Moradores do Bairro Marcel Ganem sofrem com foco de dengue e esgoto a céu aberto

 

DSCF6902

 

Nosso site foi convidado pelo senhor Elecy para conferir de perto os descasos e abandono com o Bairro Marcel Ganem. Construções inacabadas que faltam fiscalização e estão infestadas de larvas de mosquitos Aedes aegyphty.

Ruas cheias de lixo, lama para todo lado, ruas intransitáveis. E para piorar, e a ironia dessa matéria é que ao lado do Posto de Saúde do bairro, o esgoto está a céu aberto  e rodeado se mato.  Além disso, o esgoto no bairro corre solto e até fomos na casa da Dona Marilene, onde o esgoto entupido  devido a falta de manutenção, excesso de lixo e areia, jogam no fundo da casa dela esgoto a todo momento. A senhora disse que não tem condição alguma de consertar o problema.

Vejam as fotos na cercania do posto de saúde:

Fotos de construções abandonadas, lixo para todo lado e excesso de larvas do temeroso mosquito da dengue.

 

Fotos do esgoto e do matagal que ninguém resolve:

 

 

Vídeo 1


Vídeo 2


Vídeo 3

 

Vídeo 4

 

 



Diane tenta tomar PP de Tiago e leva “NÃO”

Jovem pré candidato Tiago, mostra força e que está com prestígio do PP - Prefeita perde mais uma e marga alta rejeição
Jovem pré candidato Tiago, mostra força e que está com prestígio do PP – Prefeita perde mais uma e marga alta rejeição

 

Nosso site recebeu informações de que ontem, 5, pela tarde, a prefeita de Una, Diane Brito (PT), esteve em Salvador em reunião com o vice governador da Bahia, João Leão. Na conversa a prefeita tentava articular a tomada do Partido Progressista-PP em Una para ela e assim desarticular a candidatura do jovem Tiago de Dejair. Ela usou o argumento de que os partidos da base do governo precisam se unificar na cidade.

Porém, o tiro saiu pela culatra. Leão consultou o prefeito de Ilhéus, Jabes Ribeiro, que também é secretário geral do partido na Bahia e coordenador do partido na região cacaueira, para que ele tomasse a decisão. Prontamente, Jabes disse um sonoro NÃO a Diane e avisou ao vice-governador que a candidatura de Tiago é prioritária. Na conversa com Leão, Jabes reafirmou compromisso com o PP de Una e afirmou que não há a menor possibilidade de Tiago, que lidera as pesquisas, abrir mão de uma candidatura já viabilizada, para se aliar à prefeita Diane, que enfrenta enorme rejeição e está em último lugar nas intenções de voto.

No começo da noite, Jabes Ribeiro publicou nota oficial e divulgou em seu Facebook o seu compromisso com a pré candidatura de Tiago pelo PP em Una e ainda lembrou o pai do jovem, o ex-prefeito por três vezes, Dejair Birschner.

Prefeito de Ilhéus reitera compromisso com Tiago de Dejair
Prefeito de Ilhéus reitera compromisso com Tiago de Dejair

A prefeita Diane segue sua via crucis, rejeitada pela maioria da população de Una, com grupo reduzido, pois recentemente perdeu o PSD para o empresário Marcelo Cincurá, e agora, não conseguiu nem emplacar sua investida para desarticular o grupo de Tiago de Dejair e Nildo Som.


EMBASA explica captação de água na cidade de Una

13438896_1637164506603072_9179193845714140379_n

Ontem, diretores da Empresa Baiana de Água e Saneamento – EMBASA estiveram na cidade de Una e segundo eles se reuniram com a prefeita municipal, a senhora Diane Brito (PT), e depois, pela tarde, eles tiveram na Câmara de Vereadores da cidade para se reunir com os vereadores. Participaram da reunião os vereadores Ailton Nunes, presidente da casa, e o vereador Professor Jorge. Além do diretor da casa do povo, Natan Mendes e o jornalista Di Rusciolelli, proprietário do Atitude em Una. Eles questionaram os diretores da empresa sobre possíveis problemas para o abastecimento de água na cidade, e eles garantiram que não há nenhum problema. Na reunião, os diretores da empresa esclareceram os motivos pelos quais caminhões pipa estão há alguns dias, tentando pegar água na central de Una. (relembrem aqui) A população da cidade ficou preocupada no último final de semana, com a retirada de água da cidade.

