Julho acabando e viatura da PM em Una não chegou – Pior, mandaram uma antiga

20160721_122037

Todos nossos leitores lembram que no mês passado, nosso site, através do jornalista Di Rusciolelli, fez uma denúncia em vídeo e fotos, do estado da viatura do 71º Batalhão de Polícia Militar da Bahia, em Una. O carro que estava sendo utilizado pelos policiais era uma Parati antiga, com o vidro quebrado e toda esbagaçada (revejam aqui). Após a denúncia e cobrança aqui em nosso site, o governador Rui Costa, respondeu nosso jornalista via Facebook, e disse que no mês de Julho, a cidade receberia uma nova viatura, das mais de 1400 que o governo estava entregando nos municípios. (revejam aqui)

Porém, já está quase terminando o mês de julho, e até agora, o que se viu foi que a antiga Parati foi substituída pela antiga Ranger, que também já havia sido mostrado aqui em nosso site, o péssimo estado de conservação desse veiculo (revejam aqui).

Porém, além de não enviar uma das viaturas novas, chegou a Una, uma pick-up S10 antiga, que era utilizada em Canavieiras. O carro também está bastante desgastado e faz parte da antiga frota das viaturas da policia do estado. Além de está bastante comprometida a chaparia do carro, o mesmo não pode ficar na chuva, pois quando começa a chover, os policiais devem deixar o veículo embaixo de alguma marquise.

Nessa semana, no dia 19, dia que choveu muito na cidade de Una, os policiais que faziam ronda com o veículo tiveram que esperar em um dos postos de gasolina da cidade, e quando a chuva cessou um pouco, tiveram que abrigar o carro em uma garagem. Tudo isso porque quando chove, molha dentro do carro todo. Outras duas situações inusitadas aconteceram com esse mesmo veículo nessa semana que passou. O primeiro foi que a tampa da parte do camburão, no momento em que os policiais rodavam com o carro, caiu no meio da rua, pois o suporte de fábrica, simplesmente rompeu.  No vídeo que aparece abaixo, vocês irão perceber que não há a tampa, pois esse vídeo foi gravado ontem, dia 21, e hoje, 22, nosso site passou pela frente do batalhão e a sucata, estava lá parada, porém já estava com a tampa do fundo.

Vergonha! Dobradiça de janela com rebite
Vergonha! Dobradiça de janela com rebite

Mas, na foto ao lado, se percebe o “armengue” que tiveram que fazer para segurar a tampa, dobradiças de janelas foram utilizadas no local. Um verdadeiro descaso e vergonha. Para findar, a outra situação inusitada, foi que em uma diligência, os policiais perseguindo alguns meliantes, o veículo simplesmente parou no meio da rua, foi obrigado vir um carro com mecânico para puxar o mesmo e levar para oficina.

Nosso site ouviu algumas pessoas da comunidade de Una, que se dizem bastante preocupados com a segurança da cidade. Segundo muitos moradores, a violência aumentou, após a mudança de comando do Batalhão em Canavieiras, pois a cidade de Una é subserviente daquele batalhão. Segundo muitos comerciantes, que nosso site também ouviu, hoje, até cota de combustível diário tem para a viatura. Além disso, o número de arrombamentos na cidade aumentou. Os moradores não se sentem mais seguros e alguns até reclamaram que alguns dos bons policiais que tinham na cidade, foram transferidos para a cidade de Canavieiras.

Além do combustível que o estado disponibiliza, a prefeitura e o  Hotel Transamérica também doam uma cota de combustível, porém mesmo assim, a viatura não chega o mês.
Nosso site gostaria de ter uma pergunta respondida:

Por quê  somente Canavieiras tem viatura nova?

Os policiais de Una realizam um excelente trabalho, mais precisam de condições e apoio para isso. Sem condições de trabalho a comunidade unense irá sucumbir diante da criminalidade.

