Aurelino Leal: Pais de bebê com síndrome de down lutam pela vida da criança.

Retirado do site do Ubaitaba.com

Os pais do bebê Miguel Santos Barbosa de apenas 02 meses, com síndrome de down, lutam pela vida do filho que está internado há 3 semanas com várias complicações de saúde, no Hospital Manoel Novaes em Itabuna.

O bebê necessita ser transferido para Salvador em uma UTI Móvel e lá precisará fazer uma cirurgia cardíaca para sobreviver.

bebe-aurelino-leal

Seus pais, Monica Francisca dos Santos  e Cássio de Souza Barbosa procuraram a equipe de reportagem do nosso site parceiro, Ubaitaba.com e pediram que eles ajudassem, pois seu filho necessita fazer uma cirurgia no coração para continuar vivo.

A criança que nasceu com síndrome de down, está com outras complicações e uma delas é o fluxo irregular, no coração além de cianose e pneumonia, por isso, necessitam fazer uma cirurgia que só é possível em Salvador ou São Paulo. Os pais do bebê nos contaram que  procuraram diversos meios, recorreram até mesmo a prefeita da Aurelino Leal, Liu Andrade,  para ajudar, e que ela teria ligado para um deputado ligado a ela.

Mas a resposta foi no mínimo cômica, para não dizer absurda, segundo eles, o deputado teria dito que  pelo SUS  – Sistema Único de Saúde – só poderia conseguir vaga se alguém morresse um ou se mandasse matar”. Acreditamos que foi força de expressão do deputado, mas essa história serve para reforçar como é difícil conseguir ser bem atendido pelo SUS no momento em que a pessoa necessita do sistema de saúde público.

O mais grave é que a criança está interanda em estado grave, não conseguem transferir para Salvador pois necessitam de UTI móvel, além de não conseguir vagas no hospital em Salvador e os pais não sabem bem a quem recorrer. Eles estão fazendo o possível, inclusive, nesta quinta-feira, procuraram a sede da TV Record em Itabuna para ver se conseguem ajuda.

A esperança deles é que alguém, ou algum veículo de comunicação de maior importância veja essa reportagem e possa ajudar eles. O pai é ajudante de pedreiro e a mãe é dona de casa, no momento ele está cuidando do filho e não está conseguindo trabalhar, o que está agravando ainda mais a situação deles.

Quem quiser ajudar aos pais do garoto pode ligar para (73) 98191-9599, fale com Mônica ou Cássio. (Ubaitaba.com)

Vejam abaixo o laudo médico:

laudo-medico-aurelino-leal


Comentários fechados.