Segundo os diretores da EMBASA da região, o sistema de captação de água na cidade de Una acontece de 12 em 12 horas, e que a captação após esse horário, caso a empresa queira vender, eles podem vender. Pois, segundo ele, pelo fato da fonte de água da cidade ser a água corrente, no caso o Rio Aliança, a água que não é captada pela EMBASA vai parar no mar.

Alan, o diretor interino da EMBASA em Una, disse: “Se quiséssemos aumentar a captação, a água retornaria ao reservatório, e extravasaria o mesmo. Pois a cidade não utiliza toda a quantidade de água.” Ele ainda afirmou que na cidade de Una, não há demanda para a grande quantidade de água.

Para justificar o convênio feito pelo governo do estado com a prefeitura municipal de Una, e o escritório da EMBASA local, o diretor regional da EMBASA, Danilo Gomes, disse que  o governo do estado da Bahia, firmou um convênio para fornecer água para a cidade de Itabuna a partir de 3 centrais de abastecimentos de água, que são as cidades de São José da Vitória, Ubaitaba e Travessão. E que mesmo pelo fato de na cidade ser a EMASA, uma empresa municipal da cidade de Itabuna, a partir do convênio do governo do estado, a EMBASA está atendendo as demandas da cidade.

Ele ainda disse que um dos fatores pelo qual está ocasionando a crise hídrica da região, é o fenômeno climático do El Niño, e que para a região de Ilhéus, que é a maior do sistema EMBASA na região, eles já estão retirando água de outros sistemas da região, e que para os próximos meses, o retorno da chuva, em no máximo dois meses, o sistema volta ao normal e que o sistema da empresa não aguenta até o verão, retirar água dos sistemas para Ilhéus. Daniel ainda disse que seria irresponsabilidade da empresa, colocar em risco o abastecimento da cidade e que Una só foi escolhida, pois o sistema de captação de água da cidade é do manancial com uma vazão corrente muito boa, e a água que passa por aqui quando a empresa não opera, vai para o mar. Ele ainda explicou que Una, por não ter um estoque de água como barragem, favorece, pois se em Una fosse uma barragem ou um grande reservatório de água, que com o uso, fosse baixando, poderia gerar problemas para a cidade. Ele ainda disse que a cidade é abençoada, pois o manancial corrente de água (o Rio Aliança) faz com que, durante o período de captação, sempre tenha a água.  Danilo disse também que essa água captada só não é vendida para os extremos casos de pobreza e para a distribuição gratuita onde as crises hídricas estão mais fortes.

Os diretores disseram que a Lei de Outorga dá direito a EMBASA de captar a água e distribuir para os entes públicos ou privados, desde que comprovado a necessidade e sob licença do INEMA. Segundo ele, a empresa tem despesas para captar a água e ela com certeza irá repassar os custos para onde a água será distribuída.

No final da reunião, os diretores se predispuseram a regressar a cidade para maiores esclarecimentos e solicitaram que o nosso site divulgasse um release com informações sobre essa questão.

Entenda a Lei de Outorga

 O que é a outorga de direito de uso de recursos hídricos?
É o ato administrativo mediante o qual o poder público outorgante (União, Estados ou Distrito Federal) faculta ao outorgado (requerente) o direito de uso de recurso hídrico, por prazo determinado, nos termos e nas condições expressas no respectivo ato. A outorga constitui uma manifestação de vontade do Poder Executivo, e objetiva assegurar o controle quantitativo e qualitativo dos usos da água, ao mesmo tempo em que garante o direito do usuário outorgado. De acordo com a Lei Federal no 9.433/97 (art. 11), a outorga tem o objetivo de assegurar o controle quantitativo e qualitativo da água, ao mesmo tempo que garante o direito do usuário da água a utilizar este recurso natural, de acordo com determinadas condições, que dependem da capacidade do manancial e da quantidade demandada pelo conjunto de todos os usuários.

Por que a outorga é necessária?
Para assegurar ao usuário o efetivo exercício do direito de acesso à água, bem como realizar o controle quantitativo e qualitativo dos usos deste recurso. Compete ao Estado, por meio da outorga, gerenciar a água, minimizando os conflitos entre os diversos usos da água (abastecimento público, geração de energia, irrigação etc.) e evitando os impactos ambientais negativos os corpos hídricos.

Quem deve pedir a outorga?
Derivação ou captação de água em manancial de águas superficiais (rios, riachos, açudes, …) para abastecimento público, ou insumo de processo produtivo; A extração de água de aqüífero subterrâneo para consumo final e/ou insumo do processo produtivo;
Uso de recursos hídricos para fins de aproveitamento dos potenciais hidrelétricos;
A implantação de empreendimentos que demandem a utilização de recursos hídricos;
Execução de obras ou serviços que alterem o regime, quantidade e/ou qualidade dos mesmos;
Lançamento, em corpos d’água, de esgoto e demais resíduos líquidos ou gasosos, tratados ou não, com o fim de sua diluição,transporte ou disposição final (não implementado até o momento).
Outros usos que alterem o regime, a quantidade e/ou qualidade da água do corpo d’água;

Vejam um vídeo bem explicativo e resumido sobre Outorga:

 

E para entendeer ainda mais, acessem esse site aqui: Folha do Meio Ambiente



Governador Rui Costa e equipe da SECOM-BA dizem que viatura nova de Una está a caminho

Toda a cidade de Una e região acompanharam aqui no nosso site o descaso e vergonha que o batalhão de Policia Militar da cidade está passando, ao utilizar uma viatura policial bem antiga. (revejam a matéria aqui)

Ontem, o governador Rui Costa entrou em contado com o nosso site via mensagem do facebook e a equipe da secretaria de comunicação da Bahia – SECOM, entrou em contato via whatsapp.

Segundo o governador, a cidade de Una irá sim receber uma nova viatura. Ele disse que todo o estado começou a receber novos veículos, e que no total, serão 1400 novas viaturas. Já a equipe de comunicação do governo da Bahia, garantiu que agora em julho, conforme o cronograma da instituição, a cidade estará recebendo uma nova viatura. A SECOM ainda disse que a atual “Parati” que está sendo utilizada pela polícia, só está sendo usada para substituir a antiga Ford Ranger.

Cabe agora toda a população unense aguardar e torcer para que isso aconteça logo.

Vejam abaixo as respostas igual nos foi enviada:

Resposta do governador Rui Costa via facebook:

rui“Bom dia, Rusciolelli. Como vai? Certamente Una irá receber viaturas novas. São 1.400 veículos novos para toda a Bahia e estamos seguindo um cronograma de entrega. A primeira cidade a receber foi Feira de Santana, a segunda maior do estado. As novas viaturas buscam apoiar e estimular os policiais militares e civis para repetirem, em 2016, o excepcional resultado que tiveram em 2015. Abraços”

Resposta da SECOM-BA via whatsapp:

AvatarSecom

“Ao site Atitude em Una,

Sobre a viatura do município de Una, a Polícia Militar da Bahia esclarece que a viatura do tipo Parati está sendo utilizada provisoriamente em substituição a do tipo Ranger. Com relação à substituição e renovação de frota de veículos da PMBA em todo estado, a PM informa que uma nova viatura será entregue em Una no próximo mês de julho, conforme cronograma previsto da instituição.

Atenciosamente,

Equipe do Departamento de Comunicação Social”

 


Enfim chuva em Una – Porém com ela, os problemas seguem sendo os mesmos

A cada ano que passa se aumenta a expectativa  de que a uma cidade mude. As pessoas andam sempre com o pé atrás  com a política e a descrença nos políticos só aumenta.

Claro que a falta de chuva não é culpa dos políticos e nem da política,  porém,  a inércia do poder público em lhe dar com os problemas simples de uma cidade, no período  de chuvas, se torna ainda pior.

Moradores da Rua das Flores,  no Distrito da Colônia,  maior e  mais populoso distrito da cidade de Una,  reclamam que com as chuvas recentes, os problemas daquela rua se agravam. Alguns deles nos enviaram fotos de como está o estado da rua e nos disseram que dificilmente uma moto passa pela rua e os moradores tem grande dificuldade para caminharem por lá.

No último final de semana, a prefeitura promoveu uma festa naquela localidade, enfeitou as ruas principais e até trocou iluminação na Avenida Brasil, a principal  do distrito. Porém a Rua das Flores e algumas outras, segundos outros moradores da Colônia que nosso site ouviu, estão com uma iluminação  precária.