Vejam o vídeo de mais um descaso com a segurança  na cidade de Una.o

Vídeo:


Mais uma obra parada na cidade de Una – Outra escola de 133 mil no Distrito dos Lençóis

20160708_161723

20160708_161741Assim como a construção “faraônica” de uma escola na comunidade da Vila São João está parada há mais de dois anos (nosso site falou sobre ela aqui), outra escola, também com o mesmo valor e com o mesmo modelo arquitetônico, estava sendo construída no Distrito dos Lençóis .

Orçada no mesmo valor que a escola da Vila São João, a escolinha deveria ser entregue no prazo de seis meses, essa, exatamente no dia 18 de novembro de 2015, porém, em julho de 2016, a obra segue parada. Outra coisa que chama atenção, é que como na Vila São João, a prefeitura fez o projeto para a construção de uma nova escola, situando o novo prédio bem ao lado da antiga escola, a Chico Mendes. Escola essa muito menor, e com péssima estrutura para os dias atuais.

Alguns moradores nos disseram que já fazem mais de oito meses que nenhum pedreiro pisa o pé ali na obra. E os moradores próximo a construção abandonada, ao menos estão aproveitando o prédio para alguma coisa. A fachada da construção está servindo para um varal de roupas. Com certeza, muito mais útil no momento, tendo em vista que esse governo, certeza não terminará essa obra até o seu mandato.

Sobre essas construções abandonadas, vale ressaltar que as empresas responsáveis pela construção das mesmas, estão sendo investigadas no Ministério Público Estadual, as suspeitas são de superfaturamento das obras. Com essa, ao todo, são cinco construções de escolas abandonadas em Una. Ao todo, os atuais “elefantes brancos”, são as cinco escolas: Vila Brasil, orçada em mais de R$ 1 Milhão de reais, Vila São João, orçada em mais de R$ 133 mil reais, Assentamento Nova Galícia, orçada em mais de R$ 244 mil reais, Região de Toti-Serrote orçada em mais de R$ 133 mil reais, Distrito de Lençóis, orçada em mais de R$ 133 mil reais. Uma creche no Distrito da Colônia, orçada em mais de R$ 800 mil reais, dois postos de saúde, um no Oiteiro e outro na Colônia.

Nosso site já falou de quase todas essas obras abandonadas aqui em Una, nosso jornalista Di Rusciolelli percorreu os quatro cantos do município, e ainda essa semana iremos falar sobre a construção abandonada em Toti-Serrote, que colocaram um pedreiro e um ajudante lá, para tentar ludibriar as pessoas.

Vídeo


Tiago demonstra força política durante lançamento de frente partidária

Deputado Estadual Eduardo Salles discursando ao lado do pré-candidato a prefeito de Una, Tiago de Dejair
Deputado Estadual Eduardo Salles discursando ao lado do pré-candidato a prefeito de Una, Tiago de Dejair

IMG-20160718-WA0021A política de Una deu uma “chacoalhada” neste final de semana e a pré-candidatura a prefeito Tiago de Dejair ganhou ainda mais corpo nesse momento decisivo de pré-campanha com a proximidade das convenções. Tiago recebeu neste domingo (17) o apoio oficial de seis partidos, que anunciaram a instalação da Frente Partidária “Unidos pelo Bem de Una”, composta pelo PP, PSB, PTN, PR, PTC e PSDC.

O evento demonstrou força política de Tiago, que conseguiu reunir centenas de pessoas em pleno domingo. O deputado estadual Eduardo Salles, um dos mais influentes do PP da Bahia, garantiu apoio à candidatura de Tiago e principalmente ao seu futuro governo municipal, caso seja eleito. O deputado, que já foi secretário estadual de Agricultura, disse que trará reforço para fortalecer a produção agrícola da cidade, que tem uma das maiores cadeias produtivas do estado.

