Prefeitura de Coaraci e Embasa buscam soluções para amenizar problemas causados pela falta de chuva

Informe Publicitário

Buscando solucionar o problema de falta de água em Coaraci, decorrente da maior crise hídrica já vivida na região cacaueira, a Prefeitura Municipal de Coaraci através da CMDC (Comissão Municipal de Defesa Civil) juntamente com a EMBASA (Empresa Baiana de Águas e Saneamento) tem desenvolvido diversas atividades para amenizar os problemas causados pela estiagem.

A equipe técnica tem feito um acompanhamento diário das nascentes que compõem o rio Almada, além de realizar desobstruções do leito do rio para aumentar o volume de água nos pontos de captação. “A boa notícia é que houve um pequeno aumento no volume da nascente após estas primeiras chuvas e que foi analisado e dado como possível à implantação de mais uma fonte de captação a partir do riacho da região da Mangueira”, disse Gerson Andrade, Gerente da Embasa local.

SITUAÇÃO DE EMERGÊNCIA

A Prefeitura de Coaraci criou a Comissão Municipal de Defesa Civil para acompanhar as ações referentes a crise hídrica enfrentada pelo município, causada pelo longo período de estiagem. A prefeita Josefina Castro determinou Situação de Emergência, através do Decreto 6649/2015, para facilitar todos os investimentos necessários para resolver este problema.

O presidente da CMDC e atual secretário de obras de Coaraci Bêa Borges vem acompanhando os serviços da Embasa e ressalta que é possível superar as dificuldades no abastecimento. “É necessário que a comunidade colabore para a solução dessa crise, economizando o máximo que puder de água. Estamos cobrando também que Embasa faça os investimentos necessários para a manutenção da captação e distribuição do nosso bem maior que é a água”, finalizou o secretário.

De acordo com informações da equipe ainda existe uma estabilidade na vazão das nascentes, que até então vem suprindo o abastecimento, contrariando hipóteses da estagnação total do fornecimento.

12489783_10204224758058148_1329228301_o


PSB da Bahia grava programa para falar sobre #CidadesCriativas

 

a6057b16-1b07-43de-8e61-88ebcda8c8afNa próxima semana vai ao ar mais um programa de TV do PSB da Bahia. O programa vai falar sobre as ‪#‎CidadesCriativas‬. Segundo um porta voz do partido, o no entendimento deles, não cabe mais as práticas das prefeituras que fazem apenas o óbvio.

Na foto, o momento da gravação da participação, de uma das principais lideranças do partido na Bahia, o Deputado Federal Bebeto Galvão, que já adianta: “É preciso unir administração com a população, mobilizando talentos, recursos culturais e tecnológicos para transformar o sonho coletivo em realidade.”

 

 


Artigo: A vida estudantil na UESC e no IFBA com o equivocado aumento da tarifa no transporte coletivo.

O artigo abaixo não representa a opinião e nem a ideia do site ou de qualquer um dos colunistas e editores do mesmo.

 

EUPor Marcolino Reis*

Sem dúvidas todo aumento de passagem causa em quem precisa utilizar do transporte coletivo urbano ou interurbano, uma preocupação de custo a mais para os bolsos. Portanto o reajuste (para cima) causa descontentamento instantâneo. No entanto a história recente demonstra que há adestramento da insatisfação, por um discurso de “ser necessário” para “a melhoria da prestação do serviço” a toda comunidade. Para esclarecimentos este artigo trás aspectos para evidenciar que, este discurso de “aumento necessário para melhorias”, perpetuado pelos meios de comunicação, por governos e ás vezes até mesmo por movimentos sociais tem objetivos escusos que em nada beneficiam os usuários do transporte e em tudo favorecem a iniciativa privada (empresários do setor) com o aparelhamento do público (via políticos empresários).

Da mesma maneira que é prejudicial aos brasileiros o grande esquema na Petrobrás com bilionárias obras realizadas por grandes empreiteiras brasileiras (via políticos e seus interesses) que a operação lava jato investiga, existe instalado uma máfia dos transportes no estado da Bahia, com envolvimento de prefeitos, vereadores, deputados e até mesmo ex-ministros. Segue nas próximas linhas os esclarecimentos que lhes farão entender quais as estratégias utilizadas para que ano após ano, com justificativas máculas aconteçam aumentos de passagens como aconteceu a menos de 11 meses passados e novamente essa semana com mais vinte centavos. Como combater este sofrimento físico, moral e psicológico cotidiano que é a situação do transporte coletivo urbano municipal e intermunicipal? Organização, mobilização e unidade de ação sem sombra de dúvida seriam boas ideias.

Uma operação deflagrada pela Polícia Civil baiana em 2009 com nome de Operação Expresso transpareceu o esquema de transferência irregular de linhas municipais e intermunicipais de ônibus além de propina envolvendo a AGERBA (Agência que regula e fiscaliza o transporte no estado), O presidente da Associação das Empresas de Transporte Coletivo Rodoviários do Estado da Bahia (ABEMTRO) e o Grupo Brasileiro via “os irmãos siameses” Paulo Carletto e Ronaldo Carletto, este último com um histórico de três vezes Deputado Estadual da Bahia e atualmente Deputado Federal pelo Partido Progressista (o mesmo do vice-governador, João Leão que afirmou com tom de zombaria que estava cagando e andando para o judiciário baiano demonstrando seu poder e prestígio político frente ás denúncias contra seu grupo político). Na operação expresso o nome do Vice-Governador e também secretário de Infraestrutura, João Leão do partido progressista, fora citado na Operação Expresso em conversas e o irmão do Deputado Ronaldo Carletto, Paulo Carletto, responsável pela Rota Transportes, fora preso junto com outros empresários de ônibus.

Tornar claro e compreensível que esta inserção de empresários do Grupo Brasileiro, oligarquia de transportes rodoviários municipais e intermunicipais através do partido progressista, nos governos Jaques Wagner(PT)/Rui Costa(PT) não é mera coincidência quando ligamos os pontos e analisamos as prioridades e decisões na política de mobilidade deste estado, sempre favorecendo as empresas de ônibus e evitando regulamentar o transporte no estado da Bahia. Transporte é um direito meio e como direito meio se faz necessário ter uma visão política que fuja da lógica do transporte como um objeto de comércio e passe a ser visto como um direito social essencial para que a educação como um direito possa ser alcançada sem tamanhas dificuldades como hoje é a realidade de trabalhadores, trabalhadoras e das juventudes baianas para se ter acesso às universidades e aos Institutos de educação, ciência e tecnologia.

Estar estudante na UESC e IFBA piora com ação equivocada da AGERBA, da investigada ABEMTRO e do Grupo Brasileiro. Com cancelamentos autorizados de cerca de vinte linhas pela AGERBA a pedido das empresas de transporte coletivo (Rota, Viação Jequié, etc), linhas que realizavam o transporte da população baiana, (principal financiadora do transporte coletivo rodoviário), dificulta o acesso de estudantes até a UESC e o IFBA. As cidades de Itabuna, Coaraci, Itacaré, Ilhéus, Barra Grande, Itapetinga, Itororó, Belmonte, Porto Seguro, Gandu, Ibirataia, Canavieiras, Jequié, Ibicuí e Alagoinhas são algumas das cidades com linhas cortadas como consta na ata da reunião da Diretoria da Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos, a AGERBA, publicada no site da agência reguladora. Qual a real serventia dessa agência reguladora das tarifas de transporte rodoviário se sua atitude periódica é aumentar o preço da tarifa? É perfeita a estratégia de majoração durante recesso das aulas. As principais entidades estudantis ou estão desativadas (Grêmio Jorge Amado sem gestão a anos) ou em processo de eleição de nova gestão (DCE Carlos Marighella). Em relação a luta por um transporte socialmente justo, economicamente viável e politicamente livre da vontade voraz de lucro, os movimentos estudantis organizados até dado momento também sem posicionamento de realização de atos, manifestações ou protestos. É urgente a necessidade de ação frente aos constantes aumentos de tarifa. A luta por um transporte coletivo que priorize as pessoas é urgente, necessário para todos os trabalhadores e trabalhadoras. O transporte coletivo intermunicipal no estado da Bahia permanece há anos como mercadoria e a majoração com tarifas progressivas continuará sendo a principal barreira para que estudantes do IFBA e da UESC sejam impedidos e impedidas de estudar.