Recentemente também, a prefeitura concluiu um pedaço do restante de calçamento  da principal rua, que começou a ser calçada em 2005, pelo ex-prefeito Zé Pretinho. Porém, ainda a maioria das ruas do distrito, seguem sem serem calçadas.  Nesse ritmo,  se o próximo prefeito entrar e calçar outra parte,  e assim por diante, talvez em 2050 o distrito esteja todo calçado. Vamos esperar, afinal, esperança é a última que morre.

Fiquem com as fotos e esperemos que algo seja feito por essa rua e outras que se encontram em situação igual ou pior.

 

 

 

 


Viatura da Polícia Militar em Una – Verdadeira vergonha

Viatura parada em frente ao batalhão - Dia de chuva e a janela do motorista não pode nem fechar
Viatura parada em frente ao batalhão – Dia de chuva e a janela do motorista não pode nem fechar – Foto: Di Rusciolelli – 25/06/2016
Durepoxi - novo meio para manter o parachoque do carro da PM em Una
Durepoxi – novo meio para manter o para-choque do carro da PM em Una – Foto: Di Rusciolelli – 25/06/2016

O batalhão da polícia militar de Una está abandonado, o governador Rui Costa vive em seu facebook anunciando entregas de novas viaturas, e alguns sites até noticiaram entregas de mais de 55 viaturas na região sul do estado, Outros, anunciaram em maio, a entrega de mais de 118 viaturas para toda a Bahia. Porém, em Una, nada acontece. A própria Secretaria de Comunicação do Governo da Bahia – SECOM, divulgou em seu site, no último dia 17, essa entrega de viaturas para a região de Ilhéus e Itabuna (revejam aqui)

No dia 16 de Maio, a cidade de Camaçari ganhou quatro novas viaturas. A maioria dos veículos entregues pelo governo do estado estão sendo em formatos tipo caminhonetes e minivans, e são parte da renovação da frota da Polícia Militar baiana.

Vale lembrar que no começo desse ano, nosso site cobrou uma mudança da frota de veículos que atendem as guarnições de policiais do nosso estado, na época,  divulgamos a foto da antiga camionete Ranger (que foi embora de vez para a sucata) com a bandeja que segura o eixo do pneu estava rompida. O que, na época, ocasionou que os policiais estavam fazendo a ronda a pé. Além de que, colocava a vida dos nobres funcionários públicos em risco. (revejam aqui essa notícia)

 

Interior da viatura antiga, que está em serviço na cidade de Una - Ganha um prêmio quem acertar o que é aquela sacola no câmbio da marcha - Foto: Di Rusciolelli - 25/06/2016
Interior da viatura antiga, que está em serviço na cidade de Una – Ganha um prêmio quem acertar o que é aquela sacola no câmbio da marcha – Foto: Di Rusciolelli – 25/06/2016

 

Foto: Di Rusciolelli - 25/06/2016
Foto: Di Rusciolelli – 25/06/2016

 

Governador entregando viaturas novas em Ibiassucê
Governador entregando viaturas novas em Ibiassucê – E Una governador? – Foto Divulgação SECOM Bahia

Em janeiro/2016, nosso site recebeu informações da falta de condições dos PMs em Una, e de lá para cá, pouca coisa mudou, na verdade, segundo alguns policiais, a situação só piora, pois hoje, os profissionais estão sendo tachados como os responsáveis pela destruição dos carros. Com a onda de violência, assaltos, homicídios na cidade, os policiais ficam impedidos de realizar o trabalho, tanto para o bem da população como para sua segurança, pois o atual carro da PM em Una, é uma Parati antiga que não tem condição de entrar na maioria das ruas com difícil acesso da cidade e muito menos se dirigir para os distritos, devido as estradas. Ainda segundo um popular da cidade, alguns dias atrás, os policiais estavam em uma diligência no bairro Sucupira, quando a Parati antiga, parou e não teve quem fizesse a mesma sair do lugar, tiveram que chamar um mecânico para rebocar o velho carro.

 

Sobre a viatura de Una, o mais engraçado é que além da mesma está sendo fixada com durepoxi, o vidro do motorista não fecha, pois está quebrado há meses. Hoje, dia 25, o jornalista Di Rusciolelli estava passando em frente ao batalhão, no exato momento em que chovia, e filmou o vídeo que está abaixo, Como a casa que abriga a corporação, a garagem também não tem proteção para o carro, tanto faz se fica fora ou dentro da casa.

Viaturas entregues pelo governo da Bahia
Viaturas entregues pelo governo da Bahia – Foto Divulgação SECOM Bahia

Viaturas que foram entregadas na cidade vizinha a Una, a cidade de Ilhéus
Viaturas que foram entregadas na cidade vizinha a Una, a cidade de Ilhéus – Foto Divulgação SECOM Bahia

Vídeo do momento em que chove e a viatura da PM em Una, nem o vidro pode fechar:

 

 


População de Una preocupada com caminhões pipa levando água da cidade

WhatsApp-Image-20160623 (1)

Hoje pela manhã a cidade de Una foi surpreendida com caminhões pipa que chegaram cedo na cidade. Um comerciante da cidade, tirou algumas fotos e descobriu que os caminhões se dirigiam para o escritório da EMBASA, a companhia de abastecimento de águas da cidade. O nosso site, através do jornalista Di Rusciolelli, entrou em contato com o escritório da EMBASA e a funcionária que nos atendeu disse que havia uma autorização do escritório da EMBASA de Itabuna, para que fosse abastecido os caminhões com água potável, captada pela empresa, no Rio Aliança.

O blog Una na Mídia, divulgou mais cedo, que na verdade se trataria de uma suposta venda  água tratada para fornecer a uma empresa particular no município de Ilhéus. Além disso, segundo o blog, uma equipe de fiscalização da secretaria de meio ambiente da cidade se fez presente no local e junto com a Guarda Municipal Civil, apreendeu os dois caminhões e não deixou que os mesmos saíssem com água do local.

O escritório da EMBASA não está funcionando mais hoje, mas uma fonte desse site disse que os motoristas passaram por uma rua e disseram que já estava tudo resolvido. E que em breve, os caminhões iriam retornar e levar água.

O fato é que o assunto já está circulando nas redes sociais e os unenses estão muito preocupados com isso. Alguns comentários no facebook, os moradores de Una estão dizendo que a cidade não pode pagar pela falta de planejamento e gestão de outras cidades.  Alguns leitores desse site já nos ligaram e dizem que isso não pode ficar assim, pois a cidade também está sofrendo uma crise hídrica.  Nosso site vai ficar acompanhado essa questão. Estamos de olho.

Informações atualizadas retiradas do site Una News:

A Prefeitura Municipal de Una notificou a Empresa Baiana de Saneamento e Águas (Embasa), por está liberando água sem apresentar nenhum documento de autorização. Após denúncia de populares na manhã deste sábado (23), o Fiscal de Meio Ambiente do município Sr. Luziano, esteve no local onde os caminhões seria abastecido.

A Secretaria de Meio Ambiente acionou a Polícia Militar que compareceu no local. Além da Embasa, o Sr. Clodoaldo Macedo Alexandre, proprietário do caminhão PIPA de Placa policial GXM-1817 Itapé, também foi notificado pela Prefeitura, mas, ele se recusou apresentar o documento do caminhão e assinar a notificação.  Logo após o veiculo foi liberado.

WhatsApp-Image-20160623 (2) WhatsApp-Image-20160623


PP de Una reúne mais de 400 pessoas para discutir políticas para Agricultura e Meio Ambiente

Fotos: Di Rusciolelli

Informações do texto: Una News

DSCF6570

DSCF6585Ontem a noite, 22, o diretório do Partido Progressista – PP em Una realizou  6º encontro da Plataforma de Discussões sobre Gestão Pública. O tema da noite de ontem foi AGRICULTURA e MEIO AMBIENTE. Abrindo os trabalhos e dando as boas vindas para os mais de 400 presentes no sítio do ex-prefeito Dejair, o jovem pré-candidato a prefeito de Una e vice presidente da legenda na cidade, Tiago de Dejair, fez questão de agradecer a presença de todos que se deslocaram de suas casas da sede da cidade e até dos diversos distritos e fazendas do município.

A primeira palestra da noite ficou a cargo do biólogo e doutorando Rogério Martins Borges, popular “Giban”, ele discorreu sobre a importância da água e como preservar os nossos rios. Mostrou dados reais e que refletem a triste realidade do que sobrou da mata atlântica em nossa região e país, e ainda mostrou a importante de diversos animais, inclusive a “perigosa” cobra, Pico de Jaca, na cadeia alimentar e o quanto eles contribuem com o ecossistema. Segundo Giban, uma das grandes soluções para os municípios regularizarem a lei do lixão, que faz parte da Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS) e foi sancionada em 2 de agosto de 2010, é a parceria com outras cidades para a criação de consórcios de uso de aterros sanitários.

