Emissora da RBR sofre com descaso da COELBA

received_1067018646676614

A Costa Sul FM, que integra a RBR – Rede Baiana de Rádio, situada em Canavieiras, sul do estado, sofre há vários dias com o descaso da Companhia de Eletricidade Do Estado da Bahia – COELBA, por conta da má prestação de serviços de fornecimento de energia elétrica.

imagesConstantes interrupções tem causado prejuízos materiais e financeiros para a emissora e a população regional.

Diversos protocolos de reclamações foram abertos pela equipe da emissora desde o início do ano e, na maioria das vezes, as solicitações não são atendidas ou desculpas absurdas são dadas. A companhia chegou, em alguns casos, a culpar a chuva pelas constantes quedas de energia, mais vale salientar que não chove no Sul da Bahia há mais de 150 dias.

A emissora elaborou uma nota de esclarecimento direcionada à toda população.


Governador se reúne com prefeitos para combater o mosquito Aedes aegypt

images (1)
Informe Publicitário

O governador Rui Costa se reúne, nesta quinta-feira (17), às 9h30, no auditório da Secretaria de Infraestrutura do Estado (Seinfra), no Centro Administrativo da Bahia, com prefeitos de 125 municípios que apresentaram maior incidência de zika vírus, dengue e febre chikungunya, decorrente da proliferação do mosquito Aedes aegypt, transmissor dessas doenças. O objetivo da reunião é traçar estratégias de combate ao inseto.

Rui informa que será iniciada uma grande mobilização popular junto com os municípios. “A população precisa estar informada e se precaver para o verão, que começa agora e é o período de maior incidência dessas doenças. Nós temos 180 casos de microcefalia notificados, isso não significa que são confirmados. Por isso, amanhã vou apresentar aos prefeitos a minha proposta, para que possamos, em no máximo uma semana, realizar os exames e confirmar ou não a microcefalia nestes casos”.


Bebeto cobra intervenção do governo para salvar lavoura cacaueira dos efeitos da seca

O deputado Bebeto Galvão (PSB) subiu à tribuna da Câmara Federal nesta terça-feira (15) para

Deputado Bebeto Galvão - imagem da internet
Deputado Bebeto Galvão – imagem da internet

cobrar do governo uma intervenção emergencial para conter os efeitos da estiagem que atinge o Sul da Bahia há quatro meses. No pronunciamento, o parlamentar faz um apelo para que o Ministério da Integração Nacional atue decididamente para evitar mais prejuízos nas lavouras, que estão secas e os pés de cacau estão morrendo. Além da falta de chuva, o problema tem se agravado com queimadas na Mata Atlântica.

Bebeto relatou que os produtores de cacau estão tendo que fazer arrecadações entre si para pagar por um serviço que produz chuva artificial, através de um bombardeio em nuvens com água, gelo seco e outros componentes. Entretanto, o serviço é consideravelmente caro e, ainda assim, não cobre toda região.

“Trago aqui preocupações que não são apenas deste deputado, são preocupações dos produtores de cacau da região sul, de prefeitos da região, da agricultura família. É preciso que o Ministério da Integração atue decididamente para mitigar os efeitos da estiagem que incidem sobre a atividade da cacauicultura. Vamos ingressar com um pedido no ministério para cobrar essas ações urgentemente”, disse o deputado Bebeto.

O político sulbaiano também fez um apelo ao governador Rui Costa para que o Estado adote medidas para proteger a cacauicultura e não deixe os produtores de cacau sozinhos nessa tarefa.

Confiram vídeo no youtube com o discurso do deputado Bebeto

https://www.youtube.com/watch?v=CNUNA4I6jxw&feature=youtu.be


Governo garante 110 projetos culturais a partir de janeiro; programação será anunciada este mês

Informe Publicitário
images (1)“Já iniciamos o pagamento dos projetos selecionados pelo Agitação Cultural, garantindo uma intensa programação em todo o estado a partir do Verão”, disse o secretário estadual da Cultura (Secult), Jorge Portugal, ao falar sobre o Edital de Dinamização em Espaços Culturais, que está garantindo a realização de 110 projetos por meio do Fundo de Cultura da Bahia (FCBA). O titular da pasta também disse que o cronograma de eventos, que vai movimentar o cenário cultural baiano entre janeiro e julho de 2016, será divulgado pela Secult este mês.  Ainda em 2015, a secretaria vai concluir o pagamento em parcela única para todos os proponentes, investindo mais de R$ 10 milhões no projeto.
“Realizamos a mais ampla chamada pública estadual de investimento na produção cultural do Brasil. Com essas propostas, teremos uma programação cultural abrangente e de qualidade durante o primeiro semestre de 2016, com a diversidade que a Bahia merece. As atividades serão realizadas em equipamentos administrados pela Secretaria e também em outros que reforçam o potencial de fruição e de formação de plateia no seu território”, afirmou o secretário.
O cumprimento rigoroso do cronograma do edital assegurou o pagamento antecipado, em parcela única, das propostas selecionadas. “Queremos garantir a dinamização de espaços culturais, sem deixar parcelas a serem pagas mais à frente. Com isso, teremos uma programação cultural de qualidade já no começo do próximo ano”, afirma o superintendente de Promoção Cultural da Secult, Alexandre Simões.
O certame respeita e executa criteriosamente o cronograma previsto e divulgado desde o seu lançamento, no dia 2 de setembro de 2015, com o objetivo de assegurar os prazos previstos para pagamento das propostas em parcela única e o cumprimento do calendário de ações em toda a Bahia. Este cronograma está disponível no site da SecultBA  e do Sistema de Informações e Indicadores em Cultura. O Fundo de Cultura também segue pagando regularmente as parcelas de todos os projetos culturais em execução no estado.
O investimento para o edital Agitação Cultural é dez vezes superior ao destinado ao edital Dinamização de Espaços Culturais do ano passado, fonte de inspiração para a proposta que incorporou um novo conceito de espaço cultural e novas formas de ocupação. As propostas selecionadas pelo edital serão realizadas em espaços culturais convencionais – como teatros, museus, arquivos públicos ou bibliotecas – e também em espaços que funcionam ou possuem possibilidades reais para funcionar como centros e elos de difusão, fruição, formação e produção de conteúdos artístico-culturais, com ambientes capazes de abrigar ações culturais abertas à população, como shows, espetáculos, exposições, exibições audiovisuais, realização de oficinas, dinâmicas sócio-educativas de conteúdo cultural e outras atividades afins.

 


Municípios não comprovam gastos e estão sendo investigados pelo MP

Retirado do Bahia Notícias

imagesO Ministério Público do Estado da Bahia (MP) e Ministério Público de Contas, do Tribunal de Contas do Estado, deflagraram nesta quinta-feira,10, a “Operação Check-Out” para investigar 59 municípios que não comprovaram uso de recursos públicos.

A falta de comprovação das verbas utilizadas em convênios somam R$23 milhões, o que segundo a Central Integrada de Comunicação do MP motivou a proposição de 60 ações por ato de improbidade administrativa e de 14 ações penais.

Após apuração dos órgãos envolvidos, entre os quais estão 79 promotores de Justiça, foi constatado que mais 300 convênios celebrados entre 2011 e 2012 pelo Estado com prefeituras municipais, associações e cooperativas permaneciam sem a devida prestação de contas até hoje.

Nas ações, os promotores requerem a aplicação de multas de mais de R$ 73 milhões; indisponibilidade de bens em valor superior a R$ 70 milhões, além de fianças que chegam a mais de R$ 300 mil. Os valores podem ser maiores, já que os MPs ainda aguardam informações referentes aos dois últimos anos – ainda não disponibilizadas no sistema de controle de convênios do Estado.

Abaixo, a relação dos municípios onde foram instauradas as investigações:

Anguera, Apuarema, Barra, Barra do Choça, Bom Jesus da Serra, Brejolândia, Brumado, Cabrália, Caetité, Campo Formoso, Capim Grosso, Carinhanha, Cícero Dantas, Conceição do Almeida, Dário Meira, Eunápolis, Entre Rios, Feira de Santana, Feira da Mata, Governador Mangabeira, Gongogi, Ibicaraí, Ibotirama, Ilhéus, Ipirá, Itabela, Itaetê, Itaju do Colônia, Itanagra, Itiruçu, Itororó, Lapão, Lauro de Freitas, Lençóis, Macarani, Malhada, Malhada de Pedra, Mata de São João, Morro do Chapéu, Muquém do São Francisco, Novo Triunfo, Paramirim, Paratinga, Pau Brasil, Pedro Alexandre, Piraí do Norte, Rio do Pires, Pedrão, Salvador, Santo Antônio de Jesus, Simões Filho, Seabra, Sento Sé, Tanque Novo, Taperoá, Tremedal,  Ubaitaba, Varzedo e Vereda.


MAIS FAMÍLIAS CONTEMPLADAS COM CESTAS BÁSICAS ATRAVÉS DA ASSISTÊNCIA SOCIAL DE ITABUNA

Informe Publicitário

12277270_10204072362528355_1018606950_nMais família foram contempladas nesta sexta-feira dia 04, com a entrega de cestas básicas, desta vez, moradores dos bairros Gegeu Gomes e Nova Fonseca, a entrega foi realizada pela Secretaria de Assistência Social de Itabuna, através do Plantão Social a famílias em situação de vulnerabilidade social.
Cerca de 450 famílias são beneficiadas mensalmente com cestas básicas, estabelecidas conforme o Art. 17 da lei municipal de nº 2.182 de 06 de janeiro de 2011, através da concessão dos benefícios de assistência social que se constitui em prestação temporária para reduzir a vulnerabilidade provocada pela falta de condições socioeconômicas para aquisição de alimentos, com quantidade ou qualidade, de forma a garantir uma alimentação saudável e com segurança a essas famílias.
De acordo com o Titular da Assistência Social de Itabuna Francisco Edes, esse benefício e de natureza eventual ou destina-se aos cidadãos e/ou às famílias, com comprovada impossibilidade de arcar por conta própria, com o enfrentamento de situações, de natureza física ou social.
“Esse benefício visa assegurar o direito humano à alimentação adequada, onde a prioridade é atender as famílias de baixa renda, após análise de perfil criteriosa realizada pela equipe técnica do Plantão Social”. Conclui Francisco


Rui antecipa ICMS e quita dívidas com 417 municípios baianos

Informe publicitário – Enviado pela ASCOM do Governo da Bahia

Rui antecipa ICMS 2“Vamos fazer todos os esforços para que as prefeituras baianas equilibrem suas contas públicas, antecipando, para este mês, o pagamento da última parcela do ICMS de 2015, que seria paga em janeiro. Esse montante representa R$ 100 milhões que serão distribuídos para as 417 cidades baianas”. A afirmação do governador Rui Costa foi feita na quarta-feira (2), na Governadoria, em Salvador, durante reunião com representantes de 13 prefeituras que integram a Entidade Metropolitana.

Além da antecipação do repasse para os municípios, Rui também assegurou o pagamento, até o final deste ano, de todos os valores referentes às contrapartidas de 2015 do Estado para municípios na área da saúde, como o Samu e o Programa de Saúde da Família, que somam R$ 33 milhões.

O montante do Estado que será destinado às prefeituras é proveniente de remanejamento interno do orçamento. Já os débitos de gestões anteriores a 2015 serão pagos até o final de 2016.

Os novos recursos que serão injetados pelo Estado ajudarão a reverter a situação dos cofres municipais, que foi prejudicada pela queda no recebimento do Fundo de Participação dos Municípios (FPM).

Foto: Amanda Oliveira/GOVBA


Banda municipal se torna uma das mais complestas da Bahia

Texto enviado pela ASCOM da FICC

Roberto José e Vilobaldo Conceição comemoram chegada da segunda remessa de instrumentos
Roberto José e Vilobaldo Conceição comemoram chegada da segunda remessa de instrumentos

O maestro Vilobaldo Conceição, regente responsável pela Banda Municipal de Itabuna “Falcões”, está rindo à toa. Não por menos, ele comemora a chegada, na última quinta-feira (26) da segunda remessa dos novos instrumentos da banda que, agora, se transforma numa das mais completas da Bahia. A Banda Municipal de Itabuna “Falcões” é mantida pela Prefeitura de Itabuna, através da Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania (FICC).

Entre os novos instrumentos, a FICC recebeu trompetes, trombones, eufônios, souzafones, trompa de harmonia, além dos instrumentos de percussão (tanto de marcha, quanto sinfônicos), entre os quais destacam-se o bumbo, a caixa, pratos; e também bumbo sinfônico, o “prato chinês”, xilofone, metalofone, vibrafone, os sinos tubulares e o tímpano.

A FICC já havia recebido, há cerca de dois meses e meio, uma remessa de instrumentos de sopro. Desde o mês de junho, o presidente da FICC, Roberto José da Silva, vinha se esforçando para garantir a renovação em 100% dos instrumentos da banda. “A manutenção da banda é de fundamental importância. A oficina de musicalização é uma das mais procuradas da Casa das Artes e queremos garantir que os participantes tenham acesso aos instrumentos novos, conservados, bons”, disse o presidente.

Atualmente, a Banda Municipal de Itabuna “Falcões” conta com a participação de 120 integrantes. Para Vilobaldo, a banda diferencia-se, a partir de agora, das demais, principalmente pela aquisição de instrumentos como souzafones e os instrumentos de percussão sinfônica. “Tratam-se de instrumentos especias, que não custam muito barato e que é difícil a gente ver o poder público investindo nesse tipo de aquisição. Só que na FICC não houve o contingenciamento e tudo o que foi articulado em termos de novas aquisições foi executado. Estamos todos muito felizes”, disse o maestro.

A manutenção da Banda Falcões é um dos carros chefes da Casa das Artes, em Itabuna
A manutenção da Banda Falcões é um dos carros chefes da Casa das Artes, em Itabuna

Os integrantes da banda encontram-se pelo menos duas vezes por semana para fazer os ensaios, em oficinas de musicalização conduzidas pela Casa das Artes – Unidade Conceição, que funciona no Espaço Cultural Prof. Josué de Souza Brandão. Os trabalhos da banda estão temporariamente parados por conta das festividades de fim de ano, que se aproximam. Nesse período, a FICC estará num processo de reorganização de todos os seus cursos e oficinas, que serão restabelecidas em fevereiro de 2015. Os cursos (de musicalização, além de outros como Capoeira, Teatro, Artesanato, Línguas Estrangeiras, Dança de Salão, Bateria, Teclado, Violão, Artes Digitais, etc.) são oferecidos em quatro unidades e diversas extensões. As informações completas sobre cada curso podem ser obtidas pelo telefone (73) 3613 4915.


Assistência social de Itabuna conscientiza jovens sobre consequência do uso de drogas

received_10204016054760696

received_10204016056000727Realizado a partir de um ciclo de palestras, o projeto de conscientização sobre os riscos e efeitos do uso de substância psicoativas, destinado a adolescentes assistidos pelo SCFV (Serviço de Convivência e Fortalecimentos de Vínculos), desenvolvido pela Secretaria de Assistência Social de Itabuna, através do Departamento de Proteção Social Básico II, em parceria com o Programa Crack, é possível Vencer encerra nesta terça-feira 24, com palestra realizada na Casa Jorge Amado, no Bairro Ferradas.

