Comissão de Agricultura da ALBA propõe criação de companhia de polícia para combate ao roubo de gado

\r\n\r\n\r\n

Deputado Salles ao fundo participando da comissão
\r\n

\r\n

Enviado pela ASCOM do Deputado

\r\n

A Comissão de Agricultura da Assembleia Legislativa da Bahia discutiu, nesta terça-feira (19), os problemas relacionados ao roubo de gado, insumos agrícolas e da produção dos agropecuaristas baianos. Na ocasião, foi aprovado, por unanimidade, a proposta de criação de uma Companhia Especial de Proteção do Patrimônio Agropecuário. Além desta iniciativa, os parlamentares aprovaram a solicitação de uma reunião com o secretário de Segurança Pública, Maurício Barbosa, com a presença do coronel da Polícia Militar, Anselmo Brandão e do delegado-geral da Polícia Civil, Bernadino Brito Filho, para que sejam discutidas ações com a finalidade de reduzir a ação dos criminosos.

\r\n

O presidente da Comissão de Agricultura, Eduardo Salles, ressaltou que, durante evento em Feira de Santana, nesta segunda-feira (18), foi procurado por produtores de Terra Nova e São Sebastião do Passé que relataram o aumento no roubo de gado na região. Outro ponto sinalizado por estes produtores, é que a polícia afirma não dispor de equipamentos necessários para reprimir os crimes, como por exemplo, a falta de veículos com tração.

\r\n

“Iremos encaminhar ofício ao secretário Maurício Barbosa para que os deputados apresentem a proposta de criação da companhia especializada e ouvir deles quais são as alternativas para resolver estes problemas que estão prejudicando e amedrontando os produtores”, explica Salles.

\r\n

Também foi citado pelos parlamentares presentes, que a insegurança é generalizada e os criminosos roubam utensílios, dinheiro e a produção estocada. “Os produtores têm receio de deixar grandes quantidades de cacau estocado porque podem ser alvos da ação de assaltantes. É motivo de muita preocupação”, complementa Fábio Souto, vice-presidente da Comissão.

\r\n

A proposta é que a companhia atue em todas as regiões e, quando houver aumento de crimes em determinados locais, a equipe seja deslocada e possa coibir a prática criminosa. “Nós já conseguimos realizar algo similar com a Operação Safra na região Oeste, realizada anualmente e que, hoje, conta com helicóptero do governo do estado e tem sido fundamental para combate ao crime organizado. O resultado tem sido muito positivo e evitado o roubo de insumos agrícolas no oeste baiano” esclarece o parlamentar.

\r\n

Estavam presentes na sessão da Comissão de Agricultura, os deputados Gika Lopes, Neusa Cadore, Fábio Souto e Antônio Henrique Júnior.


Comentários fechados.