DSCF6662
O jovem jornalista e pré candidato a vereador Di Rusciolelli

A Engenheira agrônoma Raimunda “Rai da Igreja Batista”, mostrou um exemplo exemplificado de passo como funciona o sistema da Agricultura Familiar bem planejada que acontece em uma cidade da região, Jussari, lá, as famílias com apenas seis hectares de terra, abastecem toda a cidade de Jussari, e até cidades vizinhas como: Itabuna, Ilhéus, Santa Luzia e Eunápolis, assim, segundo ela, eles conseguem obter uma renda de R$ 4.500,00 (quatro mil quinhentos reais) por mês, trabalhando só com hortas. A fala da agrônoma foi confirmada por uma pequena agricultora da cidade, a dona Vilma, ela possui uma fazenda na região dos Cutias e disse que nunca viu um projeto tão importante e bonito como o da cidade de Jussari, segundo ela, inciativa da prefeitura da cidade.

Outro participante que contribuiu muito para o debate foi o Engenheiro Agrônomo da Ceplac, Ênio Coelho, dentre muitas coisas que ele citou, ele fez questão de frizar para os agricultores presentes, sobre a importância do produtor em fazer o CAR-Cadastro Ambiental Rural, e falou também sobre a DAP-Declaração de Aptidão da Agricultura Familiar. Ênio, ainda respondeu várias perguntas de pequenos agricultores, entre as perguntas, ele respondeu que a irrigação no cultivo de café, não é o responsável pelo volume de água do Rio Aliança está tão baixo, e sim, a falta de chuva que afeta toda região.

O jornalista Di Rusciolelli, sobre o tema do novo ciclo de cultivo do café na cidade de Una, fez questão de abordar esse tema, para que os convidados que entendem do assunto, pudessem desmistificar para as pessoas da importância da plantação do café e da responsabilidade que o agricultor tem que ter com a terra. E o Biólogo Érico Fontes, que também é pré candidato a prefeito de Una, corroborou com a discussão avisando que o agricultor paga uma taxa para a retirada da água nos rios e que se as pessoas se sentirem prejudicadas por isso, os órgãos competentes de fiscalização, estão para as denúncias serem feitas citando, como exemplo o Comitê de Bacias Hidrográficas que funciona em Itabuna, ou a Secretaria de Meio Ambiente da Prefeitura de Una. Segundo Érico, o processo de pagamento de taxas se chama outorga das águas.

O jovem pré candidato a prefeito de Una, Tiago de Dejair
O jovem pré candidato a prefeito de Una, Tiago de Dejair

Ainda no tema discussão sobre o cultivo do café em nosso município, Tiago de Dejair foi enfático ao dizer que o café tem que ser processado e vendido aqui na cidade, e não só plantado e colhido, pois assim a fase de geração de empregos será ainda maior. “Muita gente tá plantando café, agricultores estão vindo do norte do Espirito Santo, pra plantar café aqui, já ficou bem claro que o problema não é apenas a água que tá sendo retirada do rio, e sim, esse fenômeno climático conhecido por El Niño que a gente está enfrentando. Mas, a minha preocupação, já que sou pré-candidato a Prefeito, deve passar pelo seguinte, a gente tá vendo o município começar um ciclo econômico, mas a gente não tem que tá resumido a colher apenas pé de café, a gente precisa pensar num meio pra que esse café seja processado aqui, e vendido aqui, pra os filhos da gente ter um emprego fixo…” enfatizou Tiago.

Além da presença maciça de várias pessoas da cidade, e fazendeiros e pequenos agricultores o evento também  contou a presença dos vereadores Matcha-Matcha (PR), Profº Jorge (PP), a vereadora Soninha (PSB) e o vereador Man(PTN); o vice-prefeito de Una, Nildo Som(PSB) que também é pré-candidato a prefeito da cidade;  o empresário Marcelo Cincurá e diversas lideranças políticas do município, além da presença de moradores do povoado de Vila Brasil, Colônia da Zona Rural e Sede.

Mais fotos em galeria:

Galeia 1

Galeria 2

Galeria 3

Galeria 4