As palestras tiveram início no dia 17 de novembro e foram realizadas em diversos núcleos do SCFV para os adolescentes e familiares assistidos pelo Serviço, com objetivo de conscientiza-los sobre o perigo e as consequências  do uso de drogas.received_10204016055280709

Edneia Pereira Lino, mãe de Daniela Lino, adolescente assistida pelo núcleo de Nova Ferradas aprova esta iniciativa. “Fiz questão de comparecer a palestra e acredito que é através da conscientização e informação que podemos conduzir nossos filhos no caminho do bem, longe das drogas e da violência” conclui Edneia

received_10204016056680744
Francisco Edes (de azul) – Secretário de Assistência Social – esteve conferindo a palestra

Os adolescentes também se mostraram satisfeitos e receptivos às informações fornecidas nesse encontro, bem como nas demais atividades que vêm sido realizadas pelo programa, é o que nos afirma Anderson Santana dos Santos, 17 anos. “O programa nos proporciona opções de lazer e aprendizado ao mesmo tempo, abordando temas atuais e atividades dinâmicas, é o caso de palestras como essa que foi enriquecedora para todos, pude esclarecer algumas dúvidas e entender melhor os males que a droga pode causar ao indivíduo e a sua família.”

O SCFV do município de Itabuna atende atualmente 289 adolescentes entre 13 a 17 anos, com objetivo  de fortalecer as relações familiares e comunitárias, além de promover a integração e a troca de experiências entre os participantes.


Fenagro 2015 deve movimentar R$ 100 milhões

1448389111241115CG5

Informe publicitário

Considerada a maior feira agropecuária do Norte/Nordeste e uma das cinco maiores do Brasil, a Feira da Agropecuária da Bahia (Fenagro) será realizada no Parque de Exposições de Salvador, de 28 de novembro a 6 de dezembro. O lançamento foi realizado nesta terça-feira (24) durante almoço com a imprensa, no Rio Vermelho. Na programação, além dos tradicionais leilões e exposição de animais, a Secretaria de Agricultura, Pecuária, Irrigação, Pesca e Aquicultura (Seagri) irá apresentar cadeias produtivas, como algodão, borracha natural, cacau/chocolate, café, cana/etanol, carne, charuto, coco, sisal, dendê, flores, leite, entre outras.

Durante a Fenagro, haverá ainda a 5ª Feira Baiana da Agricultura Familiar e Economia Solidária (Febafes). Com 150 estandes de cooperativas e associações, praça de alimentação, praça de comunidades e povos tradicionais, espaço de produtos orgânicos e espaço cultural, a Febafes é promovida pela Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR) e pelaa União Nacional das Cooperativas da Agricultura Familiar e Economia Solidária (Unicafes).

O titular da SDR, Jerônimo Rodrigues explicou que a intenção da Febafes, que já está na sexta edição, é promover, divulgar e comercializar diversos produtos da agricultura familiar, com destaque para a cerveja de umbu, linguiça de tilápia, licuri caramelizada, entre outros. “Ano passado eram 75 estandes. Dobramos o número de estandes este ano porque teremos mais produtos [para apresentar]. Teremos também o chocolate consolidado na Mata Atlântica. Produtos de origem animal e vegetal”.

A expectativa dos organizadores é que sejam movimentados aproximadamente R$ 100 milhões em negócios e atraídos 100 mil visitantes. “Temos mudado um pouco o perfil das exposições que temos feito na Bahia. Temos feito um evento voltado para o público de Salvador. Quem chegar na Fenagro, não vai ver somente animais. Teremos parque infantil, arena off road, Casa do Papai Noel, as cadeias produtivas, artesanato, enfim, muitas atrações para a família”, disse o presidente da Accoba, Almir Lins.

Fotos: Carol Garcia/GOVBA