O deputado federal Bebeto Galvão (PSB) foi representado no evento pelos assessores Gusmão Neto, Alisson Gonçalves e Jaílson Nascimento, esse último ex-presidente da Câmara de Ilhéus. Eles reafirmaram o compromisso do deputado com o projeto político liderado por Tiago. Gusmão destacou que o PSB, que tinha pré-candidatura própria com Nildo Som, fez a escolha mais acertada ao construir uma aliança com o PP, em apoio a Tiago, que na sua avaliação é o mais preparado para administrar o município entre todos os pretensos candidatos Já Alisson fez um discurso forte e levantou o público, ao garantir que o mandato de Bebeto não medirá esforços para apoiar a pré-candidatura de Tiago e posteriormente reunir toda bancada do PSB para fortalecer a gestão municipal com envio de recursos federais para ajudar a reconstruir a cidade.

IMG-20160718-WA0031

IMG-20160718-WA0013

13707796_10201744551452229_4253880584986687843_n

Um fato importante evento também foi os anúncios do vice-prefeito Nildo Som (PSB) e do ex-vice prefeito Beto Careca (DEM), que retiram suas candidaturas para apoiar Tiago, por entenderem que o projeto do jovem é o melhor para a cidade.

O protagonista da festa, Tiago de Dejair (PP) fez um discurso contagiante, demonIMG-20160718-WA0022strou conhecimento com os principais problemas do município e apontou alternativas viáveis para solucioná-los. Apoiado pela maioria da juventude unense, Tiago reforçou a necessidade de implementar um novo modelo de administração participativa, com uma gestão mais transparente e moderna para garantir a execução dos serviços essenciais para a população.

O evento teve ainda as presenças dos vereadores de Una, Professor Jorge, Matcha-Matcha, Soninha e Man, além de dezenas de pré-candidatos a vereador, dirigentes partidários, o líder do PCdoB na cidade, Érico Fontes, ex-vereadores, empresários e populares de vários distritos da cidade.

Vejam mais fotos em galeria:


Moradores do Bairro Marcel Ganem sofrem com foco de dengue e esgoto a céu aberto

 

DSCF6902

 

Nosso site foi convidado pelo senhor Elecy para conferir de perto os descasos e abandono com o Bairro Marcel Ganem. Construções inacabadas que faltam fiscalização e estão infestadas de larvas de mosquitos Aedes aegyphty.

Ruas cheias de lixo, lama para todo lado, ruas intransitáveis. E para piorar, e a ironia dessa matéria é que ao lado do Posto de Saúde do bairro, o esgoto está a céu aberto  e rodeado se mato.  Além disso, o esgoto no bairro corre solto e até fomos na casa da Dona Marilene, onde o esgoto entupido  devido a falta de manutenção, excesso de lixo e areia, jogam no fundo da casa dela esgoto a todo momento. A senhora disse que não tem condição alguma de consertar o problema.

Vejam as fotos na cercania do posto de saúde:

Fotos de construções abandonadas, lixo para todo lado e excesso de larvas do temeroso mosquito da dengue.

 

Fotos do esgoto e do matagal que ninguém resolve:

 

 

Vídeo 1


Vídeo 2


Vídeo 3

 

Vídeo 4

 

 



Diane tenta tomar PP de Tiago e leva “NÃO”

Jovem pré candidato Tiago, mostra força e que está com prestígio do PP - Prefeita perde mais uma e marga alta rejeição
Jovem pré candidato Tiago, mostra força e que está com prestígio do PP – Prefeita perde mais uma e marga alta rejeição

 

Nosso site recebeu informações de que ontem, 5, pela tarde, a prefeita de Una, Diane Brito (PT), esteve em Salvador em reunião com o vice governador da Bahia, João Leão. Na conversa a prefeita tentava articular a tomada do Partido Progressista-PP em Una para ela e assim desarticular a candidatura do jovem Tiago de Dejair. Ela usou o argumento de que os partidos da base do governo precisam se unificar na cidade.

Porém, o tiro saiu pela culatra. Leão consultou o prefeito de Ilhéus, Jabes Ribeiro, que também é secretário geral do partido na Bahia e coordenador do partido na região cacaueira, para que ele tomasse a decisão. Prontamente, Jabes disse um sonoro NÃO a Diane e avisou ao vice-governador que a candidatura de Tiago é prioritária. Na conversa com Leão, Jabes reafirmou compromisso com o PP de Una e afirmou que não há a menor possibilidade de Tiago, que lidera as pesquisas, abrir mão de uma candidatura já viabilizada, para se aliar à prefeita Diane, que enfrenta enorme rejeição e está em último lugar nas intenções de voto.

No começo da noite, Jabes Ribeiro publicou nota oficial e divulgou em seu Facebook o seu compromisso com a pré candidatura de Tiago pelo PP em Una e ainda lembrou o pai do jovem, o ex-prefeito por três vezes, Dejair Birschner.

Prefeito de Ilhéus reitera compromisso com Tiago de Dejair
Prefeito de Ilhéus reitera compromisso com Tiago de Dejair

A prefeita Diane segue sua via crucis, rejeitada pela maioria da população de Una, com grupo reduzido, pois recentemente perdeu o PSD para o empresário Marcelo Cincurá, e agora, não conseguiu nem emplacar sua investida para desarticular o grupo de Tiago de Dejair e Nildo Som.


EMBASA explica captação de água na cidade de Una

13438896_1637164506603072_9179193845714140379_n

Ontem, diretores da Empresa Baiana de Água e Saneamento – EMBASA estiveram na cidade de Una e segundo eles se reuniram com a prefeita municipal, a senhora Diane Brito (PT), e depois, pela tarde, eles tiveram na Câmara de Vereadores da cidade para se reunir com os vereadores. Participaram da reunião os vereadores Ailton Nunes, presidente da casa, e o vereador Professor Jorge. Além do diretor da casa do povo, Natan Mendes e o jornalista Di Rusciolelli, proprietário do Atitude em Una. Eles questionaram os diretores da empresa sobre possíveis problemas para o abastecimento de água na cidade, e eles garantiram que não há nenhum problema. Na reunião, os diretores da empresa esclareceram os motivos pelos quais caminhões pipa estão há alguns dias, tentando pegar água na central de Una. (relembrem aqui) A população da cidade ficou preocupada no último final de semana, com a retirada de água da cidade.

Segundo os diretores da EMBASA da região, o sistema de captação de água na cidade de Una acontece de 12 em 12 horas, e que a captação após esse horário, caso a empresa queira vender, eles podem vender. Pois, segundo ele, pelo fato da fonte de água da cidade ser a água corrente, no caso o Rio Aliança, a água que não é captada pela EMBASA vai parar no mar.

Alan, o diretor interino da EMBASA em Una, disse: “Se quiséssemos aumentar a captação, a água retornaria ao reservatório, e extravasaria o mesmo. Pois a cidade não utiliza toda a quantidade de água.” Ele ainda afirmou que na cidade de Una, não há demanda para a grande quantidade de água.

Para justificar o convênio feito pelo governo do estado com a prefeitura municipal de Una, e o escritório da EMBASA local, o diretor regional da EMBASA, Danilo Gomes, disse que  o governo do estado da Bahia, firmou um convênio para fornecer água para a cidade de Itabuna a partir de 3 centrais de abastecimentos de água, que são as cidades de São José da Vitória, Ubaitaba e Travessão. E que mesmo pelo fato de na cidade ser a EMASA, uma empresa municipal da cidade de Itabuna, a partir do convênio do governo do estado, a EMBASA está atendendo as demandas da cidade.

Ele ainda disse que um dos fatores pelo qual está ocasionando a crise hídrica da região, é o fenômeno climático do El Niño, e que para a região de Ilhéus, que é a maior do sistema EMBASA na região, eles já estão retirando água de outros sistemas da região, e que para os próximos meses, o retorno da chuva, em no máximo dois meses, o sistema volta ao normal e que o sistema da empresa não aguenta até o verão, retirar água dos sistemas para Ilhéus. Daniel ainda disse que seria irresponsabilidade da empresa, colocar em risco o abastecimento da cidade e que Una só foi escolhida, pois o sistema de captação de água da cidade é do manancial com uma vazão corrente muito boa, e a água que passa por aqui quando a empresa não opera, vai para o mar. Ele ainda explicou que Una, por não ter um estoque de água como barragem, favorece, pois se em Una fosse uma barragem ou um grande reservatório de água, que com o uso, fosse baixando, poderia gerar problemas para a cidade. Ele ainda disse que a cidade é abençoada, pois o manancial corrente de água (o Rio Aliança) faz com que, durante o período de captação, sempre tenha a água.  Danilo disse também que essa água captada só não é vendida para os extremos casos de pobreza e para a distribuição gratuita onde as crises hídricas estão mais fortes.

Os diretores disseram que a Lei de Outorga dá direito a EMBASA de captar a água e distribuir para os entes públicos ou privados, desde que comprovado a necessidade e sob licença do INEMA. Segundo ele, a empresa tem despesas para captar a água e ela com certeza irá repassar os custos para onde a água será distribuída.

No final da reunião, os diretores se predispuseram a regressar a cidade para maiores esclarecimentos e solicitaram que o nosso site divulgasse um release com informações sobre essa questão.

Entenda a Lei de Outorga

 O que é a outorga de direito de uso de recursos hídricos?
É o ato administrativo mediante o qual o poder público outorgante (União, Estados ou Distrito Federal) faculta ao outorgado (requerente) o direito de uso de recurso hídrico, por prazo determinado, nos termos e nas condições expressas no respectivo ato. A outorga constitui uma manifestação de vontade do Poder Executivo, e objetiva assegurar o controle quantitativo e qualitativo dos usos da água, ao mesmo tempo em que garante o direito do usuário outorgado. De acordo com a Lei Federal no 9.433/97 (art. 11), a outorga tem o objetivo de assegurar o controle quantitativo e qualitativo da água, ao mesmo tempo que garante o direito do usuário da água a utilizar este recurso natural, de acordo com determinadas condições, que dependem da capacidade do manancial e da quantidade demandada pelo conjunto de todos os usuários.

Por que a outorga é necessária?
Para assegurar ao usuário o efetivo exercício do direito de acesso à água, bem como realizar o controle quantitativo e qualitativo dos usos deste recurso. Compete ao Estado, por meio da outorga, gerenciar a água, minimizando os conflitos entre os diversos usos da água (abastecimento público, geração de energia, irrigação etc.) e evitando os impactos ambientais negativos os corpos hídricos.

Quem deve pedir a outorga?
Derivação ou captação de água em manancial de águas superficiais (rios, riachos, açudes, …) para abastecimento público, ou insumo de processo produtivo; A extração de água de aqüífero subterrâneo para consumo final e/ou insumo do processo produtivo;
Uso de recursos hídricos para fins de aproveitamento dos potenciais hidrelétricos;
A implantação de empreendimentos que demandem a utilização de recursos hídricos;
Execução de obras ou serviços que alterem o regime, quantidade e/ou qualidade dos mesmos;
Lançamento, em corpos d’água, de esgoto e demais resíduos líquidos ou gasosos, tratados ou não, com o fim de sua diluição,transporte ou disposição final (não implementado até o momento).
Outros usos que alterem o regime, a quantidade e/ou qualidade da água do corpo d’água;

Vejam um vídeo bem explicativo e resumido sobre Outorga:

 

E para entendeer ainda mais, acessem esse site aqui: Folha do Meio Ambiente



Governador Rui Costa e equipe da SECOM-BA dizem que viatura nova de Una está a caminho

Toda a cidade de Una e região acompanharam aqui no nosso site o descaso e vergonha que o batalhão de Policia Militar da cidade está passando, ao utilizar uma viatura policial bem antiga. (revejam a matéria aqui)

Ontem, o governador Rui Costa entrou em contado com o nosso site via mensagem do facebook e a equipe da secretaria de comunicação da Bahia – SECOM, entrou em contato via whatsapp.

