Prefeito Tiago de Dejair realiza convênio com governo federal e cidade adere ao Internet Para Todos

Localidades com dificuldade de acesso a internet serão contempladas com adesão ao programa

O prefeito Tiago de Dejair divulgou em seu facebook a informação de que assinou um convênio com o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicação, para que a cidade de Una possa receber o programa Internet Para Todos do governo federal.

Segundo Tiago,  o programa irá funcionar para levar internet as escolas e postos de saúde dos Distritos do município. Assim eles poderão ter acesso a internet em banda larga gratuita. O intuito do programa é a inclusão digital de populações que, seja por hipossuficiência econômica ou por não dispor de serviços de internet em sua localidade de residência, não conseguem contratar serviços de internet de Banda Larga.

A assinatura do convênio aconteceu ontem (17),  no 6°encontro de prefeitos, promovido pela UPB (União dos Prefeitos da Bahia). No encontro, estiveram reunidos mais de 330 gestores baianos e contou com a presença dos ministros da saúde, Ricardo Barros, da ciência e tecnologia, Gilberto Kassab, e do governador Rui Costa. O evento aconteceu no  auditório do Senai – Cimatec, em Salvador, e teve como tema: “Municípios Inteligentes”, onde ocorreram diversas palestras sobre como driblar a crise e fazer com que as cidades busquem novos mecanismos de gestão na administração pública.

Em Una, as comunidades que serão beneficiadas serão:  Fazenda Bolandeira, Loteamento Canto das Águas, Vila São João, Colônia, Comandatuba, Outeiro, Pedras, Lençóis, Vila Brasil.

Enquanto alguns torcem pra dar errado, continuo trabalhando pra que as coisas aconteçam“, finalizou o prefeito em sua rede social.

Internet Para Todos

O programa, que é uma iniciativa de inclusão social, tem início previsto para começar já em janeiro de 2018, e a conexão oferecida a essas localidades será feita usando o Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações Estratégicas (SGDC), que está em órbita terrestre desde maio de 2017.

Tudo isso está sendo feito em parceria com o programa Governo Eletrônico – Serviço de Atendimento ao CIdadão (Gesac), outra iniciativa do MCTIC que justamente oferece internet banda larga via terrestre e satelital a telecentros, escolas, hospitais, postos de saúde, aldeias indígenas, postos de fronteira e quilombos. Seu foco se dá em regiões remotas e onde há vulnerabilidade social

O satélite SGDC é o primeiro geoestacionário brasileiro de uso civil e militar. O projeto recebeu investimentos de R$ 2,7 bilhões do Governo Federal, e espera-se que permaneça operacional por 18 anos.

Facebook Comments
Por favor, siga e compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial