas na cidade vizinha a Una, a cidade de Ilhéus – Foto Divulgação SECOM Bahia

Vídeo do momento em que chove e a viatura da PM em Una, nem o vidro pode fechar:

 

 


População de Una preocupada com caminhões pipa levando água da cidade

WhatsApp-Image-20160623 (1)

Hoje pela manhã a cidade de Una foi surpreendida com caminhões pipa que chegaram cedo na cidade. Um comerciante da cidade, tirou algumas fotos e descobriu que os caminhões se dirigiam para o escritório da EMBASA, a companhia de abastecimento de águas da cidade. O nosso site, através do jornalista Di Rusciolelli, entrou em contato com o escritório da EMBASA e a funcionária que nos atendeu disse que havia uma autorização do escritório da EMBASA de Itabuna, para que fosse abastecido os caminhões com água potável, captada pela empresa, no Rio Aliança.

O blog Una na Mídia, divulgou mais cedo, que na verdade se trataria de uma suposta venda  água tratada para fornecer a uma empresa particular no município de Ilhéus. Além disso, segundo o blog, uma equipe de fiscalização da secretaria de meio ambiente da cidade se fez presente no local e junto com a Guarda Municipal Civil, apreendeu os dois caminhões e não deixou que os mesmos saíssem com água do local.

O escritório da EMBASA não está funcionando mais hoje, mas uma fonte desse site disse que os motoristas passaram por uma rua e disseram que já estava tudo resolvido. E que em breve, os caminhões iriam retornar e levar água.

O fato é que o assunto já está circulando nas redes sociais e os unenses estão muito preocupados com isso. Alguns comentários no facebook, os moradores de Una estão dizendo que a cidade não pode pagar pela falta de planejamento e gestão de outras cidades.  Alguns leitores desse site já nos ligaram e dizem que isso não pode ficar assim, pois a cidade também está sofrendo uma crise hídrica.  Nosso site vai ficar acompanhado essa questão. Estamos de olho.

Informações atualizadas retiradas do site Una News:

A Prefeitura Municipal de Una notificou a Empresa Baiana de Saneamento e Águas (Embasa), por está liberando água sem apresentar nenhum documento de autorização. Após denúncia de populares na manhã deste sábado (23), o Fiscal de Meio Ambiente do município Sr. Luziano, esteve no local onde os caminhões seria abastecido.

A Secretaria de Meio Ambiente acionou a Polícia Militar que compareceu no local. Além da Embasa, o Sr. Clodoaldo Macedo Alexandre, proprietário do caminhão PIPA de Placa policial GXM-1817 Itapé, também foi notificado pela Prefeitura, mas, ele se recusou apresentar o documento do caminhão e assinar a notificação.  Logo após o veiculo foi liberado.

WhatsApp-Image-20160623 (2) WhatsApp-Image-20160623


PP de Una reúne mais de 400 pessoas para discutir políticas para Agricultura e Meio Ambiente

Fotos: Di Rusciolelli

Informações do texto: Una News

DSCF6570

DSCF6585Ontem a noite, 22, o diretório do Partido Progressista – PP em Una realizou  6º encontro da Plataforma de Discussões sobre Gestão Pública. O tema da noite de ontem foi AGRICULTURA e MEIO AMBIENTE. Abrindo os trabalhos e dando as boas vindas para os mais de 400 presentes no sítio do ex-prefeito Dejair, o jovem pré-candidato a prefeito de Una e vice presidente da legenda na cidade, Tiago de Dejair, fez questão de agradecer a presença de todos que se deslocaram de suas casas da sede da cidade e até dos diversos distritos e fazendas do município.

A primeira palestra da noite ficou a cargo do biólogo e doutorando Rogério Martins Borges, popular “Giban”, ele discorreu sobre a importância da água e como preservar os nossos rios. Mostrou dados reais e que refletem a triste realidade do que sobrou da mata atlântica em nossa região e país, e ainda mostrou a importante de diversos animais, inclusive a “perigosa” cobra, Pico de Jaca, na cadeia alimentar e o quanto eles contribuem com o ecossistema. Segundo Giban, uma das grandes soluções para os municípios regularizarem a lei do lixão, que faz parte da Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS) e foi sancionada em 2 de agosto de 2010, é a parceria com outras cidades para a criação de consórcios de uso de aterros sanitários.

DSCF6662
O jovem jornalista e pré candidato a vereador Di Rusciolelli

A Engenheira agrônoma Raimunda “Rai da Igreja Batista”, mostrou um exemplo exemplificado de passo como funciona o sistema da Agricultura Familiar bem planejada que acontece em uma cidade da região, Jussari, lá, as famílias com apenas seis hectares de terra, abastecem toda a cidade de Jussari, e até cidades vizinhas como: Itabuna, Ilhéus, Santa Luzia e Eunápolis, assim, segundo ela, eles conseguem obter uma renda de R$ 4.500,00 (quatro mil quinhentos reais) por mês, trabalhando só com hortas. A fala da agrônoma foi confirmada por uma pequena agricultora da cidade, a dona Vilma, ela possui uma fazenda na região dos Cutias e disse que nunca viu um projeto tão importante e bonito como o da cidade de Jussari, segundo ela, inciativa da prefeitura da cidade.

Outro participante que contribuiu muito para o debate foi o Engenheiro Agrônomo da Ceplac, Ênio Coelho, dentre muitas coisas que ele citou, ele fez questão de frizar para os agricultores presentes, sobre a importância do produtor em fazer o CAR-Cadastro Ambiental Rural, e falou também sobre a DAP-Declaração de Aptidão da Agricultura Familiar. Ênio, ainda respondeu várias perguntas de pequenos agricultores, entre as perguntas, ele respondeu que a irrigação no cultivo de café, não é o responsável pelo volume de água do Rio Aliança está tão baixo, e sim, a falta de chuva que afeta toda região.

O jornalista Di Rusciolelli, sobre o tema do novo ciclo de cultivo do café na cidade de Una, fez questão de abordar esse tema, para que os convidados que entendem do assunto, pudessem desmistificar para as pessoas da importância da plantação do café e da responsabilidade que o agricultor tem que ter com a terra. E o Biólogo Érico Fontes, que também é pré candidato a prefeito de Una, corroborou com a discussão avisando que o agricultor paga uma taxa para a retirada da água nos rios e que se as pessoas se sentirem prejudicadas por isso, os órgãos competentes de fiscalização, estão para as denúncias serem feitas citando, como exemplo o Comitê de Bacias Hidrográficas que funciona em Itabuna, ou a Secretaria de Meio Ambiente da Prefeitura de Una. Segundo Érico, o processo de pagamento de taxas se chama outorga das águas.

O jovem pré candidato a prefeito de Una, Tiago de Dejair
O jovem pré candidato a prefeito de Una, Tiago de Dejair

Ainda no tema discussão sobre o cultivo do café em nosso município, Tiago de Dejair foi enfático ao dizer que o café tem que ser processado e vendido aqui na cidade, e não só plantado e colhido, pois assim a fase de geração de empregos será ainda maior. “Muita gente tá plantando café, agricultores estão vindo do norte do Espirito Santo, pra plantar café aqui, já ficou bem claro que o problema não é apenas a água que tá sendo retirada do rio, e sim, esse fenômeno climático conhecido por El Niño que a gente está enfrentando. Mas, a minha preocupação, já que sou pré-candidato a Prefeito, deve passar pelo seguinte, a gente tá vendo o município começar um ciclo econômico, mas a gente não tem que tá resumido a colher apenas pé de café, a gente precisa pensar num meio pra que esse café seja processado aqui, e vendido aqui, pra os filhos da gente ter um emprego fixo…” enfatizou Tiago.

Além da presença maciça de várias pessoas da cidade, e fazendeiros e pequenos agricultores o evento também  contou a presença dos vereadores Matcha-Matcha (PR), Profº Jorge (PP), a vereadora Soninha (PSB) e o vereador Man(PTN); o vice-prefeito de Una, Nildo Som(PSB) que também é pré-candidato a prefeito da cidade;  o empresário Marcelo Cincurá e diversas lideranças políticas do município, além da presença de moradores do povoado de Vila Brasil, Colônia da Zona Rural e Sede.

Mais fotos em galeria:

Galeia 1

Galeria 2

Galeria 3

Galeria 4



Rios da cidade de Una pedem socorro

20160619_111253

Quem vê a imagem acima, não imagina que do outro lado, a depender do ângulo em que se tira a foto, o Rio São Pedro está pedindo socorro.

Não precisa rodar toda a extensão do município de Una para descobrir que alguma coisa não está boa com os rios que cortam esse território. A falta de um plano de saneamento básico no centro da cidade, aliado ao desmatamento desenfreado e a falta de fiscalização e, acima de tudo, de punição dos culpados, vem diminuindo drasticamente o nível da bacia hidrográfica que passa na região.

Parte do esgoto proveniente do Bairro Sucupira sendo despejado no Córrego do Tuni - Ao lado, ele vai diretamente para o Rio Aliança
Parte do esgoto proveniente do Bairro Sucupira sendo despejado no Córrego do Tuni – Ao lado, ele vai diretamente para o Rio Aliança

No centro da cidade, o Rio Aliança sofre com os dejetos despejados dia a dia, por anos a fio, direto no rio. Não há um tratamento. O único bairro da cidade que possui água com sistema de tratamento, é o bairro da Urbis. Lá tem uma unidade de tratamento da água do bairro, mesmo assim, em casas mais recentes, o sistema de esgotamento vai acabar parando no rio. Isso quando as demais casas de bairros, fazem uma fossa que acaba indo para os lençóis freáticos e no caso das ruas e bairros que estão à beira do rio, todas as casas e até instituições públicas, despejam o esgoto diretamente no rio.

Na zona rural, o desmatamento segue sem nenhum órgão executar a real fiscalização e punição dos proprietários que insistem em derrubar partes de matas nativas para diversas plantações e para criação de gado. Recentemente, até a prefeitura, através da prefeita Diane (PT), utilizando de recursos públicos para ajudar a instalação de uma suposta montadora de motos chinesa, a Yasuna, promoveu o desmatamento de uma área de mais de 800 metros lineares.

Uma das regiões mais afetadas com todo o desmatamento é a região do Rio São Pedro, lá o rio que corria em uma altura de mais de três metros, se percebe que baixou muito e alguns lugares apenas um filete de água correndo se vê. O leito do rio foi todo alterado e o que se vê são pedras e mais pedras. Aliado a falta de chuvas por causa do fenômeno do El Niño em 2015 (entenda mais aqui), e a constante derrubada de mata ciliar, faz com que o nível do Rio São Pedro só diminua.

Rio São Pedro do outro lado da ponte
Rio São Pedro do outro lado da ponte

Una é uma das poucas cidades da região sul que não sofre com problemas de água, mas o nível de seus rios já não são o mesmo. Em contato com o gerente da companhia de abastecimento de água do estado, a EMBASA, o senhor Cosmiro disse ao nosso site que a captação da água para o consumo ainda é feita através do Rio Aliança, e que a empresa, não vislumbra uma outra alternativa de captação de água para abastecer a cidade.

Abaixo vejam um vídeo que o jornalista Di Rusciolelli fez na manhã de hoje, 19 de Junho literalmente dentro de onde o Rio São Pedro passava:

Fotos e vídeo: Di Rusciolelli


Fotos do Arraiá da Escola São José

 

 

 


Rodoviária inaugurada três vezes segue abandonada. Dinheiro público rasgado em Una

DSCF6072

O novo terminal rodoviário de Una que foi concluído ainda no final do governo do ex-prefeito Dejair, em 2012, já foi inaugurado pela atual gestão, da prefeita Diane Brito (PT), por três vezes. Porém, nunca chegou a funcionar. Recentemente, ela andou posando em fotos com trabalhadores da empresa Meta (terceirizada da Coelba) que instalaram os postes nas proximidades do prédio. Mas funcionar que é bom: Nada!

O local foi completamente depredado. Foram roubados diversos materiais instalados e abandonados no local como: vasos sanitários, mictórios, lâmpadas, luminárias, portas. Além da destruição de portas de ferros, catracas, portas normais, fechaduras. Enfim, todo o material que foi colocado, não sobrou nem a placa de inauguração que foi feita pela prefeitura e sua comitiva de secretários e defensores. A rodoviária é utilizada para tudo, menos para o que ela realmente foi projetada. Jovens andam de skate por ali. Algumas pessoas vão ao local para usar drogas ou ter relações sexuais, é muito mais comum ver camisinhas usadas pelo chão, do que ônibus circulando no local.

Vale salientar que nosso site já cobrou o funcionamento e a destruição da rodoviária em diversas oportunidades, revejam aqui e aqui.

Confiram mais fotos e um  vídeo mostrando o descaso com o dinheiro público.

Vídeo:


DENÚNCIA: Prefeitura de Una descarta lixo hospitalar a céu aberto no lixão da cidade

Material hospitalar descartado e causando risco a vida de catadores de lixo
Material hospitalar descartado e causando risco a vida de catadores de lixo

Nosso site recebeu a denúncia de que o caminhão de lixo responsável pela coleta dos resíduos da cidade de Una descartou nessa semana, de maneira irregular e a céu aberto, lixo hospitalar do Hospital Municipal Frei Silvério. O jornalista DI Rusciolelli esteve no local e conversou com a presidente da Cooperativa de Catadores de Lixo Big Bom, a dona Cida Alves e ela nos contou e mostrou, onde e como o lixo hospitalar foi descartado.

WP_20160618_001
Dona Cida Alves faz um apelo aos moradores da cidade: “Se puderem, separem o material cortante e os plásticos, ajudam nosso trabalho e não nos colocam em risco”

Segundo Cida, o lixo sempre foi descartado em um buraco, ali mesmo na área do lixão, após isso, os próprios funcionários da empresa do lixo, ateavam fogo no material descartado. Ela ainda disse que quando isso ocorre, o mau cheiro misturado a uma fumaça tóxica causa diversos danos nos catadores. Cida nos disse que há algum tempo atrás, atearam fogo em um material e ficou queimando mais de dois meses. Alguns catadores tiveram que ser atendidos no hospital da cidade, alguns chegaram a escarrar sangue.

Os resíduos sólidos provenientes de hospitais e clínicas de saúde, devem, de acordo com as normas da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), ser descartados respeitando critérios específicos, que variam entre o tratamento do lixo gerado, o aterramento e até a incineração Assim, é possível evitar possíveis danos ao ecossistema e também prevenir a proliferação de doenças por bactérias.

Além disso, conforme a própria dona Cida nos informa, o lixo hospitalar descartado de qualquer maneira representa um grave risco à saúde humana. E também gera risco ao meio ambiente, pois não havendo a adoção de procedimentos técnicos adequados, o lixo pode ir contaminar o solo e nascentes de água e lençóis freáticos. De acordo com um estudo feito pelo Hospital Albert Einstein, o maior risco ambiental a partir dos resíduos hospitalares é representado pelo chamado lixo infectante. Caracteriza-se pela presença de agentes biológicos como sangue e derivados, secreções e excreções humanas, tecidos, partes de órgãos, peças anatômicas.

Local onde antes era armazenado o lixo hospitalar
Local onde antes era armazenado o lixo hospitalar

Ainda segundo a dona Cida, a prefeitura abandonou os projetos de auxilio aos catadores de lixo, e além de colocar eles em risco, agora não os atende mais e, segundo ela, a máquina de compostagem que viria a ajudar a cooperativa está parada no prédio da prefeitura há mais de cinco anos. “Nenhum dos nossos pedidos é atendido. Reciclamos o lixo aqui sem luvas, sem máscaras, até sem botas. Quando vamos procurar a prefeitura, eles nos dizem que nunca tem tempo”, afirmou a catadora. Ela ainda disse que a prefeita Diane Brito (PT) cedeu o espaço da escola Liberalino Barbosa Souto, escola que a prefeita fechou, para a cooperativa fazer de sede de reciclagem. Porém, os planos não foram a frente, pois o local deveria ser remodelado para abrigar as máquinas e os projetos de reciclagem.

Vídeo:


 

 


Cemitério de Comandatuba segue abandonado – Morador mais antigo diz que nunca viu prefeito pior

DSCF5871
Até alguns blocos já sumiram, estocados aí há mais de quatro meses

 

 

DSCF5873Nosso site esteve a convite do presidente da câmara, o vereador Ailton Nunes (SD) no Distrito de Comandatuba e lá fomos falar com o senhor Adonel, o morador mais antigo da localidade. Ele nos contou diversas histórias sobre os descasos que já foram feitos com aquela comunidade, mas, segundo ele, nunca Comandatuba esteve tão abandonada.

Seu Adonel é o “guardião” da chave do cemitério local, e gentilmente nos cedeu para que ele pudesse mostrar, e dizer, que a tão esperada reforma da capelinha do cemitério, está abandonada há mais de 5 meses.

O muro que divide o cemitério com um terreno caiu todo e a parte da frente, que dá acesso a rua de entrada do distrito também está caindo. Além disso, as luzes ainda não foram colocadas, e recentemente, no enterro de dona Tonha e Jefinho, os corpos dos familiares foram enterrados a luz de lanterna de celulares.

Segundo seu Adonel, quem votar na prefeita Diane, merece ir preso. Confiram os vídeos abaixo.

DSCF5875

Vídeo 1 – Descaso com o muro caído – Falta de luz no cemitério

Vídeo 2 – O morador mais antigo do Distrito de Comandatuba, Seu Adonel diz que o governo da prefeita Diane é o pior da história de Una. Ele tem 96 anos.

 

 


A greve da educação chega ao fim – Prefeita não cumpre o piso, mas professores garantem lutar até o final de seu mandato

A Greve acabou!
A Greve acabou!

Aconteceu uma reunião hoje pela manhã que começou a por fim da larga greve da educação municipal.   Reunidos na câmara de vereadores da cidade, estiveram presentes os vereadores Ailton (SD), Professor Jorge (PP), Matcha-Matcha (PR), Man (PTN), Antônio da Piruna (PT), Soninha (PSB), a Associação de Pais e Mães de alunos da rede municipal de ensino, representados pelo professor Luciano e as mães: Mara e Suzana. Do outro lado, a prefeitura municipal de Una. Através da prefeita Diane Brito (PT) e uma comitiva de secretários. A reunião foi mediada pela promotora da cidade, a Doutora Alicia Violeta, e contava também com a presença do Núcleo Sindical da APLB de Una, representado por sua secretária Andréa Alves, o Conselho Tutelar de Una, com Samarone Correia e Tânia Ribeiro. Além disso, o cacique Val Tupinambá também esteve presente na reunião. Ele comandou a ocupação do prédio da Prefeitura Municipal na última quarta-feira (revejam aqui).

Na reunião a prefeita manteve a proposta de pagar 6% agora no mês de junho e não cumprir o piso salarial dado pelo Governo Federal no início do ano, de 11,23%. O presidente da câmara, o vereador Aílton, se comprometeu em ajudar, consultando o jurídico da casa e, se possível, garantir 1% a mais para a classe.

Após uma reunião que se estendeu por toda manhã, a categoria do sindicato dos professores se dirigiu para a sede e realizou uma Assembleia Extraordinária e pensando no bem coletivo dos alunos, dos pais e mães, e no bem da educação, aceitaram o reajuste e irão continuar lutando pelo cumprimento do seu plano de carreira e a garantia do piso salarial.

Sendo assim, a greve que já durava 64 dias, acabou hoje e na próxima segunda-feira, dia 20, as aulas na rede pública municipal de Una retornarão ao normal.

Mesmo com dinheiro na conta, prefeita chora e diz que não tem condições

Segundo relatos de participantes da reunião pela manhã, a prefeita de Una, a senhora Diane Brito (PT), tentou explanar suas ações de governo e o que bem fez, segundo um dos presentes, foi “chorar”. Segundo a prefeita, o município não tem dinheiro para nada, e por isso ela alega que não pode cumprir o piso e nem conceder aumentos.

Porém, essa informação da prefeita, entra em choque quando acessamos o site do TCM (cliquem aqui e confiram) e nos deparamos com uma relação de contas simplificadas, que é como se fosse um extrato, que a prórpia prefeitura encaminha mensalmente para o Tribunal de Contas dos Municípios, e lá, na página 27 do portal do TCM, se encontra essa relação. Nela, podemos ver um número enorme de contas da prefeitura com saldo positivo, e a conta que mais chama atenção é a Conta Poupança registrada como: CEF C/P 19577-8 POUPANÇA TRIBUTOS 18-4. Nessa conta, está sendo depositado uma parte dos tributos pagos pela segunda maior fonte de empregos do município, e a maior empresa da cidade, o Hotel Transamérica, na conta, segundo o saldo do mês de abril/2016, o valor era de: R$ 1.703.047,72 (um milhão, setecentos e três mil, quarenta e sete reais e setenta e dois centavos). Como o mês de maio ainda não se encontra divulgado no site, se espera que nessa conta, no dia de hoje, possa ter mais de R$ 2 milhões de reais. Confiram abaixo a imagem retirada do site do TCM.

A pergunta que não quer calar é: Para quê guardar tanto dinheiro? Eleição? Render? Fazer festa de natal? Fazer festas de São João? Pagar profissionais? Comprar uma bicicleta?
A pergunta que não quer calar é: Para quê guardar tanto dinheiro? Eleição? Render? Fazer festa de natal? Fazer festas de São João? Pagar profissionais? Comprar uma bicicleta?