Coluna: Ahh o Menandro! – Por Cláudia Santos

MENANDRO MINAHIM\r\n

\r\n

Eu não tenho dúvidas de que grande parte do que sou é fruto de ter tido o privilégio de fazer parte da grande família que é o Colégio Menandro Minahim. Um Colégio que soube dar, muito mais do que boas aulas de matemática ou português, ainda que vocês tenham sido muito bons nisso, uma incrível lição humanista, tornando-me um cidadão consciente. Mostrou-me o mundo como ele é, com sua crueza e suas belezas.

\r\n

Conseguiram, de forma brilhante, fazer com quem eu compreendesse que faço parte de uma sociedade e que tenho direitos e deveres. Vocês me ensinaram a ser solidária, responsável, correta. Explicaram-me que honestidade não é virtude, mas obrigação. Incentivaram-me a vencer e a perder, a não desistir, continuar sempre. Obrigado por tudo.

\r\n

Eu hoje, como aluna de Comunicação em uma Universidade Federal sou fruto do que vocês plantaram.

\r\n

Ao ouvir sobre a possível decisão de tornar o Menandro um colégio do município, gostaria de expressar minha opinião (com todo direito que tenho) sobre essa decisão.

\r\n

Una, é uma cidade que está em um péssimo momento para a juventude. Um momento desfavorável em oportunidades. São raríssimas as políticas públicas que atendem a esses adolescentes e falta um olhar da gestão para a juventude que veja as ações como investimento e não como gastos.

\r\n

Eu, particularmente, sou contra a ideia de tornar o Menandro parte de outra escola. Nada contra o CMAFA, mas cada escola teve seu papel no âmbito social da cidade. Eu torço (torço muito) Para que essa escola continue transformando brilhantemente a história de seus alunos. Mas caso essa mudança aconteça é necessário pensar que tornar duas escolas em uma só para unificar os prédios e não garantir qualidade de nada é válido, quantidade não é qualidade já diz o ditado, porém eu desejo muito compromisso. Mas um compromisso a todos os problemas que surgirão e contanto que esse compromisso seja no interesse, não apenas de um grupo pequeno mas de pais, mestres e alunos.

\r\n

Desejo continuar a ver uma geração formando-se na escola que estudei, participando dos projetos que eu participei e chegando, chegando até mais longe do que onde eu cheguei. Essa que foi uma escola que me possibilitou se desenvolver de acordo minhas habilidades e aptidões, é a mesma escola que Desenvolve tanto o intelecto como o lado humano. Não se formam robôs, formam-se seres humanos capazes de raciocinar e resolver problemas com as próprias opiniões e ideias, seres humanos capazes de desenvolver suas próprias opiniões, serem humanos críticos.

\r\n

Desejo que os pais lutem pelos seus filhos, vocês devem lutar mais do que quaisquer outros envolvidos. Eu desejo aos alunos que não desistam, é de vocês, é para vocês, lutem!

\r\n

Aos professores, a vocês são o coração, o sangue que bate nas veias do “corpo” Menandro, devem saber que por mais drástica decisão que seja tomada, essa escola nunca deixará de existir porque ai sim conseguimos formar laços, muitas vezes, eternos e muito naturalmente. Não só do espaço físico, mas da atmosfera!

\r\n

‪#‎menandroresista‬

\r\n

Instasize_1114223528-1-400x267

\r\n

Cláudia Santos

\r\n

claudiaescritora@live.com\r\nCláudia é poetisa, escritora e dramaturga. Estudante de Comunicação da Universidade Tecnológica Federal do Paraná.

Facebook Comments
Por favor, siga e compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial