Cai Geddel, fraqueza do governo interino Temer fica a mostra

Caindo Geddel a fraqueza do governo interino Temer fica a mostra? Ou a saída do baiano fortalece o atual governo?

Geddel sai, mas problemas ficam - Foto  retirada da internet
Geddel sai, mas problemas ficam – Foto retirada da internet

Cai o articulador político de Michel Temer, Geddel Vieira Lima, a fraqueza do governo fica a mostra. O agora ex-ministro usou, supostamente, seu cargo para tentar obter benefícios privados, não suportou a pressão e pediu demissão. Porém tal fato não resolve os problemas do governo, afinal o ex-ministro da Cultura Marcelo Calero gravou conversas com o presidente interino Temer.

Geddel, que também foi citado nas delações das empreiteiras agora perde o foro privilegiado, ele pediu sua saída com uma carta de demissão ao presidente nesta sexa-feira 25.

Geddel ficou insustentável no cargo desde que foi acusado pelo ex-ministro da Cultura Marcelo Calero de ter advogado em causa própria e cometido tráfico de influência ao fazer pressões para que Calero agisse pela liberação de uma obra embargada em Salvador. A área onde o pmdebista comprou um apartamento é tombada pelo IPHAN – Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional da Bahia e a obra do condomínio de luxo que Geddel adquiriu o imóvel foi embargada. Calero denunciou que sofreu pressão de Geddel e desde então, o agora ex-secretário de governo (com status de ministro)sofria pressões.

Confira a íntegra da carta de demissão de Geddel, que teria sido enviada por email a Michel Temer:

GEDELSAI


Comentários fechados.