Segundo o governador, a cidade de Una irá sim receber uma nova viatura. Ele disse que todo o estado começou a receber novos veículos, e que no total, serão 1400 novas viaturas. Já a equipe de comunicação do governo da Bahia, garantiu que agora em julho, conforme o cronograma da instituição, a cidade estará recebendo uma nova viatura. A SECOM ainda disse que a atual “Parati” que está sendo utilizada pela polícia, só está sendo usada para substituir a antiga Ford Ranger.

Cabe agora toda a população unense aguardar e torcer para que isso aconteça logo.

Vejam abaixo as respostas igual nos foi enviada:

Resposta do governador Rui Costa via facebook:

rui“Bom dia, Rusciolelli. Como vai? Certamente Una irá receber viaturas novas. São 1.400 veículos novos para toda a Bahia e estamos seguindo um cronograma de entrega. A primeira cidade a receber foi Feira de Santana, a segunda maior do estado. As novas viaturas buscam apoiar e estimular os policiais militares e civis para repetirem, em 2016, o excepcional resultado que tiveram em 2015. Abraços”

Resposta da SECOM-BA via whatsapp:

AvatarSecom

“Ao site Atitude em Una,

Sobre a viatura do município de Una, a Polícia Militar da Bahia esclarece que a viatura do tipo Parati está sendo utilizada provisoriamente em substituição a do tipo Ranger. Com relação à substituição e renovação de frota de veículos da PMBA em todo estado, a PM informa que uma nova viatura será entregue em Una no próximo mês de julho, conforme cronograma previsto da instituição.

Atenciosamente,

Equipe do Departamento de Comunicação Social”

 


Enfim chuva em Una – Porém com ela, os problemas seguem sendo os mesmos

A cada ano que passa se aumenta a expectativa  de que a uma cidade mude. As pessoas andam sempre com o pé atrás  com a política e a descrença nos políticos só aumenta.

Claro que a falta de chuva não é culpa dos políticos e nem da política,  porém,  a inércia do poder público em lhe dar com os problemas simples de uma cidade, no período  de chuvas, se torna ainda pior.

Moradores da Rua das Flores,  no Distrito da Colônia,  maior e  mais populoso distrito da cidade de Una,  reclamam que com as chuvas recentes, os problemas daquela rua se agravam. Alguns deles nos enviaram fotos de como está o estado da rua e nos disseram que dificilmente uma moto passa pela rua e os moradores tem grande dificuldade para caminharem por lá.

No último final de semana, a prefeitura promoveu uma festa naquela localidade, enfeitou as ruas principais e até trocou iluminação na Avenida Brasil, a principal  do distrito. Porém a Rua das Flores e algumas outras, segundos outros moradores da Colônia que nosso site ouviu, estão com uma iluminação  precária.

Recentemente também, a prefeitura concluiu um pedaço do restante de calçamento  da principal rua, que começou a ser calçada em 2005, pelo ex-prefeito Zé Pretinho. Porém, ainda a maioria das ruas do distrito, seguem sem serem calçadas.  Nesse ritmo,  se o próximo prefeito entrar e calçar outra parte,  e assim por diante, talvez em 2050 o distrito esteja todo calçado. Vamos esperar, afinal, esperança é a última que morre.

Fiquem com as fotos e esperemos que algo seja feito por essa rua e outras que se encontram em situação igual ou pior.