Apenas entendendo como está organizada a máfia dos transportes no estado da Bahia, com seus padrinhos políticos e suas madrinhas empresários e organizando o povo com conscientização é que iremos ter um transporte coletivo de qualidade e com justiça social.
* Marcos Vinicius Vieira Reis (Marcolino) é graduando em História pela Universidade Estadual de Santa Cruz, tem formação em Ciências Políticas pela USP, membro da Frente Ampla de Estudantes e coordena no estado da Bahia a União dos Estudantes do Brasil.


Ato Público da UESC no Restaurante Universitário

Informações da Diretoria Executiva União dos Estudantes do Brasil
Coordenação Litoral Sul – Bahia

ATO CONTRA OS CORTES E AUMENTO UESC

No Restaurante da UESC estudantes realizam ato contra novo aumento de tarifa no transporte coletivo

Está marcada para ás 12:30h no Restaurante Universitário da UESC Ato Público contra o aumento da tarifa de transporte coletivo intermunicipal que subiu mais R$ 0,50 (cinquenta centavos). Considerando que não houve nenhuma consulta pública nem muito menos debate com os estudantes da UESC para esclarecimentos sobre este novo aumento no dia 07 de Janeiro os estudantes da UESC mostrarão sua indignação e cobrarão do governo do estado, da AGERBA a revogação do aumento.

As atividades de acordo com o evento no facebook criado pela página “A Voz de Ilhéus” se encerrarão ás 15:00h.

Os estudantes também pretendem realizar na universidade após o ato público uma reunião ampliada para discutir a pauta estudantil construída durante a greve dos professores no ano passado.

“Todos os anos somos surpreendidos com o aumento de tarifa nos transportes e neste ano a AGERBA e o Governo do Estado nem aguardou o último aumento fazer aniversário e já atinge nossos bolsos para a tristeza de estudantes, trabalhadores e trabalhadoras e felicidade do deputado federal Ronaldo Carletto do partido progressista, dono das empresas de transporte coletivo e responsável pelo monopólio da rota em nossa região. Esse é o momento de impedir que o debate sobre transporte coletivo com qualidade, gratuito e para todos passe em branco.”, explica Marcos Reis (marcolino), estudante do curso de licenciatura em história e membro da Frente Ampla de Estudantes.


Ato Público do IFBA contra os cortes e aumento da tarifa do transporte coletivo

Informações: Grêmio Estudantil Jorge Amado – IFBA Campus Ilhéus – Comissão de Reorganização.

received_931626990254894
Com novo aumento de tarifa no transporte coletivo, estudantes realizam ato contra no IFBA Campus Ilhéus
Está marcada para ás 7:00h na entrada do IFBA Campus Ilhéus um Ato contra o aumento da tarifa de transporte coletivo intermunicipal que subiu mais  R$ 0,50 (cinquenta centavos). No dia 07 de Janeiro os estudantes do Campus Ilhéus mostrarão sua indignação e cobrarão do governo do estado, da AGERBA a revogação do aumento considerando que não houve nenhuma consulta pública nem muito menos debate com os estudantes do IFBA para exclarecimentos sobre este novo aumento.
As atividades de acordo com o evento no facebook criado pela página “Estudantes de Institutos Federais na Bahia em Luta” se encerrerão ás 10:00h.
Os estudantes também pretendem realizar na instituição após o ato público uma reunião ampliada para discutir a pauta estudantil construída durante a greve dos docentes e TAE no ano passado.
“Esse é o momento de impedir que o debate sobre transporte coletivo com qualidade, gratuito e para todos passe em branco. Todos os anos já somos surpreendidos com o aumento de tarifa nos transportes e neste ano a AGERBA e o Governo do Estado nem aguardou o último aumento fazer aniversário e já meteu logo a faca para a tristeza de estudantes, trabalhadores e trabalhadoras e felicidade do deputado federal ronaldo carletto do partido progressista, dono das empresas de transporte coletivo e responsável pelo monopólio da rota em nossa região.”, explica Marcos Reis (marcolino), estudante expulso do curso técnico em informática e membro da comissão de reorganização do Grêmio Estudantil Jorge Amado.

Reveillon no Batuba Beach rende comentários negativos – Usuários que se sentirem lesados, podem acionar o MP

IMG-20160105-WA0028

IMG-20160105-WA0033O perfil oficial da produtora de festas Batuba Beach Sound, responsável há anos pela organização de uma das maiores festas de Reveillon da Bahia, no distrito de Olivença em Ilhéus, realizou uma postagem onde perguntava para os fãs de sua página na rede social Facebook, o que não poderia faltar na próxima festa de fim de ano, que tudo indica, acontecerá novamente, diante do sucesso de público.

A postagem foi o suficiente para que mais de 500 comentários, em sua grande maioria negativos para a organização da festa. Segundo muitos dos foliões, que se são os usuários do serviço, faltou organização e foi vendido mais ingressos do que a capacidade do local.

IMG-20160105-WA0037Alguns se queixaram da marca da cerveja que foi vendida. E ainda acrescentaram que a cerveja estava quente. Outros que não haviam banheiros suficientes para a quantidade de gente. Teve folião que se queixou, assim como outros tantos, que não havia praça de alimentação adequada e que comportasse a quantidade de gente. Segundo muitos, no local, não havia nem espaço para andar direito. Outros se queixam da falta de estrutura para estacionar o carro. Outra queixa que se repercutiu muito foi o fato de muitos cambistas terem conseguido falsificar ingressos. O que gerou um grande transtorno para foliões que foram lesados por comprarem ingressos falsos. Outros comentários que chamaram atenção foram o de que os foliões pagaram ingressos caros e não tiveram um serviço de qualidade prestado pela organização da festa.

IMG-20160105-WA0036Agora o fato que mais deixou alguns dos usuários que reclamaram no perfil da organização da festa, foi o fato de nenhum dos assessores ou dos administradores da página ou até dos organizadores em geral, se prontificaram a responder ou emitir alguma nota oficial, ou até responder alguns dos comentários na página. Eles se queixam que em nenhum momento, mesmo com as críticas, a página comentou alguma coisa, e que seguia postando apenas coisas positivas da festa.

Algumas das fotos postadas na página dá para notar a quantidade de gente que havia no pequeno espaço da festa. E ficou nítido o que os foliões estavam se queixando. Nosso site entrou em contato com um especialista em direito, e ele nos informou que se os usuários que se sentiram lesados, procurarem o Ministério Público eles podem cobrar pelo cumprimento do Código de Defesa do Consumidor, e a empresa responsável pela festa, poderia ter que assinar um Termo de Ajuste de Conduta – TAC, que se comprometeria em modificar a organização da festa, limitar a venda de ingressos à quantidade de pessoas que podem ocupar o espaço dos shows. Ele ainda nos disse que como provas, além dos testemunhos dos usuários, as postagens na página da empresa por si só, já serviriam para entrar com várias ações no MP.

Vejam alguns dos principais comentários na galeria de fotos abaixo: (todas as imagens acima e abaixo foram retiradas do perfil Batuba Beach Sound no Facebook)


Prefeitura de Coaraci efetua pagamento de 13° salário de seus servidores

Informe Publicitário

FB_IMG_1451484891034

Mesmo com a crise que assola os municípios baianos, a Prefeitura de Coaraci vem se destacando pela manutenção dos salários e direitos dos seus servidores. No último dia 20 de dezembro foi efetuado o pagamento do 13°salário, sendo que os profissionais de educação receberam apenas 50% devido a insuficiência dos recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb).

A prefeita Josefina, sensibilizada diante dessa situação utilizou recursos próprios do município para o pagamento dos 50% restantes, efetuados nesta quarta-feira (28), ”Mesmo sabendo que ao utilizarmos recursos próprios para complementação do 13° salário dos servidores da educação estamos sacrificando outros investimentos, temos a tranquilidade de estar garantindo os seus direitos de servidores públicos”, afirmou Josefina.


Emissora da RBR sofre com descaso da COELBA

received_1067018646676614

A Costa Sul FM, que integra a RBR – Rede Baiana de Rádio, situada em Canavieiras, sul do estado, sofre há vários dias com o descaso da Companhia de Eletricidade Do Estado da Bahia – COELBA, por conta da má prestação de serviços de fornecimento de energia elétrica.

imagesConstantes interrupções tem causado prejuízos materiais e financeiros para a emissora e a população regional.

Diversos protocolos de reclamações foram abertos pela equipe da emissora desde o início do ano e, na maioria das vezes, as solicitações não são atendidas ou desculpas absurdas são dadas. A companhia chegou, em alguns casos, a culpar a chuva pelas constantes quedas de energia, mais vale salientar que não chove no Sul da Bahia há mais de 150 dias.

A emissora elaborou uma nota de esclarecimento direcionada à toda população.


Governador se reúne com prefeitos para combater o mosquito Aedes aegypt

images (1)
Informe Publicitário

O governador Rui Costa se reúne, nesta quinta-feira (17), às 9h30, no auditório da Secretaria de Infraestrutura do Estado (Seinfra), no Centro Administrativo da Bahia, com prefeitos de 125 municípios que apresentaram maior incidência de zika vírus, dengue e febre chikungunya, decorrente da proliferação do mosquito Aedes aegypt, transmissor dessas doenças. O objetivo da reunião é traçar estratégias de combate ao inseto.

Rui informa que será iniciada uma grande mobilização popular junto com os municípios. “A população precisa estar informada e se precaver para o verão, que começa agora e é o período de maior incidência dessas doenças. Nós temos 180 casos de microcefalia notificados, isso não significa que são confirmados. Por isso, amanhã vou apresentar aos prefeitos a minha proposta, para que possamos, em no máximo uma semana, realizar os exames e confirmar ou não a microcefalia nestes casos”.


Bebeto cobra intervenção do governo para salvar lavoura cacaueira dos efeitos da seca

O deputado Bebeto Galvão (PSB) subiu à tribuna da Câmara Federal nesta terça-feira (15) para

Deputado Bebeto Galvão - imagem da internet
Deputado Bebeto Galvão – imagem da internet

cobrar do governo uma intervenção emergencial para conter os efeitos da estiagem que atinge o Sul da Bahia há quatro meses. No pronunciamento, o parlamentar faz um apelo para que o Ministério da Integração Nacional atue decididamente para evitar mais prejuízos nas lavouras, que estão secas e os pés de cacau estão morrendo. Além da falta de chuva, o problema tem se agravado com queimadas na Mata Atlântica.

Bebeto relatou que os produtores de cacau estão tendo que fazer arrecadações entre si para pagar por um serviço que produz chuva artificial, através de um bombardeio em nuvens com água, gelo seco e outros componentes. Entretanto, o serviço é consideravelmente caro e, ainda assim, não cobre toda região.

“Trago aqui preocupações que não são apenas deste deputado, são preocupações dos produtores de cacau da região sul, de prefeitos da região, da agricultura família. É preciso que o Ministério da Integração atue decididamente para mitigar os efeitos da estiagem que incidem sobre a atividade da cacauicultura. Vamos ingressar com um pedido no ministério para cobrar essas ações urgentemente”, disse o deputado Bebeto.

O político sulbaiano também fez um apelo ao governador Rui Costa para que o Estado adote medidas para proteger a cacauicultura e não deixe os produtores de cacau sozinhos nessa tarefa.

Confiram vídeo no youtube com o discurso do deputado Bebeto

https://www.youtube.com/watch?v=CNUNA4I6jxw&feature=youtu.be